Início Notícias Finanças Pessoais Teve o CPF clonado? Saiba o que fazer

Teve o CPF clonado? Saiba o que fazer

4.3
(10)

A cada 15 segundos um brasileiro é vítima de fraude, segundo dados do Serasa. Se você teve o CPF clonado, comunicar a fraude às autoridades e à polícia é um passo essencial que logo deve ser tomado pela vítima.

Claro também que há formas de se prevenir e evitar momentos mais propensos em que a fraude pode ocorrer. Como durante o Carnaval, uma das épocas em que as pessoas mais perdem documentos e ficam suscetíveis à fraudes.

Em grandes aglomerações como a festa popular no Brasil, a possibilidade de roubos é também grande. Mais um cuidado que deve ser tomado.

Segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), para evitar ser vítima de golpes em momentos de grande aglomeração de pessoas, você não deve levar documentos pessoais e importantes. Claro que não pode sair sem nada, por isso o importante é levar apenas o essencial.

o que fazer se você teve o CPF clonado
Se você teve o CPf clonado, o primeiro passo é registrar um boletim de ocorrência junto á polícia

Segundo uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil de 2018, 67% dos que perderam ou tiveram os documentos ou cartão roubados ou clonados no Carnaval 2017 fizeram boletim de ocorrência.

Enquanto isso, 28% dos entrevistados não fizeram nenhum registro. É importante fazer a ocorrência para que fique registrado que você não tem mais em mãos o cartão do qual era titular.

Em nota divulgada em 2015, a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, já havia feito um alerta.

“O consumidor pode se precaver entrando em contato com o Procon [Instituto de Defesa do Consumidor] mais próximo e com o SPC Brasil de sua cidade. Com isso, os estabelecimentos comerciais são informados do problema ao consultarem o SPC Brasil, o que inibe a atuação de terceiros mal intencionados.”

O que fazer se você tiver o CPF clonado?

Se aconteceu de você ser vítima de CPF clonado, ou outro tipo de fraude, é indispensável fazer um boletim de ocorrência. Agora, se você perdeu ou teve seus documentos roubados ou extraviados, pode (e deve) notificar a ocorrência também no sistema do SPC Brasil.

Para isso, deve procurar a Câmara de Dirigentes Lojistas ou Associação Comercial mais próxima de você.

O SPC Brasil indica utilizar o serviço “SPC Alerta de Documentos”. Pelo sistema, quando um lojista consultar seu nome nos produtos SPC para vendas a prazo, conseguirá ver que os documentos foram furtados.

Assim, é possível detectar caso alguém esteja querendo se passar pela pessoa, evitando fraudes.

Depois de registrar a ocorrência, as vítimas de perda, roubo, furto ou extravio de documentos pessoais, como CPF, devem comparecer até um balcão de atendimento do SPC Brasil com o B.O. em mãos.

Assim, o risco de fraudes é reduzido, uma vez que os estabelecimentos comerciais são informados do problema.

O serviço ainda explica o caso de ter um registro irregular em seu nome. A responsabilidade pela realização e cancelamento é do credor. Ele o efetua direta e eletronicamente no sistema.

Se houver uma irregularidade de qualquer registro de inadimplência, o consumidor pode procurar o credor ou o SPC Brasil da sua localidade para solicitar a correção.

Esse atendimento só pode ser feito presencialmente, uma vez que só assim poderá ser feita a conferência dos documentos. Isso para que seja garantida a identidade e segurança dos dados do consumidor.

O consumidor deverá apresentar documentos que comprovem sua legitimidade e irregularidade da informação. Isso inclui:

– RGs e CPFs do consumidor e procurador;
– procuração hábil;
– documentos comprobatórios da irregularidade, nos termos solicitados pelo SPC Brasil da localidade.

Saiba onde o seu CPF pode ser clonado

Para proteger e evitar que você tenha o CPF clonado em alguma situação, é necessário saber onde isso pode acabar acontecendo, correto?

Separamos algumas situações que você pode passar no dia a dia, que pode acabar fazendo com que o seu documento seja copiado. Confira! 

-> Tirar uma cópia de documento em local público;

-> No aeroporto as pessoas podem se passar por funcionários e solicitar seu documento para verificação;

-> Baixar um aplicativo no seu celular;

-> Realizar cadastro em sites de compras falsos.

Existem outras situações que você pode acabar tendo o CPF clonado. Por isso, é importante que você cuide sempre dos seus documentos e esteja sempre de olho quando for necessário entregar a outras pessoas.

5 dicas para evitar que você tenha o CPF clonado

1) Deixe os documentos sempre próximos

É importante que você não permita que pessoas estranhas levem cartões e documentos para longe de você. Isso porque é nesse momento que eles aproveitam para clonar o seu CPF e cartão de crédito. 

Outra dica é não andar com muitos documentos originais, prefira ter cópias da identidade e CPF, por exemplo. 

2) Tome cuidado com compras feitas pela internet

Você costuma ou gosta de fazer compras pela internet? É importante estar atento na hora de realizar cadastro em sites de e-commerce. Prefira sempre as lojas que são conhecidas e com verificação de segurança.

3) Cuidado ao jogar documentos fora

Como você costuma jogar documentos antigos fora? Joga no lixo sem se preocupar? Essa é mais uma forma que você pode ter os documentos clonados. Por isso, fique atento na hora de jogá-los fora.

Os cartões de crédito, por exemplo, devem ser totalmente cortados antes de irem para o lixo. Outra dica é também cortar o chip ao meio. Já os documentos, contas e cartas devem ser todas picadas.

4) Evite passar seus dados por telefone

Essa é uma das formas mais fáceis de ter os documentos clonados. Isso porque você recebe uma ligação na qual a pessoa pode se passar por um funcionário do seu banco e solicitar algumas informações.

Por isso, evite passar os dados solicitados por telefone. Estava na dúvida se o telefonema é seguro? Desligue e ligue novamente para o número que você já tem da instituição financeira ou de qualquer outra empresa. 

5) Tenha atenção ao seu e-mail

Os fraudadores costumam mandar e-mails falsos solicitando informações da pessoa e também podem mandar vírus junto com esses e-mails. Por isso, não abra e-mails de destinatários desconhecidos e sempre desconfie de links.

Uma consulta ao SPC e Serasa permite saber se o seu CPF está com alguma restrição. Agora, é possível realizar a consulta até pelo celular.

Se por algum motivo seu nome está com algum impedimento, saiba como limpá-lo. Acompanhe nosso noticiário e fique por dentro do mundo das finanças para você.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 10

Seja o primeiro a avaliar este post.

Redação
O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Renda fixa x renda variável: confira as diferenças

Quem investe com certeza já ouviu falar sobre renda fixa x renda variável. Mas quais são as diferenças entre esses dois tipos...

Como começar um negócio? Confira passo a passo

Você já pensou em começar seu próprio negócio? O sonho de muitos brasileiros é empreender e deixar de ser um funcionário de...

FGTS: como sacar durante a pandemia?

O Governo Federal autorizou o saque emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), durante a pandemia do coronavírus. Muitas...

Regras da união estável: como ficam os bens?

Muitos casais hoje em dia têm uma união estável, o que não significa que eles são casados. Mas o que é esse tipo de...

10 sites gratuitos para montar seu e-commerce

A pandemia do coronavírus impulsou as vendas online. E o e-commerce deve continuar crescendo nos próximos anos. Diante...

Pensão alimentícia na guarda compartilhada: como funciona?

O casamento chega ao fim e, além da necessidade de cuidar da burocracia da divisão dos bens, também é preciso decidir como...