Mais
    InícioNotíciasEconomiaComo se inscrever para receber o Auxílio Brasil?

    Como se inscrever para receber o Auxílio Brasil?

    5
    (1)

    O governo federal já está pagando as parcelas de R$400 do Auxílio Brasil, programa que substituiu o Bolsa Família. Mas mesmo quem não recebia o antigo programa, pode se inscrever para receber o novo benefício.

    Acontece que a base de beneficiários foi ampliada, agora pessoas com renda um pouco maior e com filhos de até 21 anos também estão incluídas.

    Têm direito ao benefício atual todas as famílias com renda per capita (por pessoa) de até R$200 mensais.

    Além disso, o grupo familiar deve ter em sua composição: gestantes, mães que amamentam ou crianças/ jovens de 0 a 21 anos.

    Mas no caso de jovens com idade entre 18 e 21 anos, é preciso que eles estejam matriculados no ensino básico. Do contrário, não terão direito.

    Quem já recebia o antigo Bolsa Família foi automaticamente inserido no programa. Mas os demais precisam estar inscritos no CadÚnico para ter direito.

    Como fazer inscrição para o Auxílio Brasil?

    O Auxílio Brasil requer que a família esteja inscrita no CadÚnico. Se a família já tem o cadastro, basta checar se os dados estão atualizados.

    Se a família ainda não está inscrita no CadÚnico, então um cadastro deve ser feito presencialmente, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou em postos de atendimento do CadÚnico.

    Um membro da família, chamado de Responsável pela Unidade Familiar, se encarregará de fazer a inscrição. Essa pessoa deve:

    • ter, pelo menos, 16 anos
    • possuir CPF
    • ter título de eleitor
    • ser preferencialmente uma mulher (não havendo mulher que atenda aos requisitos acima, pode ser um homem)

    No caso de indígenas, será necessário ainda o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RAIN). A apresentação de CPF e de título de eleitor pode ser dispensada para, mas algum outro documento de identificação, entre os citados anteriormente, deve ser levado.

    Como atualizar o CadÚnico?

    Se a família já está inscrita no CadÚnico, mas os dados estão desatualizados, é necessário atualizá-los para receber o Auxílio Brasil.

    Isso pode ser feito diretamente pelo celular, por meio do aplicativo Meu CadÚnico. É possível consultar um manual de uso no site do Governo com todo o passo a passo.

    Se a sua família teve mudanças de endereço, telefone, estado civil, de renda mensal ou em caso de nascimento, adoção ou falecimento, o cadastro deve ser atualizado o mais rápido possível.

    A falta de atualização leva à exclusão do registro no CadÚnico depois de quatro anos. Por isso todos os anos o Governo Federal revisa os dados e chama o responsável pela família com informações desatualizadas para corrigir a situação.

    + Seguro-desemprego: saiba se quem recebe tem direito recebe o Auxílio Brasil
    + MEI pode receber o Auxílio Brasil? Confira o que dizem as regras!

    E essa é uma regra, já que no momento da inscrição no CadÚnico, o responsável se compromete a atualizar os dados a cada dois anos, no máximo.

    Homem usa aplicativo do Auxílio Brasil
    Beneficiários do Auxílio Brasil devem estar com os dados em dia no CadÚnico

    Calendário de pagamento do Auxílio Brasil

    Os depósitos do Auxílio Brasil são realizados de acordo com número do final do NIS do beneficiário. Confira o calendário de pagamentos em 2022:

    FINAL DO NISJANFEVMARABRMAIJUNJULAGOSETOUTNOVDE
    1181418141817181819181712
    2191521181920191920191813
    3201622192021202221202114
    4211723202322212322212215
    5241824222423222423242316
    6252125252524252526252419
    7262228262627262627262520
    8272329272728272928272821
    9282430283029283029282922
    0312531293130293130313023

    Fonte: Ministério da Cidadania

    O beneficiário poderá realizar o saque em até 120 dias após a data indicada no calendário.

    Gostou do nosso conteúdo? Confira agora quais as diferenças entre o Bolsa Família e o Auxílio Brasil.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    5 COMENTÁRIOS

    1. isto gue eles foi uma maravilha para todos brasileiros da para bota a alimentação no platô de muita gente muito bom o brigado pela condição águal nos concedem

      • Oi, Andressa! Tudo bem?
        Qualquer família cuja renda mensal por pessoa seja de até R$200 pode receber. Além disso, é preciso ter filhos de até 21 anos, gestantes ou mães amamentando. No artigo, confira a descrição de cada um dos benefícios do programa para saber se você se encaixa em algum dos perfis.

    2. Boa tarde tudo bem .. meu cadastro esta atualizado no Cadunico e eu nao recebo o auxilio brasil.. pois recebia em 2018 como trabalahei em 3 meses foi bloqueado… em 2019 fiquei dessemprega e estou ate hoje,, como faço para voltar a ter direito ao beneficio . Ja fuino CRAS eles disseram que eu tenho q esperar pra ver se volto a ter direito.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaComo se inscrever para receber o Auxílio Brasil?

    Como se inscrever para receber o Auxílio Brasil?

    5
    (1)

    O governo federal já está pagando as parcelas de R$400 do Auxílio Brasil, programa que substituiu o Bolsa Família. Mas mesmo quem não recebia o antigo programa, pode se inscrever para receber o novo benefício.

    Acontece que a base de beneficiários foi ampliada, agora pessoas com renda um pouco maior e com filhos de até 21 anos também estão incluídas.

    Têm direito ao benefício atual todas as famílias com renda per capita (por pessoa) de até R$200 mensais.

    Além disso, o grupo familiar deve ter em sua composição: gestantes, mães que amamentam ou crianças/ jovens de 0 a 21 anos.

    Mas no caso de jovens com idade entre 18 e 21 anos, é preciso que eles estejam matriculados no ensino básico. Do contrário, não terão direito.

    Quem já recebia o antigo Bolsa Família foi automaticamente inserido no programa. Mas os demais precisam estar inscritos no CadÚnico para ter direito.

    Como fazer inscrição para o Auxílio Brasil?

    O Auxílio Brasil requer que a família esteja inscrita no CadÚnico. Se a família já tem o cadastro, basta checar se os dados estão atualizados.

    Se a família ainda não está inscrita no CadÚnico, então um cadastro deve ser feito presencialmente, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou em postos de atendimento do CadÚnico.

    Um membro da família, chamado de Responsável pela Unidade Familiar, se encarregará de fazer a inscrição. Essa pessoa deve:

    • ter, pelo menos, 16 anos
    • possuir CPF
    • ter título de eleitor
    • ser preferencialmente uma mulher (não havendo mulher que atenda aos requisitos acima, pode ser um homem)

    No caso de indígenas, será necessário ainda o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RAIN). A apresentação de CPF e de título de eleitor pode ser dispensada para, mas algum outro documento de identificação, entre os citados anteriormente, deve ser levado.

    Como atualizar o CadÚnico?

    Se a família já está inscrita no CadÚnico, mas os dados estão desatualizados, é necessário atualizá-los para receber o Auxílio Brasil.

    Isso pode ser feito diretamente pelo celular, por meio do aplicativo Meu CadÚnico. É possível consultar um manual de uso no site do Governo com todo o passo a passo.

    Se a sua família teve mudanças de endereço, telefone, estado civil, de renda mensal ou em caso de nascimento, adoção ou falecimento, o cadastro deve ser atualizado o mais rápido possível.

    A falta de atualização leva à exclusão do registro no CadÚnico depois de quatro anos. Por isso todos os anos o Governo Federal revisa os dados e chama o responsável pela família com informações desatualizadas para corrigir a situação.

    + Seguro-desemprego: saiba se quem recebe tem direito recebe o Auxílio Brasil
    + MEI pode receber o Auxílio Brasil? Confira o que dizem as regras!

    E essa é uma regra, já que no momento da inscrição no CadÚnico, o responsável se compromete a atualizar os dados a cada dois anos, no máximo.

    Homem usa aplicativo do Auxílio Brasil
    Beneficiários do Auxílio Brasil devem estar com os dados em dia no CadÚnico

    Calendário de pagamento do Auxílio Brasil

    Os depósitos do Auxílio Brasil são realizados de acordo com número do final do NIS do beneficiário. Confira o calendário de pagamentos em 2022:

    FINAL DO NISJANFEVMARABRMAIJUNJULAGOSETOUTNOVDE
    1181418141817181819181712
    2191521181920191920191813
    3201622192021202221202114
    4211723202322212322212215
    5241824222423222423242316
    6252125252524252526252419
    7262228262627262627262520
    8272329272728272928272821
    9282430283029283029282922
    0312531293130293130313023

    Fonte: Ministério da Cidadania

    O beneficiário poderá realizar o saque em até 120 dias após a data indicada no calendário.

    Gostou do nosso conteúdo? Confira agora quais as diferenças entre o Bolsa Família e o Auxílio Brasil.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?