Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira o calendário de restituição do Imposto de Renda 2022

    Confira o calendário de restituição do Imposto de Renda 2022

    0
    (0)

    Antes de mais nada, você já ficou sabendo como ficará a restituição do Imposto de Renda? Assim como nos últimos dois anos, a Receita Federal já divulgou o calendário para restituição do IRPF 2022.

    A princípio, serão 5 lotes de restituição e eles funcionarão de acordo com a data em que você entrega sua declaração ao Fisco. Ou seja, quanto mais cedo você declara, maiores são as chances de sua restituição ser incluída nos primeiros lotes.

    Assim como nos anos anteriores, alguns grupos de pessoas terão prioridades na hora de receber o valor da restituição do Imposto de Renda 2022, são elas: 

    • Contribuintes com 60 anos ou mais, sendo assegurada prioridade especial aos maiores de 80 anos;
    • Portadores de deficiência física ou moléstia grave;
    • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

    Quer entender quando você receberá a Restituição do Imposto de Renda? Continue lendo para saber.

    Quais os prazos para Restituição do Imposto de Renda?

    Neste ano, os cinco lotes de restituição do Imposto de Renda serão pagos entre os meses de maio e setembro. Em 2021, os lotes de restituição também foram pagos a partir de maio, mesmo antes do prazo de entrega do documento ser finalizado. 

    celular com a logo da Receita Federal
    O app Meu Imposto de Renda é uma das principais plataformas de envio da declaração para o Fisco

    Vale lembrar que isso aconteceu nos últimos dois anos porque o prazo para o envio da declaração do IR tinha sido prorrogado por conta da pandemia.

    Portanto, vale lembrar mais uma vez: quanto mais cedo você entrega a declaração, maior é a chance de sua restituição fazer parte dos primeiros lotes. Em contrapartida, quem recebe por último tem uma correção maior.

    Para quem não sabe, o valor da restituição é pela taxa Selic, acumulada a partir do mês de maio até o mês anterior ao pagamento, de acordo com a Receita Federal.

    Assim, quanto mais tempo levar para esse dinheiro ser depositado na sua conta, maior será o rendimento. 

    Confira abaixo as datas de liberação dos lotes:

    • 1º lote: 31 de maio, com correção de 0%;
    • 2º lote: 30 de junho, com correção de 1%;
    • 3º lote: 29 de julho, correção ainda não divulgada;
    • 4º lote: 31 de agosto, correção ainda não divulgada;
    • 5º lote: 30 de setembro,correção ainda não divulgada.

    Como receber a restituição do IR?

    Você não precisa entrar em contato com a Receita para receber o valor devido na restituição. Afinal, no momento da declaração, o contribuinte deve informar a conta (que precisa ser de sua própria titularidade) onde ela deverá ser depositada.

    Quando a Receita disponibilizar a consulta aos lotes de restituição, é só aguardar que na data prevista o depósito caia na conta informada no momento da declaração.

    Neste ano, também é possível receber sua restituição via PIX. Para isso, é preciso ter informado sua chave Pix na hora no preenchimento da declaração.

    A opção só está disponível para chaves cadastradas com CPF, mas o número do documento deve ser igual ao informado na declaração.

    + Veja como receber a restituição do Imposto de Renda 2022 por PIX

    Tem como saber em qual lote de restituição do Imposto de Renda estarei?

    Primeiramente, não há como saber em qual lote você estará assim que você submete o IRPF ao Fisco. Até porque, mesmo que você tenha enviado a declaração logo no início, tudo depende do prazo de análise, se a sua declaração não caiu na malha fina, entre outros critérios determinados pela Receita Federal.

    Ainda assim, vale lembrar que a prioridade permanece para os idosos, portadores de deficiência, portadores de doenças graves e professores.

    Depois que essa restituição prioritária termina, aí sim você entra para o lote de restituição comum, junto com outras pessoas que enviaram.

    De todo modo, a Receita Federal libera uma consulta, uma semana antes do pagamento. Assim, é possível saber em qual lote chegará a sua restituição.

    Lembrando que a consulta do primeiro lote de restituição do IRPF 2022 já está disponível para consulta desde o dia 24 de maio. Ao todo, R$6,3 bilhões serão pagos a 3.383.969 contribuintes neste dia 31 de maio.

    Como consultar a restituição do IR 2022?

    Pelo site

    • Basta acessar a página da Receita Federal;
    • Clicar em “Meu Imposto de Renda”;
    • Selecionar a opção “Consultar a restituição”;
    • Clicar no botão verde “Iniciar” e informar o CPF e data de nascimento;
    • Por fim, clique em “Consultar”;

    Pelo app

    • Baixe o aplicativo Pessoa Física, disponível para Android e iOS (desenvolvedor: Governo do Brasil);
    • Faça login no app e depois clique em “Consulta Restituição”; e
    • Informe seu CPF e clique na lupa ao lado de “2022”.

    Caí na malha fina. Tenho direito à restituição?

    “Cair na malha fina” significa ter a declaração do Imposto de Renda retida na Receita Federal para correções. Alguns erros podem gerar isso, como informar valores incorretos, omissão de rendimentos, informações cadastrais erradas, entre outros.

    Outra situação comum é ter a declaração retida por falta de documentos que comprovem as informações declaradas.

    Cair na malha fina não faz com que o cidadão perca o direito à restituição. No entnato, só terá acesso a ela depois de acertar as contas com a Receita Federal.

    + Imposto de Renda: veja como consultar se caiu na malha fina

    O que é a Restituição do Imposto de Renda?

    A restituição do Imposto de Renda é um valor a mais de imposto que um contribuinte pagou. Portanto, se na declaração ficar comprovado que esse contribuinte pagou em imposto além do que deveria, a Receita devolve essa diferença por meio da restituição.

    Quem tem direito a restituição?

    Certamente, para isso, depende de uma série de fatores. Varia do modelo de tributação, do emprego de uma pessoa e os gastos dedutíveis que ela declara.

    Com base no montante dos gastos e do imposto retido na fonte, a Receita consegue compreender se há ou não a necessidade de restituir algum valor para o contribuinte. 

    Gostou do nosso conteúdo? Confira agora dicas para utilizar bem o valor de restituição do Imposto de Renda.

    Colaboração: Letícia de Jesus

    Veja também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Loyane Lapa
    Loyane Lapa
    Carioquíssima de Campo Grande, com um pézinho em São Paulo. Jornalista, Produtora de Conteúdo e [insira aqui outras funcionalidades de um jornalista]. Apaixonada por livros, filmes e pelo universo cultural. Curiosa e antenada nas novidades do mercado financeiro.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira o calendário de restituição do Imposto de Renda 2022

    Confira o calendário de restituição do Imposto de Renda 2022

    0
    (0)

    Antes de mais nada, você já ficou sabendo como ficará a restituição do Imposto de Renda? Assim como nos últimos dois anos, a Receita Federal já divulgou o calendário para restituição do IRPF 2022.

    A princípio, serão 5 lotes de restituição e eles funcionarão de acordo com a data em que você entrega sua declaração ao Fisco. Ou seja, quanto mais cedo você declara, maiores são as chances de sua restituição ser incluída nos primeiros lotes.

    Assim como nos anos anteriores, alguns grupos de pessoas terão prioridades na hora de receber o valor da restituição do Imposto de Renda 2022, são elas: 

    • Contribuintes com 60 anos ou mais, sendo assegurada prioridade especial aos maiores de 80 anos;
    • Portadores de deficiência física ou moléstia grave;
    • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

    Quer entender quando você receberá a Restituição do Imposto de Renda? Continue lendo para saber.

    Quais os prazos para Restituição do Imposto de Renda?

    Neste ano, os cinco lotes de restituição do Imposto de Renda serão pagos entre os meses de maio e setembro. Em 2021, os lotes de restituição também foram pagos a partir de maio, mesmo antes do prazo de entrega do documento ser finalizado. 

    celular com a logo da Receita Federal
    O app Meu Imposto de Renda é uma das principais plataformas de envio da declaração para o Fisco

    Vale lembrar que isso aconteceu nos últimos dois anos porque o prazo para o envio da declaração do IR tinha sido prorrogado por conta da pandemia.

    Portanto, vale lembrar mais uma vez: quanto mais cedo você entrega a declaração, maior é a chance de sua restituição fazer parte dos primeiros lotes. Em contrapartida, quem recebe por último tem uma correção maior.

    Para quem não sabe, o valor da restituição é pela taxa Selic, acumulada a partir do mês de maio até o mês anterior ao pagamento, de acordo com a Receita Federal.

    Assim, quanto mais tempo levar para esse dinheiro ser depositado na sua conta, maior será o rendimento. 

    Confira abaixo as datas de liberação dos lotes:

    • 1º lote: 31 de maio, com correção de 0%;
    • 2º lote: 30 de junho, com correção de 1%;
    • 3º lote: 29 de julho, correção ainda não divulgada;
    • 4º lote: 31 de agosto, correção ainda não divulgada;
    • 5º lote: 30 de setembro,correção ainda não divulgada.

    Como receber a restituição do IR?

    Você não precisa entrar em contato com a Receita para receber o valor devido na restituição. Afinal, no momento da declaração, o contribuinte deve informar a conta (que precisa ser de sua própria titularidade) onde ela deverá ser depositada.

    Quando a Receita disponibilizar a consulta aos lotes de restituição, é só aguardar que na data prevista o depósito caia na conta informada no momento da declaração.

    Neste ano, também é possível receber sua restituição via PIX. Para isso, é preciso ter informado sua chave Pix na hora no preenchimento da declaração.

    A opção só está disponível para chaves cadastradas com CPF, mas o número do documento deve ser igual ao informado na declaração.

    + Veja como receber a restituição do Imposto de Renda 2022 por PIX

    Tem como saber em qual lote de restituição do Imposto de Renda estarei?

    Primeiramente, não há como saber em qual lote você estará assim que você submete o IRPF ao Fisco. Até porque, mesmo que você tenha enviado a declaração logo no início, tudo depende do prazo de análise, se a sua declaração não caiu na malha fina, entre outros critérios determinados pela Receita Federal.

    Ainda assim, vale lembrar que a prioridade permanece para os idosos, portadores de deficiência, portadores de doenças graves e professores.

    Depois que essa restituição prioritária termina, aí sim você entra para o lote de restituição comum, junto com outras pessoas que enviaram.

    De todo modo, a Receita Federal libera uma consulta, uma semana antes do pagamento. Assim, é possível saber em qual lote chegará a sua restituição.

    Lembrando que a consulta do primeiro lote de restituição do IRPF 2022 já está disponível para consulta desde o dia 24 de maio. Ao todo, R$6,3 bilhões serão pagos a 3.383.969 contribuintes neste dia 31 de maio.

    Como consultar a restituição do IR 2022?

    Pelo site

    • Basta acessar a página da Receita Federal;
    • Clicar em “Meu Imposto de Renda”;
    • Selecionar a opção “Consultar a restituição”;
    • Clicar no botão verde “Iniciar” e informar o CPF e data de nascimento;
    • Por fim, clique em “Consultar”;

    Pelo app

    • Baixe o aplicativo Pessoa Física, disponível para Android e iOS (desenvolvedor: Governo do Brasil);
    • Faça login no app e depois clique em “Consulta Restituição”; e
    • Informe seu CPF e clique na lupa ao lado de “2022”.

    Caí na malha fina. Tenho direito à restituição?

    “Cair na malha fina” significa ter a declaração do Imposto de Renda retida na Receita Federal para correções. Alguns erros podem gerar isso, como informar valores incorretos, omissão de rendimentos, informações cadastrais erradas, entre outros.

    Outra situação comum é ter a declaração retida por falta de documentos que comprovem as informações declaradas.

    Cair na malha fina não faz com que o cidadão perca o direito à restituição. No entnato, só terá acesso a ela depois de acertar as contas com a Receita Federal.

    + Imposto de Renda: veja como consultar se caiu na malha fina

    O que é a Restituição do Imposto de Renda?

    A restituição do Imposto de Renda é um valor a mais de imposto que um contribuinte pagou. Portanto, se na declaração ficar comprovado que esse contribuinte pagou em imposto além do que deveria, a Receita devolve essa diferença por meio da restituição.

    Quem tem direito a restituição?

    Certamente, para isso, depende de uma série de fatores. Varia do modelo de tributação, do emprego de uma pessoa e os gastos dedutíveis que ela declara.

    Com base no montante dos gastos e do imposto retido na fonte, a Receita consegue compreender se há ou não a necessidade de restituir algum valor para o contribuinte. 

    Gostou do nosso conteúdo? Confira agora dicas para utilizar bem o valor de restituição do Imposto de Renda.

    Colaboração: Letícia de Jesus

    Veja também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?