Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisCarteiras virtuais: saiba o que são e quais as principais

    Carteiras virtuais: saiba o que são e quais as principais

    0
    (0)

    Carteiras virtuais é um termo que vem sendo muito falado ultimamente. E talvez você já o tenha escutado da seguinte forma: “Wallet”. 

    Publicidade

    Para quem não sabe, ambos os termos são muito comuns, conhecidos principalmente por quem está começando a se interessar pelas criptomoedas.

    Se você quer investir nessas moedas digitais, precisa saber que existem vários tipos de carteiras que podem ser utilizadas para guardar os criptoativos. E entre tantas opções, as mais usadas são as carteiras virtuais.

    Isso acontece porque elas são mais práticas. Mas assim como tudo que tem os seus benefícios, também há desvantagem. Ela não tem tanta segurança quanto as outras opções de carteiras físicas. 

    É por esse motivo que ao optar pelas carteiras virtuais é necessário ter atenção redobrada. Mas afinal, o que são e quais são as principais carteiras? É o que você vai ver durante este artigo!

    Descubra o que são as carteiras virtuais

    Se você está perdido e quer começar a investir em criptomoedas, precisa saber o que são as carteiras virtuais. Então, vamos a explicação: elas são softwares utilizados para guardar diferentes moedas virtuais.

    Publicidade

    Além disso, essas carteiras funcionam por meio de aplicativos e programas de computadores. Elas  também podem ser usadas de forma totalmente online, como quando você usa uma corretora para custodiar as moedas.

    homem de óculos usando computador em uma montagem com símbolos do Bitcoin
    É preciso pesquisar sobre as carteiras virtuais antes de você contratar uma para guardar seus criptoativos

    E qual é a vantagem dessa carteira? Como já falamos acima, a praticidade oferecida é a principal delas.  Outro benefício é que a maioria das plataformas contam com uma interface simples, o que acaba facilitando as operações de recebimento e transferências de moedas.

    Vale ressaltar que as carteiras que estão ligadas diretamente a corretoras permitem que você até mesmo participe deste mercado com uma maior facilidade.

    Mas as carteiras virtuais são realmente seguras?

    Essa é uma dúvida muito comum e que todo investidor precisa ter. Quem guarda as moedas nas carteiras virtuais, precisa estar atento à segurança das plataformas. E, por isso, é preciso avaliar diversos pontos antes de escolher uma carteira.

    Mas é claro que você consegue encontrar diversos soft wallets, que são as carteiras em software. Isso reforça ainda mais a importância de pesquisar antes de escolher uma carteira.

    Publicidade

    Até porque, se você usa um software que não seja confiável, pode acabar caindo em um golpe.  E outro fator que pode te ajudar a ter mais segurança das carteiras virtuais é entender que elas são mais vulneráveis a diferentes ataques.

    + Real Digital: o que já se sabe sobre a moeda digital brasileira

    É muito importante que você não se esqueça que todo ambiente digital pode conter vírus e ataques cibernéticos, que tem como objetivo roubar os seus dados.

    Sabendo disso tudo, uma boa wallet ou corretora confiável, são as que oferecem mais segurança para você investir nas criptomoedas e armazená-las de forma satisfatória. 

    Quais são as principais e como funcionam?

    Agora que você já sabe o que é e viu sobre a segurança delas, precisa conhecer as principais. Mas será que existem vários tipos ou apenas um modelo variado?

    Publicidade

    Primeiro, você precisa compreender que existem carteiras virtuais que podem ser instaladas no computador, no celular ou usada diretamente no seu navegador. E em cada uma existem vantagens de níveis de seguranças diferenciados.

    + É possível investir em criptomoedas sem comprá-las diretamente?

    O que você precisa mesmo entender é que existem divisões entre o uso dessas carteiras. Mas, como assim divisão?

    No mundo das criptomoedas, por exemplo, você vai encontrar o conceito de Carteira Fria (ou Cold Wallet) e Carteira de Negociação (ou Hot Wallet). Em cada uma você vai encontrar um objetivo diferente.

    Agora, entenda como funciona cada uma:

    Carteira virtual Cold Wallet

    Esta é uma carteira offline, que não exige a necessidade da conexão com internet para ser utilizada. Geralmente, é aqui que os investidores guardam a maior parte dos Bitcoins e Altcoins, com uma forma de reserva de valor.

    Mas você precisa ficar atento a todos os detalhes, características e critérios. Isso porque quanto mais seguro for, melhor e mais benefícios chegarão até você.

    + Como se prevenir de roubo de criptomoedas

    Ainda é recomendado por especialistas se pesquisar muito, conhecer e até mesmo pedir ajuda antes de começar a usar uma carteira virtual. Isso porque o processo pode parecer simples, mas você não pode deixar escapar nenhum detalhe e correr o risco de sair no prejuízo.

    Carteira virtual Hot Wallet

    A carteira Hot Wallet geralmente é aquela usada para negociação, ou até mesmo uma arbitragem e demais operações ligadas diretamente com os seus criptoativos. Ela é praticamente o oposto da de cima.

    Para você entender melhor e ficar mais habituado, o fato de guardar o dinheiro diretamente em uma corretora já é capaz de poder chamá-la de Hot Wallet. Ela tem a necessidade de haver uma conexão com internet para ser acessada.

    Gostou do conteúdo? Então continue lendo sobre criptomoedas no FinanceOne, que traz tudo sobre o mercado financeiro de forma completa e atualizada.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Juliana Favorito
    Juliana Favorito
    Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisCarteiras virtuais: saiba o que são e quais as principais

    Carteiras virtuais: saiba o que são e quais as principais

    0
    (0)

    Carteiras virtuais é um termo que vem sendo muito falado ultimamente. E talvez você já o tenha escutado da seguinte forma: “Wallet”. 

    Publicidade

    Para quem não sabe, ambos os termos são muito comuns, conhecidos principalmente por quem está começando a se interessar pelas criptomoedas.

    Se você quer investir nessas moedas digitais, precisa saber que existem vários tipos de carteiras que podem ser utilizadas para guardar os criptoativos. E entre tantas opções, as mais usadas são as carteiras virtuais.

    Isso acontece porque elas são mais práticas. Mas assim como tudo que tem os seus benefícios, também há desvantagem. Ela não tem tanta segurança quanto as outras opções de carteiras físicas. 

    É por esse motivo que ao optar pelas carteiras virtuais é necessário ter atenção redobrada. Mas afinal, o que são e quais são as principais carteiras? É o que você vai ver durante este artigo!

    Descubra o que são as carteiras virtuais

    Se você está perdido e quer começar a investir em criptomoedas, precisa saber o que são as carteiras virtuais. Então, vamos a explicação: elas são softwares utilizados para guardar diferentes moedas virtuais.

    Publicidade

    Além disso, essas carteiras funcionam por meio de aplicativos e programas de computadores. Elas  também podem ser usadas de forma totalmente online, como quando você usa uma corretora para custodiar as moedas.

    homem de óculos usando computador em uma montagem com símbolos do Bitcoin
    É preciso pesquisar sobre as carteiras virtuais antes de você contratar uma para guardar seus criptoativos

    E qual é a vantagem dessa carteira? Como já falamos acima, a praticidade oferecida é a principal delas.  Outro benefício é que a maioria das plataformas contam com uma interface simples, o que acaba facilitando as operações de recebimento e transferências de moedas.

    Vale ressaltar que as carteiras que estão ligadas diretamente a corretoras permitem que você até mesmo participe deste mercado com uma maior facilidade.

    Mas as carteiras virtuais são realmente seguras?

    Essa é uma dúvida muito comum e que todo investidor precisa ter. Quem guarda as moedas nas carteiras virtuais, precisa estar atento à segurança das plataformas. E, por isso, é preciso avaliar diversos pontos antes de escolher uma carteira.

    Mas é claro que você consegue encontrar diversos soft wallets, que são as carteiras em software. Isso reforça ainda mais a importância de pesquisar antes de escolher uma carteira.

    Publicidade

    Até porque, se você usa um software que não seja confiável, pode acabar caindo em um golpe.  E outro fator que pode te ajudar a ter mais segurança das carteiras virtuais é entender que elas são mais vulneráveis a diferentes ataques.

    + Real Digital: o que já se sabe sobre a moeda digital brasileira

    É muito importante que você não se esqueça que todo ambiente digital pode conter vírus e ataques cibernéticos, que tem como objetivo roubar os seus dados.

    Sabendo disso tudo, uma boa wallet ou corretora confiável, são as que oferecem mais segurança para você investir nas criptomoedas e armazená-las de forma satisfatória. 

    Quais são as principais e como funcionam?

    Agora que você já sabe o que é e viu sobre a segurança delas, precisa conhecer as principais. Mas será que existem vários tipos ou apenas um modelo variado?

    Publicidade

    Primeiro, você precisa compreender que existem carteiras virtuais que podem ser instaladas no computador, no celular ou usada diretamente no seu navegador. E em cada uma existem vantagens de níveis de seguranças diferenciados.

    + É possível investir em criptomoedas sem comprá-las diretamente?

    O que você precisa mesmo entender é que existem divisões entre o uso dessas carteiras. Mas, como assim divisão?

    No mundo das criptomoedas, por exemplo, você vai encontrar o conceito de Carteira Fria (ou Cold Wallet) e Carteira de Negociação (ou Hot Wallet). Em cada uma você vai encontrar um objetivo diferente.

    Agora, entenda como funciona cada uma:

    Carteira virtual Cold Wallet

    Esta é uma carteira offline, que não exige a necessidade da conexão com internet para ser utilizada. Geralmente, é aqui que os investidores guardam a maior parte dos Bitcoins e Altcoins, com uma forma de reserva de valor.

    Mas você precisa ficar atento a todos os detalhes, características e critérios. Isso porque quanto mais seguro for, melhor e mais benefícios chegarão até você.

    + Como se prevenir de roubo de criptomoedas

    Ainda é recomendado por especialistas se pesquisar muito, conhecer e até mesmo pedir ajuda antes de começar a usar uma carteira virtual. Isso porque o processo pode parecer simples, mas você não pode deixar escapar nenhum detalhe e correr o risco de sair no prejuízo.

    Carteira virtual Hot Wallet

    A carteira Hot Wallet geralmente é aquela usada para negociação, ou até mesmo uma arbitragem e demais operações ligadas diretamente com os seus criptoativos. Ela é praticamente o oposto da de cima.

    Para você entender melhor e ficar mais habituado, o fato de guardar o dinheiro diretamente em uma corretora já é capaz de poder chamá-la de Hot Wallet. Ela tem a necessidade de haver uma conexão com internet para ser acessada.

    Gostou do conteúdo? Então continue lendo sobre criptomoedas no FinanceOne, que traz tudo sobre o mercado financeiro de forma completa e atualizada.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?