Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Salário mínimo 2020 sofre reajuste e vai para R$1.045

Escrito por: Mateus Carvalho em 14 de janeiro de 2020

O salário mínimo 2020 sofreu um reajuste nesta terça-feira, 14. O presidente Jair Bolsonaro anunciou que o valor passará de R$1.039 para R$1.045. O aumento começará a valer a partir do dia 1º de fevereiro. 

O anúncio ocorreu em uma entrevista coletiva na sede do Ministério da Economia, onde o presidente havia se reunido com o ministro Paulo Guedes.

O reajuste do salário mínimo será realizado por meio de uma Medida Provisória. Isso porque a MP tem força de lei imediata. 

13° salário
O salário mínimo 2020 sofreu um reajuste e aumentou para R$1.045

“Uma reunião tranquila coordenada pelo Paulo Guedes. Tivemos uma inflação atípica em dezembro. Não esperávamos que ela fosse tão alta assim. Foi basicamente da carne e, tínhamos que fazer com que o valor do salário mínimo fosse mantido. Então, ele passa, via Medida Provisória, de R$1.039 para R$1.045 a partir de 1º fevereiro”, informou o presidente.

De acordo com Bolsonaro, a MP que fixou o valor de R$1.039 e a que prevê o reajuste para R$1.045, deverão tramitar conjuntamente, com um único relator.

Objetivo do reajuste é evitar perdas inflacionárias

O objetivo dessa medida é evitar as perdas inflacionárias. Já que ao fixar o valor do salário mínimo em R$1.039, o Governo Federal tinha se baseado na projeção do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano passado.

Porém, é importante ressaltar que na semana passada, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o INPC ficou em 4,48%, acima do percentual previsto. O que na prática, fez com que o reajuste do salário para R$1.039 ficasse abaixo da inflação.

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o valor do salário mínimo serve de referência para 49 milhões de pessoas. 

Segundo o ministro da economia, Paulo Guedes, o “espírito” do anúncio desta terça-feira é garantir o poder aquisitivo de compra com o salário mínimo 2020.

“O presidente já tinha aumentado em R$2 em janeiro acima da inflação para pagar justamente um erro cometido no ano passado. A inflação veio um pouco acima também (do esperado) e o (salário mínimo) ficou R$2 abaixo no ano inteiro (de 2019) Para não repetir isso, o presidente falou ‘vamos corrigir em fevereiro'””, declarou Guedes.

Salário mínimo 2020 irá impactar nas contas públicas 

Com a revisão do salário mínimo 2020, as contas públicas sofrerão um impacto. Isso porque os benefícios previdenciários não podem ser menores do que o salário mínimo, independente do valor.

Segundo os cálculos do Governo Federal, o aumento a cada R$1 para o salário mínimo implica em despesas extras em 2020 de, aproximadamente, R$355,5 milhões.

Agora, considerando o aumento para R$1.045, de acordo com Paulo Guedes, o impacto será de R$2,3 milhões.

De acordo com o ministro da economia, esse gasto adicional, que não foi considerado anteriormente na aprovação do orçamento deste ano, pode levar o governo a fazer cortes em outras áreas. O que será uma forma de não descumprir o teto de gastos e a meta fiscal.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Financiamento estudantil
carro usado
Seu cartão de crédito vale a pena? Saiba avaliar
seguro-de-viagem-anual
Financiamento estudantil privado