InícioNotíciasFinanças PessoaisO que são bandeiras na conta de luz? Entenda!

O que são bandeiras na conta de luz? Entenda!

3
(2)

O que são as bandeiras na conta de luz? Entender como esse sistema funciona é fundamental para economizar, principalmente em momentos como o atual, em que o país enfrenta uma crise hídrica que resulta no aumento dessas contas.

Você pode não ter muita familiaridade com as bandeiras, mas desde 2015 elas aparecem nas contas de energia de quase todo o Brasil. A única exceção é o Estado de Roraima, que não faz parte do Sistema Interligado Nacional. 

fileira de lâmpadas
Entender as bandeiras tarifárias na conta de luz na conta de luz pode ajudar a economizar

As bandeiras tarifárias  — que são verde, amarela e vermelha — foram criadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A seguir, veja como entender cada uma delas na sua conta de luz.

Como funcionam as bandeiras tarifárias na conta de luz?

O objetivo das bandeiras é mostrar ao consumidor se a conta de luz virá com acréscimo ou não devido a utilização das termelétricas. Mas o que isso significa? Vamos ao exemplo:

Suponha que no mês de janeiro houve pouca chuva e o nível dos reservatórios das hidrelétricas caiu. Com isso, a produção de energia também diminuiu, correto?

Para neutralizar esses impactos, o governo aciona as usinas termelétricas. Mas elas são mais caras que as hidrelétricas e, normalmente, movidas a carvão, gás ou óleo diesel.

Quando aparece na conta de luz a bandeira amarela ou vermelha, isso quer dizer que a energia será gerada com esse custo a mais, o qual será repassado ao consumidor.

Em 2021 isso está acontecendo. Por causa da crise hídrica e da queda do nível dos reservatórios de hidrelétricas, a conta de luz terá uma taxa extra ainda mais elevada em julho.

Sendo assim, o sistema das bandeiras foi criado para “financiar” os custos maiores na produção de energia, antecipando a receita das distribuidoras.

De acordo com a Aneel, as bandeiras tarifárias deixam o sistema de energia mais transparente, informando e dando a possibilidade do consumidor economizar quando as termelétricas precisam ser acionadas.

Ou seja, a bandeira tarifária está diretamente vinculada ao seu consumo de energia.

Veja o que significa cada cor das bandeiras tarifárias

Agora que você já sabe como funcionam as bandeiras e por que elas são aplicadas, chegou a hora de entender a cor de cada uma. Vamos lá?

Para ficar mais fácil, lembre-se que as bandeiras funcionam como um semáforo. Veja o exemplo a seguir: 

–> Verde: pode avançar. As condições são favoráveis para geração de energia. Ou seja, a tarifa não sofre nenhum tipo de acréscimo.

–> Amarela: sinal de alerta. Portanto, dê uma freada! As condições de geração são menos favoráveis. Isso significa que os custos estão aumentando.

–> Vermelha: alerta máximo! A bandeira vermelha mostra que o valor para gerar energia está mais alto. Além disso, é dividida em patamar 1 e 2, que apresentam preços diferentes.

+ Programa Tarifa social oferece desconto na conta de luz

Crise hídrica vai aumentar conta de luz em julho

Crise hídrica é como tem sido chamada a falta de água para abastecimento humano em grandes cidades brasileiras.

Acontece que chegou o período de estiagem na maior parte do país e os reservatórios que concentram algumas das principais hidrelétricas estão sofrendo esvaziamento.

Com isso, a produção energética se torna mais difícil e cara. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a escassez de chuvas para a geração de energia é a pior em 91 anos.

O resultado disso é o aumento da bandeira tarifária vermelha patamar 2, anunciado no último dia 29 de junho. Na prática, é uma alta de 5,45% na conta de julho, se comparada com junho.

A cobrança passou de R$6,24 para R$9,49 a cada 100 kWh consumidos, uma alta de 52%.

A Aneel informou que o acionamento além do previsto de usinas termelétricas para garantir o fornecimento de energia em 2021 vai custar R$9 bilhões aos consumidores. De janeiro a abril deste ano, o uso emergencial dessas usinas já custou R$4,3 bilhões.

Como evitar as bandeiras na conta de luz?

Não dá para evitar os gastos com as bandeiras tarifárias na sua conta de energia. Mesmo que você tente gastar menos nos meses em que a situação dos reservatórios está mais crítica, o acréscimo ainda constará.

Mas é possível, sim, reduzir os custos da conta de energia com alguns cuidados no dia a dia. E algumas dessas medidas são simples, como:

  • diminua o tempo no banho;
  • não use sempre o chuveiro elétrico no quente. Pois quanto mais quente ele estiver, mais energia gastará;
  • nada de ficar abrindo a geladeira toda hora, viu? Abra somente quando necessário e pegue tudo de uma vez;
  • tire os aparelhos da tomada, mesmo aqueles que ficam em stand-by;
  • se for possível, aproveite a luz do dia. Assim, você não precisa ficar ligando todas as lâmpadas;
  • ao sair de um cômodo, apague as luzes;
  • use lâmpadas LED.

Além dessas medidas citadas, há outras ações que você pode tomar para economizar na sua conta de luz. Se você tem ar condicionado, por exemplo, só ligue quando for realmente necessário.

Viu, só? Agora você já sabe o que significam as bandeiras tarifárias na sua conta de luz. Simples, não é? É possível frear o consumo quando a bandeira mudar.

O que você achou do nosso texto sobre as bandeiras na conta de luz? Compartilhe nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a dominarem o assunto!

O que achou disso?

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui