Teve o CPF clonado? Saiba o que fazer | FinanceOne

Teve o CPF clonado? Saiba o que fazer

Escrito por: Redação em 19 de junho de 2020

A cada 15 segundos um brasileiro é vítima de fraude, segundo dados do Serasa. Se você teve o CPF clonado, comunicar a fraude às autoridades e à polícia é um passo essencial que logo deve ser tomado pela vítima.

Claro também que há formas de se prevenir e evitar momentos mais propensos em que a fraude pode ocorrer. Como durante o Carnaval, uma das épocas em que as pessoas mais perdem documentos e ficam suscetíveis à fraudes.

Em grandes aglomerações como a festa popular no Brasil, a possibilidade de roubos é também grande. Mais um cuidado que deve ser tomado.

Segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), para evitar ser vítima de golpes em momentos de grande aglomeração de pessoas, você não deve levar documentos pessoais e importantes. Claro que não pode sair sem nada, por isso o importante é levar apenas o essencial.

o que fazer se você teve o CPF clonado
Se você teve o CPf clonado, o primeiro passo é registrar um boletim de ocorrência junto á polícia

Segundo uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil de 2018, 67% dos que perderam ou tiveram os documentos ou cartão roubados ou clonados no Carnaval 2017 fizeram boletim de ocorrência.

Enquanto isso, 28% dos entrevistados não fizeram nenhum registro. É importante fazer a ocorrência para que fique registrado que você não tem mais em mãos o cartão do qual era titular.

Em nota divulgada em 2015, a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, já havia feito um alerta.

“O consumidor pode se precaver entrando em contato com o Procon [Instituto de Defesa do Consumidor] mais próximo e com o SPC Brasil de sua cidade. Com isso, os estabelecimentos comerciais são informados do problema ao consultarem o SPC Brasil, o que inibe a atuação de terceiros mal intencionados.”

O que fazer se você tiver o CPF clonado?

Se aconteceu de você ser vítima de CPF clonado, ou outro tipo de fraude, é indispensável fazer um boletim de ocorrência. Agora, se você perdeu ou teve seus documentos roubados ou extraviados, pode (e deve) notificar a ocorrência também no sistema do SPC Brasil.

Para isso, deve procurar a Câmara de Dirigentes Lojistas ou Associação Comercial mais próxima de você.

O SPC Brasil indica utilizar o serviço “SPC Alerta de Documentos”. Pelo sistema, quando um lojista consultar seu nome nos produtos SPC para vendas a prazo, conseguirá ver que os documentos foram furtados.

Assim, é possível detectar caso alguém esteja querendo se passar pela pessoa, evitando fraudes.

Depois de registrar a ocorrência, as vítimas de perda, roubo, furto ou extravio de documentos pessoais, como CPF, devem comparecer até um balcão de atendimento do SPC Brasil com o B.O. em mãos.

Assim, o risco de fraudes é reduzido, uma vez que os estabelecimentos comerciais são informados do problema.

O serviço ainda explica o caso de ter um registro irregular em seu nome. A responsabilidade pela realização e cancelamento é do credor. Ele o efetua direta e eletronicamente no sistema.

Se houver uma irregularidade de qualquer registro de inadimplência, o consumidor pode procurar o credor ou o SPC Brasil da sua localidade para solicitar a correção.

Esse atendimento só pode ser feito presencialmente, uma vez que só assim poderá ser feita a conferência dos documentos. Isso para que seja garantida a identidade e segurança dos dados do consumidor.

O consumidor deverá apresentar documentos que comprovem sua legitimidade e irregularidade da informação. Isso inclui:

– RGs e CPFs do consumidor e procurador;
– procuração hábil;
– documentos comprobatórios da irregularidade, nos termos solicitados pelo SPC Brasil da localidade.

Saiba onde o seu CPF pode ser clonado

Para proteger e evitar que você tenha o CPF clonado em alguma situação, é necessário saber onde isso pode acabar acontecendo, correto?

Separamos algumas situações que você pode passar no dia a dia, que pode acabar fazendo com que o seu documento seja copiado. Confira! 

-> Tirar uma cópia de documento em local público;

-> No aeroporto as pessoas podem se passar por funcionários e solicitar seu documento para verificação;

-> Baixar um aplicativo no seu celular;

-> Realizar cadastro em sites de compras falsos.

Existem outras situações que você pode acabar tendo o CPF clonado. Por isso, é importante que você cuide sempre dos seus documentos e esteja sempre de olho quando for necessário entregar a outras pessoas.

5 dicas para evitar que você tenha o CPF clonado

1) Deixe os documentos sempre próximos

É importante que você não permita que pessoas estranhas levem cartões e documentos para longe de você. Isso porque é nesse momento que eles aproveitam para clonar o seu CPF e cartão de crédito. 

Outra dica é não andar com muitos documentos originais, prefira ter cópias da identidade e CPF, por exemplo. 

2) Tome cuidado com compras feitas pela internet

Você costuma ou gosta de fazer compras pela internet? É importante estar atento na hora de realizar cadastro em sites de e-commerce. Prefira sempre as lojas que são conhecidas e com verificação de segurança.

3) Cuidado ao jogar documentos fora

Como você costuma jogar documentos antigos fora? Joga no lixo sem se preocupar? Essa é mais uma forma que você pode ter os documentos clonados. Por isso, fique atento na hora de jogá-los fora.

Os cartões de crédito, por exemplo, devem ser totalmente cortados antes de irem para o lixo. Outra dica é também cortar o chip ao meio. Já os documentos, contas e cartas devem ser todas picadas.

4) Evite passar seus dados por telefone

Essa é uma das formas mais fáceis de ter os documentos clonados. Isso porque você recebe uma ligação na qual a pessoa pode se passar por um funcionário do seu banco e solicitar algumas informações.

Por isso, evite passar os dados solicitados por telefone. Estava na dúvida se o telefonema é seguro? Desligue e ligue novamente para o número que você já tem da instituição financeira ou de qualquer outra empresa. 

5) Tenha atenção ao seu e-mail

Os fraudadores costumam mandar e-mails falsos solicitando informações da pessoa e também podem mandar vírus junto com esses e-mails. Por isso, não abra e-mails de destinatários desconhecidos e sempre desconfie de links.

Uma consulta ao SPC e Serasa permite saber se o seu CPF está com alguma restrição. Agora, é possível realizar a consulta até pelo celular.

Se por algum motivo seu nome está com algum impedimento, saiba como limpá-lo. Acompanhe nosso noticiário e fique por dentro do mundo das finanças para você.

Redação

Criado em 2003, o FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

carros que mais desvalorizaram
cartão de crédito
falar de dinheiro em casa
Homem mexendo no celular para consultar as plataformas de afiliados