Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioCriptomoedaAtualização da rede Cardano: o que é e o que muda

    Atualização da rede Cardano: o que é e o que muda

    5
    (1)

    A rede da criptomoeda Cardano está passando por atualizações e as novidades estão prestes a serem lançadas. A previsão é que até o dia 1º de outubro ocorra a ativação da “Alonzo”, rede programada para o criptoativo.

    Publicidade

    E de acordo com os especialistas do mercado, todas essas atualizações podem fazer com que o blockchain atinja o auge das suas capacidades. 

    Mas se você pensa que são somente os especialistas que estão ansiosos por essa mudança, está enganado. A atualização do Cardano também é aguardada pela introdução das funcionalidades dos smart contracts à rede.

    + Staking de criptomoedas: descubra o que é e como funciona?

    E o que são esses smart contracts? Também conhecidos como contratos inteligentes, são os códigos computacionais que se executam automaticamente a partir do cumprimento de condições pré-definidas.

    Conheça cada fase de atualização do Cardano

    Para entender melhor como vai funcionar a atualização da criptomoeda você precisa conhecer as etapas desse processo. O plano de ação é dividido em seis fases ou “eras” e, cada uma delas tem como foco expandir a funcionalidade da rede.

    Publicidade

    E para te ajudar a ficar por dentro de todo esse processo, trouxemos cada etapa da atualização do Cardano. Confira!

    -> Byron: ela configura o código fundamental da Cardano. Será permitido que cada usuário negocie a ADA, moeda em que o nome e é uma homenagem à programadora revolucionária Ada Lovelace, e minere a criptomoeda com o algoritmo de consenso da prova de participação (PoS).

    -> Shelley: aqui o foco será em descentralizar a rede ao configurar iniciativas para que os usuários hospedem seus próprios nós. O principal objetivo é ter certeza de que os nós ou computadores individuais sejam rodados por um grupo diverso de participantes da rede, em vez de um pequeno grupo centralizado de usuários.

    -> Goguen: ele apresenta as capacidades da rede para smart contracts, permitindo que desenvolvedores criem aplicativos descentralizados (dApps) na Cardano.

    -> Basho: será aprimorada a performance estrutural da rede para que seja possível processar mais transações. Essa era também introduz cadeias secundárias, que seriam uma forma de escalonar a rede utilizando múltiplos blockchains.

    Publicidade

    -> Voltaire: adiciona um sistema de votação e tesouraria para governança autossuficiente. Os usuários poderão fazer o stake de seus fundos de forma a influenciar o desenvolvimento futuro na rede.

    Vale ressaltar que a rede está finalizando a segunda fase. Nela foi adicionado um grande número de funcionalidades para a rede, como o protocolo de prova de participação (PoS) conhecido como “Ouroboros”. 

    fileiras de criptomoedas e várias espalhadas ao lado com gráfico ao fundo
    A rede do Cardano está passando por atualizações

    Além de um esquema de incentivo e delegação que vai recompensar os participantes e funciona como um melhor suporte para hard wallets, as carteiras digitais que armazenam criptomoedas offline.

    Fases do Alonzo


    Além disso, é importante dizer também que o “Alonzo”, a rede do Cardano, também será dividida em três fases, sendo elas:

    • Alonzo Blue (azul)
    • Alonzo White (branco)
    • Alonzo Purple (roxo)

    E tem mais. Depois da purple, existem ainda duas outras fases menores, chamadas de: “Alonzo Red (vermelho)” e “Alonzo Black (preto)”. Elas ajudam adicionando mais usuários para a rede de testes, além de identificar bugs que podem precisar de conserto.

    Publicidade

    Cardano supera Bitcoin após alta histórica

    As últimas semanas foram muito boas para o Cardano, que com sua atualização cada vez mais próxima conquistou mais de 38% de ganhos. Os números são surpreendentes. E, assim, a moeda caiu no “gosto do povo”.

    Segundo especialistas, a expectativa é de que ela chegue a atingir US$3 em um curto prazo.

    Com tantas conquistas recentes, o Cardano começou a ganhar muita visibilidade nas redes sociais. E, por isso, ultrapassou o Bitcoin em menções no twitter. Essa informação é com base em um levantamento realizado pela Santiment, empresa de métricas e análises de dados do mercado de criptomoedas.

    O aumento no engajamento da moeda nas redes sociais começou na penúltima semana de agosto, quando a moeda foi bastante citada em comentários e publicações com os termos “Cardano” e “ADA”.

    Este conteúdo lhe foi útil? Então continue lendo e descubra se é possível e como minerar Cardano.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioCriptomoedaAtualização da rede Cardano: o que é e o que muda

    Atualização da rede Cardano: o que é e o que muda

    5
    (1)

    A rede da criptomoeda Cardano está passando por atualizações e as novidades estão prestes a serem lançadas. A previsão é que até o dia 1º de outubro ocorra a ativação da “Alonzo”, rede programada para o criptoativo.

    Publicidade

    E de acordo com os especialistas do mercado, todas essas atualizações podem fazer com que o blockchain atinja o auge das suas capacidades. 

    Mas se você pensa que são somente os especialistas que estão ansiosos por essa mudança, está enganado. A atualização do Cardano também é aguardada pela introdução das funcionalidades dos smart contracts à rede.

    + Staking de criptomoedas: descubra o que é e como funciona?

    E o que são esses smart contracts? Também conhecidos como contratos inteligentes, são os códigos computacionais que se executam automaticamente a partir do cumprimento de condições pré-definidas.

    Conheça cada fase de atualização do Cardano

    Para entender melhor como vai funcionar a atualização da criptomoeda você precisa conhecer as etapas desse processo. O plano de ação é dividido em seis fases ou “eras” e, cada uma delas tem como foco expandir a funcionalidade da rede.

    Publicidade

    E para te ajudar a ficar por dentro de todo esse processo, trouxemos cada etapa da atualização do Cardano. Confira!

    -> Byron: ela configura o código fundamental da Cardano. Será permitido que cada usuário negocie a ADA, moeda em que o nome e é uma homenagem à programadora revolucionária Ada Lovelace, e minere a criptomoeda com o algoritmo de consenso da prova de participação (PoS).

    -> Shelley: aqui o foco será em descentralizar a rede ao configurar iniciativas para que os usuários hospedem seus próprios nós. O principal objetivo é ter certeza de que os nós ou computadores individuais sejam rodados por um grupo diverso de participantes da rede, em vez de um pequeno grupo centralizado de usuários.

    -> Goguen: ele apresenta as capacidades da rede para smart contracts, permitindo que desenvolvedores criem aplicativos descentralizados (dApps) na Cardano.

    -> Basho: será aprimorada a performance estrutural da rede para que seja possível processar mais transações. Essa era também introduz cadeias secundárias, que seriam uma forma de escalonar a rede utilizando múltiplos blockchains.

    Publicidade

    -> Voltaire: adiciona um sistema de votação e tesouraria para governança autossuficiente. Os usuários poderão fazer o stake de seus fundos de forma a influenciar o desenvolvimento futuro na rede.

    Vale ressaltar que a rede está finalizando a segunda fase. Nela foi adicionado um grande número de funcionalidades para a rede, como o protocolo de prova de participação (PoS) conhecido como “Ouroboros”. 

    fileiras de criptomoedas e várias espalhadas ao lado com gráfico ao fundo
    A rede do Cardano está passando por atualizações

    Além de um esquema de incentivo e delegação que vai recompensar os participantes e funciona como um melhor suporte para hard wallets, as carteiras digitais que armazenam criptomoedas offline.

    Fases do Alonzo


    Além disso, é importante dizer também que o “Alonzo”, a rede do Cardano, também será dividida em três fases, sendo elas:

    • Alonzo Blue (azul)
    • Alonzo White (branco)
    • Alonzo Purple (roxo)

    E tem mais. Depois da purple, existem ainda duas outras fases menores, chamadas de: “Alonzo Red (vermelho)” e “Alonzo Black (preto)”. Elas ajudam adicionando mais usuários para a rede de testes, além de identificar bugs que podem precisar de conserto.

    Publicidade

    Cardano supera Bitcoin após alta histórica

    As últimas semanas foram muito boas para o Cardano, que com sua atualização cada vez mais próxima conquistou mais de 38% de ganhos. Os números são surpreendentes. E, assim, a moeda caiu no “gosto do povo”.

    Segundo especialistas, a expectativa é de que ela chegue a atingir US$3 em um curto prazo.

    Com tantas conquistas recentes, o Cardano começou a ganhar muita visibilidade nas redes sociais. E, por isso, ultrapassou o Bitcoin em menções no twitter. Essa informação é com base em um levantamento realizado pela Santiment, empresa de métricas e análises de dados do mercado de criptomoedas.

    O aumento no engajamento da moeda nas redes sociais começou na penúltima semana de agosto, quando a moeda foi bastante citada em comentários e publicações com os termos “Cardano” e “ADA”.

    Este conteúdo lhe foi útil? Então continue lendo e descubra se é possível e como minerar Cardano.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?