Mais
    InícioNotíciasEconomiaEntenda as diferenças entre o Auxílio Brasil e o Bolsa Família

    Entenda as diferenças entre o Auxílio Brasil e o Bolsa Família

    5
    (1)

    O Governo Federal criou o programa Auxílio Brasil com o intuito de substituir o Bolsa Família. O objetivo deste novo benefício é bem parecido com o que já está em vigor. Então, o que muda? De cara já se sabe que a estrutura será diferente de como conhecemos no momento.

    Para quem não sabe, o Bolsa Família foi criado em 2004 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele é voltado para famílias que estão em condição de pobreza, que contam com renda mensal, por pessoa de no máximo, de R$178. Além de quem está em extrema pobreza, que a renda per capita de até R$89.

    E o Auxílio Brasil também vai atender essas famílias, porém o benefício sofrerá algumas mudanças e não será totalmente igual ao que já existe.

    Quais são as principais diferenças entre o Auxílio Brasil e Bolsa Família 

    Como você já viu acima, ambos os programas beneficiam as famílias de extrema pobreza e de pobreza. Mas quais são as diferenças entre eles? É o que você vai descobrir agora!

    Para começar, o Bolsa Família tem como requisito que a família tenha ao menos uma criança ou adolescente com idade de até 17 anos ou uma gestante.

    Já o Auxílio Brasil vai ampliar um pouco o benefício, podendo solicitar às famílias pobres com gestantes ou que que tenham jovens com até 21 anos incompletos. Mas atenção: é preciso que os jovens estejam matriculados no Ensino Básico.

    Além disso, ambos os programas dão mais benefícios para as famílias que possuem crianças e adolescentes em sua composição. Porém, o Auxílio Brasil dá uma prioridade maior para a primeira infância.

    Mão masculina segura cartão do Bolsa Família
    O Auxílio Brasil terá mudanças em relação ao Bolsa Família

    E como ele vai funcionar? O novo programa prevê que as famílias que tenham crianças de até três anos incompletos terão um benefício exclusivo. Mas vale ressaltar que o valor a ser pago ainda não foi definido. E isso é válido para todos os benefícios que vão integrar o Auxílio Brasil. 

    Outra informação que ainda não foi definida pelo Governo Federal é o limite de renda para que as famílias sejam consideradas de extrema pobreza e de pobreza. Porém, o que já se sabe é que existe a intenção de elevar o valor médio.

    Atualmente, o valor médio da transferência de renda é de aproximadamente R$200. O novo valor deverá chegar perto dos R$300. 

    Conheça a abrangência e orçamento dos benefícios?

    Outro ponto que pode te ajudar a diferenciar os benefícios Bolsa Família e Auxílio Brasil é a abrangência, além, é claro, do orçamento que é destinado para ambos. Você sabe o quanto o governo investe para cada um?

    No Bolsa Família, de acordo com o Governo Federal, neste mês mais de 14,28 milhões de famílias receberam o benefício. Ele tem mais predominância na Região Nordeste.

    Quanto ao orçamento destinado, o Bolsa Família tem uma verba de R$35 bilhões a serem gastos por ano. Já no Auxílio Brasil, a expectativa é de que atinja um orçamento de mais de R$50 bilhões, anualmente.

    + Novo Bolsa Família: saiba tudo sobre a reforma no programa social

    Além disso, no Auxílio Brasil, a MP enviada pelo governo ao Congresso não traz os detalhamentos sobre o seu financiamento. Mas, o presidente da República, Jair Bolsonaro, já disse que deve haver um reajuste de, no mínimo, 50% do valor médio do ticket pago pelo programa, atualmente de R$192.

    O Ministério da Cidadania informou que a estimativa é que o governo defina o montante até setembro para começar a distribuí-lo em novembro. O Governo Federal também estuda ampliar o número de famílias que serão beneficiadas.

    + Como fazer a consulta pública do Bolsa Família pelo NIS e CPF

    Confira a lista de benefícios que estão previstos no Auxílio Brasil

    O Auxílio Brasil ainda precisa ser finalizado, com sua criação de acordo com a Medida Provisória nº 1.061. E, para quem não sabe, ela poderá trazer quase dez novos benefícios, sendo eles:

    • Benefício Primeira Infância
    • Benefício Composição Familiar
    • Benefício de Superação da Extrema Pobreza
    • Auxílio Esporte Escolar
    • Bolsa de Iniciação Científica Júnior
    • Auxílio Criança Cidadã
    • Auxílio Inclusão Produtiva Rural
    • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana
    • Benefício Compensatório de Transição

    Conhece alguém que se enquadra em algum desses benefícios citados acima e explicados no início do artigo? Então compartilhe para que saibam das mudanças e novidades!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaEntenda as diferenças entre o Auxílio Brasil e o Bolsa Família

    Entenda as diferenças entre o Auxílio Brasil e o Bolsa Família

    5
    (1)

    O Governo Federal criou o programa Auxílio Brasil com o intuito de substituir o Bolsa Família. O objetivo deste novo benefício é bem parecido com o que já está em vigor. Então, o que muda? De cara já se sabe que a estrutura será diferente de como conhecemos no momento.

    Para quem não sabe, o Bolsa Família foi criado em 2004 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele é voltado para famílias que estão em condição de pobreza, que contam com renda mensal, por pessoa de no máximo, de R$178. Além de quem está em extrema pobreza, que a renda per capita de até R$89.

    E o Auxílio Brasil também vai atender essas famílias, porém o benefício sofrerá algumas mudanças e não será totalmente igual ao que já existe.

    Quais são as principais diferenças entre o Auxílio Brasil e Bolsa Família 

    Como você já viu acima, ambos os programas beneficiam as famílias de extrema pobreza e de pobreza. Mas quais são as diferenças entre eles? É o que você vai descobrir agora!

    Para começar, o Bolsa Família tem como requisito que a família tenha ao menos uma criança ou adolescente com idade de até 17 anos ou uma gestante.

    Já o Auxílio Brasil vai ampliar um pouco o benefício, podendo solicitar às famílias pobres com gestantes ou que que tenham jovens com até 21 anos incompletos. Mas atenção: é preciso que os jovens estejam matriculados no Ensino Básico.

    Além disso, ambos os programas dão mais benefícios para as famílias que possuem crianças e adolescentes em sua composição. Porém, o Auxílio Brasil dá uma prioridade maior para a primeira infância.

    Mão masculina segura cartão do Bolsa Família
    O Auxílio Brasil terá mudanças em relação ao Bolsa Família

    E como ele vai funcionar? O novo programa prevê que as famílias que tenham crianças de até três anos incompletos terão um benefício exclusivo. Mas vale ressaltar que o valor a ser pago ainda não foi definido. E isso é válido para todos os benefícios que vão integrar o Auxílio Brasil. 

    Outra informação que ainda não foi definida pelo Governo Federal é o limite de renda para que as famílias sejam consideradas de extrema pobreza e de pobreza. Porém, o que já se sabe é que existe a intenção de elevar o valor médio.

    Atualmente, o valor médio da transferência de renda é de aproximadamente R$200. O novo valor deverá chegar perto dos R$300. 

    Conheça a abrangência e orçamento dos benefícios?

    Outro ponto que pode te ajudar a diferenciar os benefícios Bolsa Família e Auxílio Brasil é a abrangência, além, é claro, do orçamento que é destinado para ambos. Você sabe o quanto o governo investe para cada um?

    No Bolsa Família, de acordo com o Governo Federal, neste mês mais de 14,28 milhões de famílias receberam o benefício. Ele tem mais predominância na Região Nordeste.

    Quanto ao orçamento destinado, o Bolsa Família tem uma verba de R$35 bilhões a serem gastos por ano. Já no Auxílio Brasil, a expectativa é de que atinja um orçamento de mais de R$50 bilhões, anualmente.

    + Novo Bolsa Família: saiba tudo sobre a reforma no programa social

    Além disso, no Auxílio Brasil, a MP enviada pelo governo ao Congresso não traz os detalhamentos sobre o seu financiamento. Mas, o presidente da República, Jair Bolsonaro, já disse que deve haver um reajuste de, no mínimo, 50% do valor médio do ticket pago pelo programa, atualmente de R$192.

    O Ministério da Cidadania informou que a estimativa é que o governo defina o montante até setembro para começar a distribuí-lo em novembro. O Governo Federal também estuda ampliar o número de famílias que serão beneficiadas.

    + Como fazer a consulta pública do Bolsa Família pelo NIS e CPF

    Confira a lista de benefícios que estão previstos no Auxílio Brasil

    O Auxílio Brasil ainda precisa ser finalizado, com sua criação de acordo com a Medida Provisória nº 1.061. E, para quem não sabe, ela poderá trazer quase dez novos benefícios, sendo eles:

    • Benefício Primeira Infância
    • Benefício Composição Familiar
    • Benefício de Superação da Extrema Pobreza
    • Auxílio Esporte Escolar
    • Bolsa de Iniciação Científica Júnior
    • Auxílio Criança Cidadã
    • Auxílio Inclusão Produtiva Rural
    • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana
    • Benefício Compensatório de Transição

    Conhece alguém que se enquadra em algum desses benefícios citados acima e explicados no início do artigo? Então compartilhe para que saibam das mudanças e novidades!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?