Início Notícias Carreiras Salário mínimo no Japão chega a R$7.466

Salário mínimo no Japão chega a R$7.466

4.2
(5)

Muitos brasileiros estão indo morar fora do país por inúmeros motivos. Alguns deles: a violência no Brasil, a busca de novas oportunidades e até mesmo a crise econômica.

E o destino de grande parte dos cidadãos é o Japão. Mas você sabe quanto é o custo de vida no país? E, principalmente, qual é o salário mínimo no Japão?

Para começar é necessário entender que a forma como o salário mínimo no Japão é calculado é bem diferente do Brasil.

Isso porque no país os trabalhadores não têm uma remuneração fixa. Eles ganham por hora trabalhada.

Brasileiros no Japão
O salário mínimo no Japão varia de acordo com a cidade, além de ser calculado pela hora trabalhada

Além disso, no Japão cada cidade tem um valor de salário mínimo diferente. Já no Brasil, é um valor para o país inteiro.

Outro fator que faz a remuneração variar é o setor do mercado de trabalho que a pessoa irá trabalhar.

Por exemplo, se for um emprego que exige uma maior qualificação profissional, maior será o valor por hora. Porém, se for uma função que não exija tanto, o salário será menor.

Valor da hora trabalhada em cidades do Japão

De um modo geral, o valor médio do salário no país é de 848 ienes por hora. Mas, como já falamos, o salário mínimo vai depender da cidade. A seguir, confira o valor da hora em algumas cidades:

  • Tóquio: 958 ienes;
  • Kyoto: 856 ienes;
  • Osaka: 909 ienes;
  • Chiba: 868 ienes;
  • Tottori: 738 ienes;
  • Wakayama: 777 ienes;
  • Okayama: 781 ienes;
  • Hyogo: 884 ienes;
  • Saga: 737 ienes;
  • Hiroshima: 818 ienes;
  • Nagasaki: 737 ienes;
  • Kumamoto: 737 ienes.

O iene (¥) é a moeda japonesa e ¥1 (um iene) vale R$0,05. Ou seja, R$1 vale ¥19,988. Os dados são referentes ao dia 16 de julho de 2020. 

Durante a média de 22 dias trabalhados em um mês, no Japão ganha-se 149.248 ienes. Atualmente, transformando para real é o equivalente a R$7.466,88 o salário mínimo japonês.

Salário no Japão varia por idade e sexo

O salário no Japão também pode variar de acordo com a idade e o sexo dos trabalhadores. E mesmo para aqueles que têm a mesma faixa etária ou uma idade média parecida, o valor do salário pode sofrer mudanças.

–>  20 anos: ¥3.540 (geral), para homens o valor é de ¥3.740 enquanto para mulheres é ¥3.240;

–> 30 anos:  ¥4.670 (geral), para homens o valor é de ¥5.010 enquanto para mulheres é ¥3.900;

–> a partir dos 40: ¥5.640 (geral), para homens o valor é de ¥6.160 enquanto para mulheres é ¥4.250;

–> 50 anos: ¥7.010 (geral), para homens o valor é de ¥7.440 enquanto para mulheres é ¥4.610.

Quem pode trabalhar no Japão?

É importante lembrar que não é qualquer pessoa que pode trabalhar no país. Primeiro é preciso ter um visto de trabalho já que o de passeio não serve para isso.

Porém, o documento só é concedido para aqueles que são descendentes de até a terceira geração, mais conhecidos como sansei

Para aqueles que não têm parentes no Japão ou não são da terceira geração, há outro meio de conseguir trabalhar no país. Para isso, é necessário ter uma contratação, e ela precisa ser proveniente de alguma empresa japonesa.

Para te ajudar a encontrar uma função no Japão, confira essa lista de sites de busca de empregos no país:

– Gema Empregos no Japão

– TGK RH

– Gaijinpot

– JREC-In

– Jobsin Japan

– Daijob

– Active Conector

– Nikkey Brasil

– Itiban

Vale a pena trabalhar no Japão?

O salário mínimo no Japão pode parecer mais alto quando comparado com o do Brasil, mas é importante frisar que a jornada de trabalho no país é maior do que a dos brasileiros.

Além disso, o custo de vida no país asiático é alto, o que também deverá ser levado em consideração na hora de escolher.

Assim como em qualquer lugar, o Japão também tem as vantagens e desvantagens para se trabalhar.

No primeiro caso podem ser incluídos os fatores de segurança, educação e saúde. Já no segundo caso, é preciso levar em conta a exaustiva rotina de trabalho e a cultura local que é bastante diferente em relação a brasileira.

Portanto, é necessário avaliar os prós e contras antes de tomar qualquer decisão. Se você tem facilidade em se adaptar, por exemplo, essa pode ser uma boa oportunidade.

Você gostou deste texto sobre o salário no Japão? Aproveite a visita no nosso site e assine nossa newsletter. Desse jeito, você recebe as atualizações diretamente na sua caixa de e-mail.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 5

Seja o primeiro a avaliar este post.

Redação
O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Conheça os 9 tipos de investimento em Renda Fixa

Investimento em renda fixa continua a modalidade favorita de oito entre dez brasileiros. É o que mostra a pesquisa Raio-X do investidor,...

Empréstimo Consignado: confira a taxa de juros dos bancos

Provavelmente você já escutou falar em empréstimo consignado, mas sabe o que significa? Sabe qual é a taxa de juros dos bancos?...

Saiba como vender infoprodutos e gerar renda extra

Você já escutou falar em infoprodutos? Sabe o que é como vender? Para quem não sabe, essa é uma forma de você...

4 documentários na Netflix para empreendedores

O serviço de filmes online Netflix tem uma grande oferta de documentários para empreendedores. Eles mostram realidades de empresários que conquistaram sucesso...

Como funciona o aluguel de carro para Uber?

Se você está sem emprego ou quer aumentar a sua renda, uma opção pode ser virar motorista de aplicativo. E caso você...

Especialista orienta como montar uma reserva financeira na crise

A pandemia do novo coronavírus, além de ter determinado mudanças no comportamento entre a população, também paralisou as atividades econômicas no Brasil....