Mais
    InícioNotíciasEmpreendedorismoB2B: saiba o que é e quais suas vantagens e características

    B2B: saiba o que é e quais suas vantagens e características

    5
    (1)

    O mundo do empreendedorismo pode conter algumas siglas e jargões diferentes, que nem sempre conhecemos com tanta facilidade. Um deles é o termo ‘B2B’, muito utilizado nesse meio.

    Se você é uma das pessoas que coça a cabeça ao ouvir algo assim, essa matéria vai te ajudar a entender o que é B2B. Além disso, veremos quais são suas vantagens e principais características. Vamos lá?

    O que é B2B?

    Indo direto ao ponto, podemos dizer que o B2B é um modelo de negócios.

    Sendo assim, nesse modelo as empresas fazem negócios com outras empresas. Isso pode ser explicado pela sigla, uma vez que B2B significa Bussiness to Bussiness.

    Para que o conceito seja entendido de forma mais produtiva, veja abaixo alguns exemplos de negócios B2B:

    • Empresa de consultoria em design gráfico que presta serviços para uma empresa de T.I;
    • Negócio focado em produção de materiais hospitalares que atendem instituições de saúde privadas;
    • Produtora de matéria-prima para a produção de insumos de empresas do ramo alimentício.

    O termo é um contraste ao modelo B2C, em que obtemos a ideia de Bussiness to Costumer, em que o foco do negócio são clientes, ou o que podemos chamar de pessoa física.

    Assim como no contexto anterior, vejamos alguns exemplos de negócios B2C:

    • Restaurantes;
    • Lojas de roupas, brinquedos e eletrodomésticos;
    • Cinemas;
    • Shoppings e etc.
    mulher sentado trabalhando como freela
    O B2B é o modelo de negócios em que acontece o comércio entre empresas

    A diferença de B2B para B2C

    A diferença do modelo de negócio B2B para B2C vai além do que se tem como cliente. Na verdade, os impactos dessa mudança geram atributos diferentes para cada modalidade.

    Em primeiro lugar, o tempo de compra no modelo B2B é bem maior que no B2C. Além disso, a jornada é bem mais complexa, visto que as aquisições também apresentam um outro grau de subjetividade.

    O que nos leva a entender que o ticket médio dessas operações também costuma ser bem maior quando comparadas a vendas em um modelo B2C.

    A relação comercial também tende a ser mais certeira e duradoura, visto que houve todo um processo e investimento para que o negócio acontecesse.

    Além de que, no modelo B2B, os produtos costumam ser mais específicos, então as empresas preferem focar em um fornecedor específico.

    Dessa maneira: dada uma negociação bem feita, aquela relação comercial possui a capacidade de perdurar por muito tempo.

    As vantagens e desvantagens do modelo de negócios

    O modelo B2B, como já podemos ver no tópico acima, possui muitas vantagens. Entre elas, podemos destacar as três maiores:

    Constância no perfil de cliente

    Pense em você e nas suas necessidades. Você ainda compra suas roupas nas mesmas lojas que comprava há dois anos? Escuta as mesmas músicas? Usa o mesmo serviço de operadora? Aposto que respondeu ‘não’ para pelo menos uma das perguntas.

    Isso é absolutamente normal, as pessoas mudam e suas necessidades e gostos também. Isso pode acontecer em pouquíssimo tempo e é nisso que apresenta a vantagem de ter uma empresa como cliente: essas mudanças são bem menores e menos recorrentes.

    Ou seja, não é preciso ficar sempre se adaptando e buscando estratégias para conquistar novos clientes.

    Recorrência e fidelidade de contrato

    Como dissemos acima, um cliente B2B possui uma longa relação comercial com as empresas que possui negócios. Acaba sendo uma via de mão-dupla para ambos os lados.

    Assim, o negócio não fica a mercê de uma demanda de clientela específica. Logo, os gastos e necessidades daquele empreitada podem ser melhor mensurados, pois as entradas são fixas e acontecem em uma frequência que já conhecida.

    No que se refere a uma possível desvantagem, dependendo do retorno que se espera, é possível apontar o fato que é de bastante impacto nesse modelo de negócio:

    Complexidade no processo de compra

    Já sabemos que o processo de compra no modelo B2B é bem mais complexo em relação ao B2C.

    Isso acontece porque existe um produto mais caro e impactante em jogo e, consequemente, esse processo incluirá mais participantes ativos na tomada de decisão.

    Então, pode acontecer de uma empresa mobilizar grandes esforços, em amplas frentes, e acabar não conseguindo realizar uma venda.

    O impacto, entretanto, é menor do que aquele cliente que simplesmente desiste de levar aquela blusa e a deixa no caixa no momento do pagamento.

    Então, é como frequentemente dizemos: não existe modelo pior ou melhor, existe aquele que se adapte melhor às intenções que temos quando pensamos em empreender.

    Curtiu o conteúdo? Quer entender mais sobre assuntos desse tipo? Fique de olho aqui no site que você seguirá bem-informado sobre esses temas.

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Isabella Mercedes
    Isabella Mercedes
    Estudante de Letras que tem muita curiosidade por tudo o que tem a ver com Tecnologia e Inovação. Cria da Baixada Fluminense e vascaína de coração. Adora suspense policial, mas a maior paixão de todas é escrever: seja sobre finanças ou sobre qualquer outra coisa.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEmpreendedorismoB2B: saiba o que é e quais suas vantagens e características

    B2B: saiba o que é e quais suas vantagens e características

    5
    (1)

    O mundo do empreendedorismo pode conter algumas siglas e jargões diferentes, que nem sempre conhecemos com tanta facilidade. Um deles é o termo ‘B2B’, muito utilizado nesse meio.

    Se você é uma das pessoas que coça a cabeça ao ouvir algo assim, essa matéria vai te ajudar a entender o que é B2B. Além disso, veremos quais são suas vantagens e principais características. Vamos lá?

    O que é B2B?

    Indo direto ao ponto, podemos dizer que o B2B é um modelo de negócios.

    Sendo assim, nesse modelo as empresas fazem negócios com outras empresas. Isso pode ser explicado pela sigla, uma vez que B2B significa Bussiness to Bussiness.

    Para que o conceito seja entendido de forma mais produtiva, veja abaixo alguns exemplos de negócios B2B:

    • Empresa de consultoria em design gráfico que presta serviços para uma empresa de T.I;
    • Negócio focado em produção de materiais hospitalares que atendem instituições de saúde privadas;
    • Produtora de matéria-prima para a produção de insumos de empresas do ramo alimentício.

    O termo é um contraste ao modelo B2C, em que obtemos a ideia de Bussiness to Costumer, em que o foco do negócio são clientes, ou o que podemos chamar de pessoa física.

    Assim como no contexto anterior, vejamos alguns exemplos de negócios B2C:

    • Restaurantes;
    • Lojas de roupas, brinquedos e eletrodomésticos;
    • Cinemas;
    • Shoppings e etc.
    mulher sentado trabalhando como freela
    O B2B é o modelo de negócios em que acontece o comércio entre empresas

    A diferença de B2B para B2C

    A diferença do modelo de negócio B2B para B2C vai além do que se tem como cliente. Na verdade, os impactos dessa mudança geram atributos diferentes para cada modalidade.

    Em primeiro lugar, o tempo de compra no modelo B2B é bem maior que no B2C. Além disso, a jornada é bem mais complexa, visto que as aquisições também apresentam um outro grau de subjetividade.

    O que nos leva a entender que o ticket médio dessas operações também costuma ser bem maior quando comparadas a vendas em um modelo B2C.

    A relação comercial também tende a ser mais certeira e duradoura, visto que houve todo um processo e investimento para que o negócio acontecesse.

    Além de que, no modelo B2B, os produtos costumam ser mais específicos, então as empresas preferem focar em um fornecedor específico.

    Dessa maneira: dada uma negociação bem feita, aquela relação comercial possui a capacidade de perdurar por muito tempo.

    As vantagens e desvantagens do modelo de negócios

    O modelo B2B, como já podemos ver no tópico acima, possui muitas vantagens. Entre elas, podemos destacar as três maiores:

    Constância no perfil de cliente

    Pense em você e nas suas necessidades. Você ainda compra suas roupas nas mesmas lojas que comprava há dois anos? Escuta as mesmas músicas? Usa o mesmo serviço de operadora? Aposto que respondeu ‘não’ para pelo menos uma das perguntas.

    Isso é absolutamente normal, as pessoas mudam e suas necessidades e gostos também. Isso pode acontecer em pouquíssimo tempo e é nisso que apresenta a vantagem de ter uma empresa como cliente: essas mudanças são bem menores e menos recorrentes.

    Ou seja, não é preciso ficar sempre se adaptando e buscando estratégias para conquistar novos clientes.

    Recorrência e fidelidade de contrato

    Como dissemos acima, um cliente B2B possui uma longa relação comercial com as empresas que possui negócios. Acaba sendo uma via de mão-dupla para ambos os lados.

    Assim, o negócio não fica a mercê de uma demanda de clientela específica. Logo, os gastos e necessidades daquele empreitada podem ser melhor mensurados, pois as entradas são fixas e acontecem em uma frequência que já conhecida.

    No que se refere a uma possível desvantagem, dependendo do retorno que se espera, é possível apontar o fato que é de bastante impacto nesse modelo de negócio:

    Complexidade no processo de compra

    Já sabemos que o processo de compra no modelo B2B é bem mais complexo em relação ao B2C.

    Isso acontece porque existe um produto mais caro e impactante em jogo e, consequemente, esse processo incluirá mais participantes ativos na tomada de decisão.

    Então, pode acontecer de uma empresa mobilizar grandes esforços, em amplas frentes, e acabar não conseguindo realizar uma venda.

    O impacto, entretanto, é menor do que aquele cliente que simplesmente desiste de levar aquela blusa e a deixa no caixa no momento do pagamento.

    Então, é como frequentemente dizemos: não existe modelo pior ou melhor, existe aquele que se adapte melhor às intenções que temos quando pensamos em empreender.

    Curtiu o conteúdo? Quer entender mais sobre assuntos desse tipo? Fique de olho aqui no site que você seguirá bem-informado sobre esses temas.

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?