Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisPrograma Nota Legal: entenda o que é e como funciona

    Programa Nota Legal: entenda o que é e como funciona

    5
    (5)

    Solicitar a nota fiscal após comprar um produto é direito de todo consumidor. Mas você conhece ou já ouviu falar no Programa Nota Legal?

    Publicidade

    Se você é um empreendedor, por exemplo, é essencial ter conhecimento básico sobre isso. Mas se você não estiver empreendendo, este texto também é útil para você.

    Em resumo, o programa foi criado pela Secretaria de Fazenda para estimular brasileiros a solicitarem a nota fiscal no momento da compra.

    A nota fiscal é um documento fundamental e que merece total importância, não somente pelos negócios, mas também pelo cidadão.

    A seguir, veja o que é o Programa Nota Legal, como funciona e tire todas as suas dúvidas.

    Nota fiscal no valor de 588 reais para ilustrar o texto sobre Programa Nota Legal
    Programa Nota Legal busca estimular a solicitação da nota fiscal

    O Programa Nota Legal foi criado em 2008 pela Secretaria de Fazenda do governo federal. O objetivo é estimular o consumidor a solicitar a nota fiscal nas compras de mercadorias e serviços nas lojas em todo território brasileiro.

    Publicidade

    Além disso, o Nota Legal permite que os contribuintes recebam até 30% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto Sobre Serviços (ISS).

    Depois de se cadastrar no programa, o cliente pode receber créditos em dinheiro e participar de sorteios realizados pela Secretaria de Economia. Mas para que isso seja possível, o consumidor deve solicitar a inclusão do CPF nas notas fiscais.

    Os créditos do Programa Nota Legal podem ser utilizados para abatimento sobre o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA).

    Em 2019, aproximadamente 116 mil consumidores indicaram conta poupança ou corrente para receber os depósitos dos créditos.

    + IPTU e IPVA: saiba como são calculados os impostos

    Publicidade

    Como se cadastrar no programa?

    Para se cadastrar no Programa Nota Legal é bastante simples. A seguir, confira o passo a passo que separamos para você!

    • Acesse o site do Programa Nota Legal do seu município e clique em “cadastre-se”;
    • Você será levado para outra página. Em seguida, preencha com os seus dados solicitados;
    • Informe a imagem de segurança e pressione “confirmar”;
    • Logo após, você vai receber um e-mail para confirmar o seu cadastro;
    • Após confirmar o cadastro, clique no link indicado no e-mail – caso não receba nenhum e-mail em até 24 horas, entre em contato com a Secretaria da Fazenda da sua área;
    • Depois de clicar no link, aparecerá uma janela escrito “Desbloqueio de Serviço”. Digite os caracteres que aparecem na imagem e clique em “confirmar”;
    • Pronto! Seu cadastro no Programa Nota Legal está finalizado.

    É comum surgirem algumas dúvidas referentes ao programa. Por isso, a seguir, vamos explicar algumas delas. Continue a leitura para saber mais.

    Eu consigo transferir os créditos do programa?

    Sim. É possível transferir os seus créditos atingidos com a Nota Legal mesmo que você não tenha nenhum vínculo com o destinatário —  quem irá receber os créditos.

    Vale lembrar que quem tem débitos com a Secretaria de Fazenda pode acumular os créditos. No entanto, não terá direito de usá-los até resolver as pendências.

    Tem como informar o CPF de um parente para direcionar os créditos?

    Sim. Você pode informar o CPF de outra pessoa para direcionar os créditos do programa.

    Publicidade

    Ainda não existe nenhum valor, seja ele mínimo ou máximo, para acumular os créditos da Nota Legal. Mas para resgatar o benefício é necessário ter um limite de R$25.

    Essa é uma dúvida que muitas pessoas têm. Mas pode variar conforme a situação. Se a empresa emitiu a Nota Legal, mas o documento não está aparecendo no sistema, por exemplo, é possível corrigir esse erro.

    Mas se a empresa não fez a emissão da nota, não há como recuperar o crédito.

    Viu? Ficou fácil de entender como funciona o Programa Nota Legal, não é? Agora você pode solicitar a sua e acumular créditos para depois resgatar.

    O que você achou do nosso texto? Bom? Então aproveite a visita ao nosso site e assine a newsletter. Dessa maneira, você terá atualizações diretamente no seu e-mail.

    *Colaboração: Mateus Carvalho

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Camila Miranda
    Camila Miranda
    Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisPrograma Nota Legal: entenda o que é e como funciona

    Programa Nota Legal: entenda o que é e como funciona

    5
    (5)

    Solicitar a nota fiscal após comprar um produto é direito de todo consumidor. Mas você conhece ou já ouviu falar no Programa Nota Legal?

    Publicidade

    Se você é um empreendedor, por exemplo, é essencial ter conhecimento básico sobre isso. Mas se você não estiver empreendendo, este texto também é útil para você.

    Em resumo, o programa foi criado pela Secretaria de Fazenda para estimular brasileiros a solicitarem a nota fiscal no momento da compra.

    A nota fiscal é um documento fundamental e que merece total importância, não somente pelos negócios, mas também pelo cidadão.

    A seguir, veja o que é o Programa Nota Legal, como funciona e tire todas as suas dúvidas.

    Nota fiscal no valor de 588 reais para ilustrar o texto sobre Programa Nota Legal
    Programa Nota Legal busca estimular a solicitação da nota fiscal

    O Programa Nota Legal foi criado em 2008 pela Secretaria de Fazenda do governo federal. O objetivo é estimular o consumidor a solicitar a nota fiscal nas compras de mercadorias e serviços nas lojas em todo território brasileiro.

    Publicidade

    Além disso, o Nota Legal permite que os contribuintes recebam até 30% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto Sobre Serviços (ISS).

    Depois de se cadastrar no programa, o cliente pode receber créditos em dinheiro e participar de sorteios realizados pela Secretaria de Economia. Mas para que isso seja possível, o consumidor deve solicitar a inclusão do CPF nas notas fiscais.

    Os créditos do Programa Nota Legal podem ser utilizados para abatimento sobre o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA).

    Em 2019, aproximadamente 116 mil consumidores indicaram conta poupança ou corrente para receber os depósitos dos créditos.

    + IPTU e IPVA: saiba como são calculados os impostos

    Publicidade

    Como se cadastrar no programa?

    Para se cadastrar no Programa Nota Legal é bastante simples. A seguir, confira o passo a passo que separamos para você!

    • Acesse o site do Programa Nota Legal do seu município e clique em “cadastre-se”;
    • Você será levado para outra página. Em seguida, preencha com os seus dados solicitados;
    • Informe a imagem de segurança e pressione “confirmar”;
    • Logo após, você vai receber um e-mail para confirmar o seu cadastro;
    • Após confirmar o cadastro, clique no link indicado no e-mail – caso não receba nenhum e-mail em até 24 horas, entre em contato com a Secretaria da Fazenda da sua área;
    • Depois de clicar no link, aparecerá uma janela escrito “Desbloqueio de Serviço”. Digite os caracteres que aparecem na imagem e clique em “confirmar”;
    • Pronto! Seu cadastro no Programa Nota Legal está finalizado.

    É comum surgirem algumas dúvidas referentes ao programa. Por isso, a seguir, vamos explicar algumas delas. Continue a leitura para saber mais.

    Eu consigo transferir os créditos do programa?

    Sim. É possível transferir os seus créditos atingidos com a Nota Legal mesmo que você não tenha nenhum vínculo com o destinatário —  quem irá receber os créditos.

    Vale lembrar que quem tem débitos com a Secretaria de Fazenda pode acumular os créditos. No entanto, não terá direito de usá-los até resolver as pendências.

    Tem como informar o CPF de um parente para direcionar os créditos?

    Sim. Você pode informar o CPF de outra pessoa para direcionar os créditos do programa.

    Publicidade

    Ainda não existe nenhum valor, seja ele mínimo ou máximo, para acumular os créditos da Nota Legal. Mas para resgatar o benefício é necessário ter um limite de R$25.

    Essa é uma dúvida que muitas pessoas têm. Mas pode variar conforme a situação. Se a empresa emitiu a Nota Legal, mas o documento não está aparecendo no sistema, por exemplo, é possível corrigir esse erro.

    Mas se a empresa não fez a emissão da nota, não há como recuperar o crédito.

    Viu? Ficou fácil de entender como funciona o Programa Nota Legal, não é? Agora você pode solicitar a sua e acumular créditos para depois resgatar.

    O que você achou do nosso texto? Bom? Então aproveite a visita ao nosso site e assine a newsletter. Dessa maneira, você terá atualizações diretamente no seu e-mail.

    *Colaboração: Mateus Carvalho

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?