Início Notícias Finanças Pessoais TV a cabo ou streaming: qual opção mais econômica?

TV a cabo ou streaming: qual opção mais econômica?

5
(1)

O que é melhor para você: TV a cabo ou streaming? Para tomar essa decisão é preciso avaliar qual dos serviços é mais econômico e qual atende suas expectativas.

A TV a cabo já foi o sonho de consumo dos espectadores. Foi o tempo que muitos filmes ou séries eram oferecidos de forma exclusiva nesse tipo de serviço.

Em muitos casos, a TV a cabo ainda continua atrativa. Porém, ganhou concorrentes que criaram bibliotecas recheadas de filmes e programas televisivos para assistir a qualquer hora e por diferentes dispositivos.

Esse movimento já reflete na audiência. Para se ter uma ideia, uma pesquisa da Kantar Ibope aponta que transmissões pela Netflix, YouTube, Globoplay, Amazon Prime Video e outros já ultrapassam a audiência de TV por assinatura.

TV a cabo ou streaming: o que vale mais a pena?

Uma discussão presente no núcleo familiar e de amigos é: compensa mais pagar pela TV a cabo ou streaming?

O preço nem sempre é o que mais se defende pelos usuários desses serviços, principalmente aqueles que gostam de conteúdos ao vivo. Ainda assim, em período de pandemia o preço é colocado na balança.

Se optar pelo Streaming, há suas vantagens sobre a TV por assinatura. A que de longe mais interessa os usuários da Netflix, por exemplo, é a facilidade para o cancelamento de adesões sem fidelidade e a possibilidade de pagar valores baixos pelo serviço.

Na TV por assinatura há várias vantagens. Alguns serviços oferecem, além de filmes e programas de entretenimento, programas ao vivo de interesse popular, como o telejornalismo, reality shows e partidas de futebol.

Os conteúdos são recebidos em alta definição sem dependência da internet e também há a possibilidade em algumas operadoras de acessar canais de streaming pelo plano que você paga, o caso do HBO GO.

O que mais combina com o seu perfil?

Sobre as possibilidades, vale observar que os serviços de streaming são uma alternativa para quem não fica muito em casa e não assiste à TV.

Ou mesmo pessoas que até ficam em casa, mas que não se interessam por conteúdos ao vivo. Eles também têm a vantagem de ser um serviço por demanda, ou seja, você assiste o conteúdo que quer, a hora que quiser.

Por outro lado, se você é um fã de esportes ou gosta de assistir conteúdos sempre com alta definição, pode compensar mais ter um plano de TV por assinatura.

Quanto custa?

Pois bem, para ter uma programação tão completa quanto a oferecida pela TV a cabo, a média de custos seria de mais de R$ 300. E, ainda assim, você não teria tudo.

Veja a seguir a conta em que foram incluídos os planos mais completos das principais plataformas de streaming ativas no mercado brasileiro.

Netflix: R$ 45,90
HBO GO: R$ 34,90
Telecine Play: R$ 37,90
Globoplay: R$ 19,90
Amazon: R$ 14,90
Looke: R$25,90
NetMovies: R$ 18,90
MUBI: R$27,90
OLDFlix: R$12,90
Philos docs: R$14,90
EI Plus: R$ 13,90 (contrato anual) ou R$ 19,90 (mensal)
DAZN: R$37.90
Disney +: R$ 27,92

TOTAL: R$ 322,72.

TV a cabo ou streaming
A escolha entre TV a cabo ou streaming deve ser feita a partir da necessidade de cada usuário

Lembrando que, nessa conta, não foi incluída a plataforma Apple TV+ (que tem conteúdos exclusivos). Mas as demais incluídas na soma contam com opções exclusivas para todos os segmentos de conteúdo.

Sem falar que ainda é possível adquirir de forma opcional serviços de TV paga por streaming, para quem não quer deixar de ter parte da programação tradicional, especialmente os eventos esportivos ao vivo.

Ou seja, essa conta pode ficar ainda mais cara.

Agora, verificando a relação custo benefício, com R$ 305,80 você pode assinar o pacote mais completo da Vivo, com os canais Telecine e HBO incluídos.

Na Oi, você pode contratar um combo com internet, telefone e canais à parte. E, nos dois casos, você ainda recebe um troco.

Na NET/Claro, por R$ 319,98, você pode contratar um combo de TV, internet e telefone móvel, com canais à la carte. Na SKY, você também consegue contratar o pacote mais completo da operadora, com direito a pontos adicionais.

Os valores foram consultados no mês de novembro de 2020.

Portanto, no final das contas, o mais importante é o que você quer assistir, e qual é o seu perfil de uso. A escolha deve ser bem estudada para que você receba aquilo que deseja na programação, com a melhor relação custo benefício possível.

Leia também: como cortar gastos e economizar no final do mês!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui