InícioNotíciasCom a alta da Selic, vale a pena sair da renda variável...

Com a alta da Selic, vale a pena sair da renda variável para a fixa? Confira!

5
(1)

Ainda não vale sair da renda variável e apostar na renda variável. Contudo, isso pode mudar caso a tendência de alta do índice se mantenha.

A explicação é simples. Os aumentos da taxa Selic – que este ano já avançou de 2% para 5,25% ao ano – e a tendência de chegar ao final do ano com os juros em torno de 7,5% pode tornar os investimentos em renda fixa atrativos.

+ Com a taxa Selic a 5,25%, onde investir? Especialista orienta

Porém, com a inflação alta, os ganhos podem ser limitados.

Por isso, a indicação é que os investidores mantenham a carteira diversificada, inclusive, dependendo do perfil, apostando na bolsa de valores, que mesmo no atual momento de baixa, pode gerar boas oportunidades.

“Não diversificar o investimento, pensando somente na renda variável e esquecendo da renda fixa, é erro que muitos cometem, segundo.”

Ricardo Teixeira, coordenador do MBA em gestão financeira da Fundação Getulio Vargas (FGV)

Novas altas da Selic

A Selic já está em 5,25% e deve chegar em 6,25% neste mês e algo na faixa de 7% no final do ano.

Ou seja, ao avaliar as opções de investimentos, o detalhe é a inflação, que medida pelo IPCA também deve ficar por volta dos 7%, indicando que o ganho real deve ficar próximo de zero.

Portanto, o cenário ainda fica ruim para o investidor de renda fixa.

Afinal, antes, a Selic a 2%, mas inflação baixa dava oportunidades de produtos financeiros com ganhos interessantes, como fundos imobiliários, LCI/LCA (sem IR) e que pagavam taxas anuais na faixa de 8%.

Com base nisso, o investidor que pretende ter retorno diferenciado ainda terá que buscar na renda variável uma taxa diferenciada, mas com risco elevado.

+ Com a alta da Selic, poupança volta a valer a pena?

Onde investir?

Resolveu sair da renda variável? O Tesouro Selic costuma ser o primeiro passo de investidores mais conservadores que resolveram sair da poupança.

Porém, existem outras opções mais rentáveis dentro e fora do Tesouro Direto para quem quer aproveitar a Selic em alta.

“Tendo esse aumento dos juros, todos os tipos de investimento em renda fixa ficam mais atrativos, então é interessante dar uma olhada em outras opções além do Tesouro Selic”, afirma a analista de investimentos da Suno Research, Gabriela Mosmann.

Dentre as alternativas que podem render mais que a Selic, Gabriela cita:

  • títulos do tesouro atrelados ao IPCA,
  • CDBs (Certificados de Depósitos Bancários),
  • debêntures (títulos de dívida emitidos por empresas),
  • fundos de crédito privado.
Calculadora em cima de gráficos da Selic
Em dúvida? Um ponto importante é olhar o juro real, não adianta só olhar a taxa de juros, porque a inflação come parte dessa rentabilidade

Ainda, segundo a especialista, investimentos pré-fixados devem ser evitados, já que o retorno é definido no momento da aplicação e o investidor pode deixar de ganhar com a alta dos juros no decorrer do tempo.

Contudo, mesmo com os juros em alta, os analistas não recomendam que os investidores que já investem em ações saiam aleatoriamente da Bolsa de Valores. Principalmente para comprar Tesouro Selic ou outros títulos da renda fixa.

+ Como investir na Bolsa de Valores com a Selic alta?

Ou seja, para perfis moderado e arrojado, a renda variável continua sendo essencial para buscar ganhos mais significativos em conformidade com o apetite a risco destes investidores.

O conteúdo foi útil? Então compartilhe com outros amigos que também querem investir!

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui