Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

15 marcas mais valiosas do mundo em 2019

Escrito por: Rafael Massadar em 18 de novembro de 2019

A Apple está no topo da lista das marcas mais valiosas do mundo no ano de 2019. É o que aponta o levantamento da consultoria Interbrand.

Este é o sétimo ano consecutivo que a empresa dos Estados Unidos lidera o ranking “Marcas Globais Mais Valiosas”. A empresa teve um acréscimo de 9% no seu valor, chegando a ser avaliada em mais de US$ 234 bilhões.

Retrospectiva 2018
Apple lidera marcas mais valiosas do mundo em 2019

Assim como no ano passado, o Google permanece na segunda posição. Enquanto a Amazon completa o pódio na terceira colocação.

O ranking é feito a partir de estudos que analisam o desempenho financeiro dos produtos ou serviços da marca. Além do papel que ela desempenha nas decisões de compra e sua força competitiva.

++ Marcas mais valiosas do Brasil somam US$ 70 bilhões

As 15 marcas mais valiosas

1 – Apple – US$ 234,241 bilhões
2 – Google – US$ 167,713 bilhões
3 – Amazon – US$ 125,263 bilhões
4 – Microsoft – US$ 108,847 bilhões
5 – Coca-Cola – US$ 63,365 bilhões
6 – Samsung – US$ 61,098 bilhões
7 – Toyota – US$ 56,246 bilhões
8 – Mercedes-Benz – US$ 50,832 bilhões
9 – McDonald’s – US$ 45,362 bilhões
10 – Disney – US$ 44,352 bilhões
11 – BMW – US$ 41,440 bilhões
12 – IBM – US$ 40,381 bilhões
13 – Intel – US$ 40,197 bilhões
14 – Facebook – US$ 39,857 bilhões
15 – Cisco – US$ 35,559 bilhões

Empresas de tecnologia dominam a lista

As marcas tecnológicas e eletrônicas representam metade do valor de todas as 10 primeiras posições da lista de marcas mais valiosas do mundo.

As três marcas que entraram pela primeira vez na lista são de tecnologia: Dell (63º), Uber (87º) e LinkedIn (98º).

No entanto, o relatório destaca que mesmo com a predominância do setor de tecnologia, são as marcas de varejo e luxo que têm crescido na maior velocidade.

Outro ranking sobre marcas valiosas

De acordo com o ranking BrandZ, a Amazon é a marca mais valiosa do mundo.

As aquisições inteligentes levaram a empresa a ter novos fluxos de receita, diz a BrandZ . O que, segundo ela, permitiram que a Amazon acelerasse continuamente o crescimento do valor da sua marca.

Com um crescimento de 52% no valor da marca em relação ao ano anterior, chegando a US$ 315,5 bilhões, a Amazon está à frente de duas gigantes. A Apple (USD$309,5 bilhões) e o Google (USD$309,0 bilhões).

Ambas com um aumento de 3% e 2%, respectivamente, para acabar com o domínio de 12 anos dos gigantes da tecnologia.

No Top 10, o Facebook permaneceu no número 6. Enquanto, pela primeira vez, o Alibaba superou a Tencent e se tornou a marca chinesa mais valiosa.

A gigante chinesa subiu dois lugares. Pulou para o 7º e crescendo mais de 16% para USD$131,2 bilhões.

A Tencent caiu três posições para a oitava. Com um decrescimento de 27%, para USD$130,9 bilhões em relação ao ano anterior.

Xiaomi surpreende na lista da Fortune

A gigante chinesa Xiaomi entrou para a lista “Global 500” ocupando a posição de número 468 no ranking da renomada revista Fortune.

Claro que a empresa ainda está longe de outras concorrentes como Apple (10º posição) e Samsung (15º).

No entanto, a entrada da chinesa na lista pode ser explicada pela sua expansão mundial e liderança no mercado indiano de smartphones.

A Xiaomi precisou de apenas nove anos para entrar para a lista Fortune Global 500.

Além de ocupar a posição 468 em nível mundial, a Fortune também elencou a Xiaomi como uma das maiores empresas da China (53º lugar).

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

13º salário
Dicas para economizar no supermercado
Economia brasileira
Aumentos salariais em 2019
13° salário