Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEconomiaTaxa de juros do cartão de crédito atinge 306,2% ao ano

    Taxa de juros do cartão de crédito atinge 306,2% ao ano

    0
    (0)

    Após queda em fevereiro, os juros do cartão de crédito voltaram a subir em março. Dados do Banco Central apontam que a taxa média do chamado cliente regular, que paga o mínimo de 15% da fatura dentro do prazo regular, variou de 295,1% ao ano em fevereiro para 306,2% em março.

    Publicidade

    Esses números são relacionados ao famoso rotativo, que é a linha de crédito pré-aprovada no cartão e inclui também saques feitos na função crédito do meio de pagamento.

    Já a taxa do parcelado do cartão saiu de 167,1% para 167,6%. Para o cliente não regular, que não fez nem o pagamento mínimo, a taxa foi de 356,8% no mês passado, contra 352,2% em fevereiro.

    Juros do cartão de crédito: maior vilão do endividamento

    A pandemia do coronavírus afetou não só o setor de serviços e comércio, mas teve impacto, também, no bolso das famílias brasileiras. Sem recursos, diminuição de renda e o aumento no desemprego, formas alternativas de crédito estão sendo mais utilizadas pelas famílias.

    De acordo com pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), no mês de março houve uma alta de 0,6% em comparação com o mês de fevereiro. É o quarto mês seguido de aumento nas dívidas, que afetam 67% da população brasileira.

    Seu maior vilão são os juros do cartão de crédito, que afeta 80,3% das famílias com dívidas, indicando que cada vez mais as pessoas estão usando esse método no dia a dia.

    Publicidade

    Outras linhas de crédito também sobem

    Não foi só os juros do cartão de crédito que aumentaram. No geral, a taxa média de juros no crédito livre subiu de 28,1% ao ano em fevereiro para 28,6% ao ano em março.

    Para as pessoas físicas, a taxa média de juros no crédito livre aumentou de 40,1% para 41,0% ao ano de fevereiro para março, enquanto para as pessoas jurídicas seguiu em 13,8%.

    Entre as principais linhas de crédito livre para a pessoa física, destaque para o cheque especial, cuja taxa caiu de 124,9% ao ano para 121,0% ao ano de fevereiro para março. No crédito pessoal, a taxa passou de 33,2% para 33,7% ao ano.

    papel com cálculos e várias anotações e uma calculadora
    Não atrasar o pagamento da fatura é uma das maneiras de fugir dos juros do cartão de crédito

    Dicas para não perder o controle financeiro

    A primeira dica para não ter problemas com os juros do cartão de crédito é manter sua organização financeira em dia. Ou seja, planejamento e organização são fundamentais para quem não deseja gastar mais do que pode.

    Lembre-se que o pagamento à vista quase sempre é a melhor opção para quem não quer se endividar ou perder o controle dos gastos no cartão de crédito. E, que as compras por impulso costumam ser as piores vilãs de quem possui cartão de crédito e costuma utilizá-lo com frequência.

    Publicidade

    Caso mesmo assim não consiga resolver seu problema, negocie o pagamento da anuidade com a operadora do seu cartão. Muitas vezes, é possível conquistar excelentes descontos ou até mesmo a isenção da anuidade.

    Por fim, avalie os cartões disponíveis no mercado. Geralmente, ao solicitar um cartão, você precisa selecionar o seu perfil financeiro e o banco mostra o cartão mais indicado para você.

    Além disso, já que você deseja controlar o cartão de crédito, uma boa saída é buscar por aqueles com anuidade gratuita. Além disso, que oferecem benefícios para você.

    Esse artigo te ajudou? Veja como usar com sabedoria o cartão de crédito

    O que achou disso?

    Publicidade

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaTaxa de juros do cartão de crédito atinge 306,2% ao ano

    Taxa de juros do cartão de crédito atinge 306,2% ao ano

    0
    (0)

    Após queda em fevereiro, os juros do cartão de crédito voltaram a subir em março. Dados do Banco Central apontam que a taxa média do chamado cliente regular, que paga o mínimo de 15% da fatura dentro do prazo regular, variou de 295,1% ao ano em fevereiro para 306,2% em março.

    Publicidade

    Esses números são relacionados ao famoso rotativo, que é a linha de crédito pré-aprovada no cartão e inclui também saques feitos na função crédito do meio de pagamento.

    Já a taxa do parcelado do cartão saiu de 167,1% para 167,6%. Para o cliente não regular, que não fez nem o pagamento mínimo, a taxa foi de 356,8% no mês passado, contra 352,2% em fevereiro.

    Juros do cartão de crédito: maior vilão do endividamento

    A pandemia do coronavírus afetou não só o setor de serviços e comércio, mas teve impacto, também, no bolso das famílias brasileiras. Sem recursos, diminuição de renda e o aumento no desemprego, formas alternativas de crédito estão sendo mais utilizadas pelas famílias.

    De acordo com pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), no mês de março houve uma alta de 0,6% em comparação com o mês de fevereiro. É o quarto mês seguido de aumento nas dívidas, que afetam 67% da população brasileira.

    Seu maior vilão são os juros do cartão de crédito, que afeta 80,3% das famílias com dívidas, indicando que cada vez mais as pessoas estão usando esse método no dia a dia.

    Publicidade

    Outras linhas de crédito também sobem

    Não foi só os juros do cartão de crédito que aumentaram. No geral, a taxa média de juros no crédito livre subiu de 28,1% ao ano em fevereiro para 28,6% ao ano em março.

    Para as pessoas físicas, a taxa média de juros no crédito livre aumentou de 40,1% para 41,0% ao ano de fevereiro para março, enquanto para as pessoas jurídicas seguiu em 13,8%.

    Entre as principais linhas de crédito livre para a pessoa física, destaque para o cheque especial, cuja taxa caiu de 124,9% ao ano para 121,0% ao ano de fevereiro para março. No crédito pessoal, a taxa passou de 33,2% para 33,7% ao ano.

    papel com cálculos e várias anotações e uma calculadora
    Não atrasar o pagamento da fatura é uma das maneiras de fugir dos juros do cartão de crédito

    Dicas para não perder o controle financeiro

    A primeira dica para não ter problemas com os juros do cartão de crédito é manter sua organização financeira em dia. Ou seja, planejamento e organização são fundamentais para quem não deseja gastar mais do que pode.

    Lembre-se que o pagamento à vista quase sempre é a melhor opção para quem não quer se endividar ou perder o controle dos gastos no cartão de crédito. E, que as compras por impulso costumam ser as piores vilãs de quem possui cartão de crédito e costuma utilizá-lo com frequência.

    Publicidade

    Caso mesmo assim não consiga resolver seu problema, negocie o pagamento da anuidade com a operadora do seu cartão. Muitas vezes, é possível conquistar excelentes descontos ou até mesmo a isenção da anuidade.

    Por fim, avalie os cartões disponíveis no mercado. Geralmente, ao solicitar um cartão, você precisa selecionar o seu perfil financeiro e o banco mostra o cartão mais indicado para você.

    Além disso, já que você deseja controlar o cartão de crédito, uma boa saída é buscar por aqueles com anuidade gratuita. Além disso, que oferecem benefícios para você.

    Esse artigo te ajudou? Veja como usar com sabedoria o cartão de crédito

    O que achou disso?

    Publicidade

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?