Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisComo abrir uma conta bancária na Europa? Confira!

    Como abrir uma conta bancária na Europa? Confira!

    4.7
    (3)

    Abrir uma conta bancária na Europa se tornou cada vez mais uma necessidade para brasileiros. E a melhor maneira é usando um banco digital.

    Publicidade

    Isso porque, em 2019, o número de pessoas que optaram por deixar o Brasil e se mudar definitivamente para o exterior aumentou consideravelmente.

    A Receita Federal diz que o quantitativo de pessoas que fizeram declaração de saída definitiva do país aumentou. Boa parte destes brasileiros foram morar em Portugal.

    Em Portugal, esse número passou de 105.423 em 2018 para 150.854 em 2019. O que representa um crescimento de 43% em um ano.

    O aumento é o terceiro consecutivo após período de queda entre 2011 e 2016. As informações são do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

    Pensando nisso, até os bancos tradicionais já se movimentaram em busca deste público.

    Publicidade

    O Itaú Unibanco anunciou que vai inaugurar um novo escritório no país neste mês, enquanto o BTG Pactual recebeu o aval do regulador local. A XP Investimentos e o Bradesco também rondam o mercado português.

    Posso abrir uma conta no exterior estando no Brasil?

    Muitos brasileiros ficam na dúvida se podem ou não abrir uma conta no exterior mesmo estando no Brasil. Se você também fica se questionando sobre isso, saiba que é sim possível abrir a conta aqui do Brasil.

    E você consegue fazer a abertura da conta em diversos países, tanto na Europa como até mesmo nos Estados Unidos. Mas é preciso estar atento e saber as regras, processos e documentos que variam de acordo com cada país e banco.  

    A primeira coisa que você precisa saber é que para abrir uma conta em outro país estando no Brasil é que você deve procurar uma conta de não-residente. 

    Mas atenção: algumas instituições exigem que o futuro cliente tenha alguma relação com o país. Um exemplo disso é Portugal, que poderá exigir que você tenha algum investimento ou estudo no país.

    Publicidade
    Homem encostado na parede mexendo no celular
    A melhor forma de abrir uma conta no exterior é por meio dos bancos digitiais

    Caso isso aconteça com você, pode valer a pena pesquisar por opções de bancos digitais. Mas em geral, os bancos tradicionais que abrem contas para não-residentes costumam exigir documentos como passaporte e o número fiscal.

    E para ter este número fiscal é necessário ter um vínculo com o país que você deseja abrir a conta. 

    Brasileiros podem ter uma conta na Europa no N26

    Brasileiros podem abrir uma conta bancária na Europa no banco N26. No entanto, precisam ser residentes no continente. Pessoas que estejam em processo de mudança também podem se cadastrar.

    É preciso informar um endereço na Europa, podendo ser alterado futuramente. O N26 é um banco online, construído para ser utilizado inteiramente através do smartphone.

    Com sede em Berlim, a empresa está autorizada a atuar pelo Banco Central Europeu e já está presente em mais de 24 países. Ou seja, como um banco online, o N26 funciona sem agências físicas.

    Publicidade

    Suas operações são feitas virtualmente, seja pelo aplicativo ou pelo site do banco.

    Cartão de débito MasterCard

    Como funciona sem agências físicas, os clientes do N26 recebem um cartão de débito de bandeira da MasterCard. Ele pode ser usado para saques em caixas eletrônicos.

    Na versão gratuita da conta bancária, cada usuário tem direito a cinco saques por mês em qualquer país da zona do Euro. Na versão Premium, o N26 You permite saques ilimitados em qualquer país do mundo.

    Para uso do cartão MasterCard como débito, em compras feitas em euros nas máquinas físicas, não há taxas cobradas. Portanto, torna o uso bem prático para quem vive na zona do Euro.

    Contudo, fora dessa região o cartão também pode ser usado regularmente sem taxas extras. Sendo cobrada apenas o valor sobre a conversão de moedas.

    Como abrir uma conta no banco?

    Ao contrário dos bancos tradicionais, o N26 reformulou sua estrutura para que todo o seu processo funcione de maneira fácil e rápida. Ou seja, uma forma fácil de abrir uma conta bancária na Europa.

    O primeiro passo é estar enquadrado nas seguintes condições:

    • Ter 18 anos ou mais;
    • Possuir um endereço em um dos países da zona do Euro ou onde o N26 já atue;
    • Ter um smartphone compatível com o aplicativo N26;
    • Ter um dos documentos permitidos para verificação (brasileiros podem usar o passaporte).

    Integração com o Transferwise

    Para envio de dinheiro em contas bancárias com saldos em moedas diferentes, o N26 funciona integrado com o Transferwise.

    O que reduz ao mínimo os custos da operação e aumenta ainda mais a velocidade com que ela ocorre. Para receber dinheiro de outras contas, o N26 fornece os dados de IBAN e BIC (Swift) para cada cliente.

    Estes números devem ser informados em sua conta no Transferwise para o processamento da transferência. Tudo muito simples.

    + TransferWise: é seguro? E como funciona?

    É necessário abrir uma conta no Transferwise para ter acesso às funcionalidades.

    Outros bancos com atuação na Europa

    1 – Revolut

    Fundado no Reino Unido em 2015, o Revolut permite abrir uma conta bancária na Europa em euros ou libras.

    A instituição possibilita transferir dinheiro para outros bancos em 26 moedas diferentes e também para outros correntistas. Além da isenção de taxas para saques de até 200 euros por mês e para pagamentos no débito.

    No entanto, também é necessário apresentar um endereço europeu para abrir sua conta nesse banco internacional digital. A conta pode ser aberta pelo computador ou pelo celular.

    Para pessoa física, é possível trabalhar em euro, dólar ou libra. A taxa de câmbio usada é a interbancária e é cobrada uma comissão para converter a moeda. O encargo fica entre 0,35% e 2%.

    2 – Monzo

    Em menos de 10 minutos você consegue abrir uma conta bancária na Europa. Contudo, assim como outros bancos online, no Monzo é preciso ter um endereço fixo, dessa vez, no Reino Unido.

    Como correntista, você tem acesso a cartões de débito e crédito, e isenção de taxas de serviços diários.

    Caso precise sacar dinheiro fora do Reino Unido, poderá retirar até 200 libras de forma gratuita. Acima disso, terá uma cobrança de 3%. Por sua vez, pagamentos, ainda que fora do país, são isentos.

    3 – Monese

    É bastante fácil abrir conta nesse banco internacional online. O Monese foi criado no Reino Unido e você precisa apenas baixar o app e seguir as instruções.

    Antes, era necessário apresentar um comprovante de residência de algum país da União Europeia. Hoje, o site em português já especifica que é desnecessário.

    Uma desvantagem é a ausência de cartão de crédito. Por outro lado, o de débito do Monese pode ser usado em qualquer lugar. Outro ponto negativo é a existência de taxas.

    A conta simples é gratuita, mas tem limites e tarifas para transferências em moedas estrangeiras. Os outros dois modelos são a clássica (4,95 euros por mês) e a premium (14,95 euros mensais).

    A única sem limites e tarifa zero para todas as recargas, transferências e saques é a última. Por outro lado, há suporte em português e você acompanha a sua conta em tempo real.

    4 – OpenBank

    O OpenBank faz muito sucesso em países como Alemanha e Portugal. Além dos benefícios da conta, o cliente ainda recebe vantagens como descontos em vários lugares.

    Denominado o maior banco da Europa e um dos melhores do mundo, o OpenBank é 100% digital e sem comissões. Ligado ao Grupo Santander, tem ativos que somam mais de 1,5 milhão de euros, segundo o site da instituição financeira.

    Um dos atrativos é a oferta de descontos para os clientes em vários lugares, como Sephora, Starbucks e Amazon Prime.

    Você ainda recebe opções de investimentos pelo robô do banco online, que vai analisar seu perfil e indicar os mais recomendados, e pode até guardar suas senhas e informações no Password Manager Databank.

    Por ser ligado ao Grupo Santander, o OpenBank oferece alguns serviços extras. Ainda assim, funciona de maneira similar às alternativas.

    Para abrir uma conta digital no OpenBank você deve residir legalmente na Alemanha, na Espanha, na Holanda ou em Portugal. Basta entrar no site, preencher seus dados, confirmar sua identidade via videochamada e baixar o app.

    Este conteúdo te ajudou? Então compartilhe-o para que mais pessoas tenham acesso a estas informações!

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisComo abrir uma conta bancária na Europa? Confira!

    Como abrir uma conta bancária na Europa? Confira!

    4.7
    (3)

    Abrir uma conta bancária na Europa se tornou cada vez mais uma necessidade para brasileiros. E a melhor maneira é usando um banco digital.

    Publicidade

    Isso porque, em 2019, o número de pessoas que optaram por deixar o Brasil e se mudar definitivamente para o exterior aumentou consideravelmente.

    A Receita Federal diz que o quantitativo de pessoas que fizeram declaração de saída definitiva do país aumentou. Boa parte destes brasileiros foram morar em Portugal.

    Em Portugal, esse número passou de 105.423 em 2018 para 150.854 em 2019. O que representa um crescimento de 43% em um ano.

    O aumento é o terceiro consecutivo após período de queda entre 2011 e 2016. As informações são do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

    Pensando nisso, até os bancos tradicionais já se movimentaram em busca deste público.

    Publicidade

    O Itaú Unibanco anunciou que vai inaugurar um novo escritório no país neste mês, enquanto o BTG Pactual recebeu o aval do regulador local. A XP Investimentos e o Bradesco também rondam o mercado português.

    Posso abrir uma conta no exterior estando no Brasil?

    Muitos brasileiros ficam na dúvida se podem ou não abrir uma conta no exterior mesmo estando no Brasil. Se você também fica se questionando sobre isso, saiba que é sim possível abrir a conta aqui do Brasil.

    E você consegue fazer a abertura da conta em diversos países, tanto na Europa como até mesmo nos Estados Unidos. Mas é preciso estar atento e saber as regras, processos e documentos que variam de acordo com cada país e banco.  

    A primeira coisa que você precisa saber é que para abrir uma conta em outro país estando no Brasil é que você deve procurar uma conta de não-residente. 

    Mas atenção: algumas instituições exigem que o futuro cliente tenha alguma relação com o país. Um exemplo disso é Portugal, que poderá exigir que você tenha algum investimento ou estudo no país.

    Publicidade
    Homem encostado na parede mexendo no celular
    A melhor forma de abrir uma conta no exterior é por meio dos bancos digitiais

    Caso isso aconteça com você, pode valer a pena pesquisar por opções de bancos digitais. Mas em geral, os bancos tradicionais que abrem contas para não-residentes costumam exigir documentos como passaporte e o número fiscal.

    E para ter este número fiscal é necessário ter um vínculo com o país que você deseja abrir a conta. 

    Brasileiros podem ter uma conta na Europa no N26

    Brasileiros podem abrir uma conta bancária na Europa no banco N26. No entanto, precisam ser residentes no continente. Pessoas que estejam em processo de mudança também podem se cadastrar.

    É preciso informar um endereço na Europa, podendo ser alterado futuramente. O N26 é um banco online, construído para ser utilizado inteiramente através do smartphone.

    Com sede em Berlim, a empresa está autorizada a atuar pelo Banco Central Europeu e já está presente em mais de 24 países. Ou seja, como um banco online, o N26 funciona sem agências físicas.

    Publicidade

    Suas operações são feitas virtualmente, seja pelo aplicativo ou pelo site do banco.

    Cartão de débito MasterCard

    Como funciona sem agências físicas, os clientes do N26 recebem um cartão de débito de bandeira da MasterCard. Ele pode ser usado para saques em caixas eletrônicos.

    Na versão gratuita da conta bancária, cada usuário tem direito a cinco saques por mês em qualquer país da zona do Euro. Na versão Premium, o N26 You permite saques ilimitados em qualquer país do mundo.

    Para uso do cartão MasterCard como débito, em compras feitas em euros nas máquinas físicas, não há taxas cobradas. Portanto, torna o uso bem prático para quem vive na zona do Euro.

    Contudo, fora dessa região o cartão também pode ser usado regularmente sem taxas extras. Sendo cobrada apenas o valor sobre a conversão de moedas.

    Como abrir uma conta no banco?

    Ao contrário dos bancos tradicionais, o N26 reformulou sua estrutura para que todo o seu processo funcione de maneira fácil e rápida. Ou seja, uma forma fácil de abrir uma conta bancária na Europa.

    O primeiro passo é estar enquadrado nas seguintes condições:

    • Ter 18 anos ou mais;
    • Possuir um endereço em um dos países da zona do Euro ou onde o N26 já atue;
    • Ter um smartphone compatível com o aplicativo N26;
    • Ter um dos documentos permitidos para verificação (brasileiros podem usar o passaporte).

    Integração com o Transferwise

    Para envio de dinheiro em contas bancárias com saldos em moedas diferentes, o N26 funciona integrado com o Transferwise.

    O que reduz ao mínimo os custos da operação e aumenta ainda mais a velocidade com que ela ocorre. Para receber dinheiro de outras contas, o N26 fornece os dados de IBAN e BIC (Swift) para cada cliente.

    Estes números devem ser informados em sua conta no Transferwise para o processamento da transferência. Tudo muito simples.

    + TransferWise: é seguro? E como funciona?

    É necessário abrir uma conta no Transferwise para ter acesso às funcionalidades.

    Outros bancos com atuação na Europa

    1 – Revolut

    Fundado no Reino Unido em 2015, o Revolut permite abrir uma conta bancária na Europa em euros ou libras.

    A instituição possibilita transferir dinheiro para outros bancos em 26 moedas diferentes e também para outros correntistas. Além da isenção de taxas para saques de até 200 euros por mês e para pagamentos no débito.

    No entanto, também é necessário apresentar um endereço europeu para abrir sua conta nesse banco internacional digital. A conta pode ser aberta pelo computador ou pelo celular.

    Para pessoa física, é possível trabalhar em euro, dólar ou libra. A taxa de câmbio usada é a interbancária e é cobrada uma comissão para converter a moeda. O encargo fica entre 0,35% e 2%.

    2 – Monzo

    Em menos de 10 minutos você consegue abrir uma conta bancária na Europa. Contudo, assim como outros bancos online, no Monzo é preciso ter um endereço fixo, dessa vez, no Reino Unido.

    Como correntista, você tem acesso a cartões de débito e crédito, e isenção de taxas de serviços diários.

    Caso precise sacar dinheiro fora do Reino Unido, poderá retirar até 200 libras de forma gratuita. Acima disso, terá uma cobrança de 3%. Por sua vez, pagamentos, ainda que fora do país, são isentos.

    3 – Monese

    É bastante fácil abrir conta nesse banco internacional online. O Monese foi criado no Reino Unido e você precisa apenas baixar o app e seguir as instruções.

    Antes, era necessário apresentar um comprovante de residência de algum país da União Europeia. Hoje, o site em português já especifica que é desnecessário.

    Uma desvantagem é a ausência de cartão de crédito. Por outro lado, o de débito do Monese pode ser usado em qualquer lugar. Outro ponto negativo é a existência de taxas.

    A conta simples é gratuita, mas tem limites e tarifas para transferências em moedas estrangeiras. Os outros dois modelos são a clássica (4,95 euros por mês) e a premium (14,95 euros mensais).

    A única sem limites e tarifa zero para todas as recargas, transferências e saques é a última. Por outro lado, há suporte em português e você acompanha a sua conta em tempo real.

    4 – OpenBank

    O OpenBank faz muito sucesso em países como Alemanha e Portugal. Além dos benefícios da conta, o cliente ainda recebe vantagens como descontos em vários lugares.

    Denominado o maior banco da Europa e um dos melhores do mundo, o OpenBank é 100% digital e sem comissões. Ligado ao Grupo Santander, tem ativos que somam mais de 1,5 milhão de euros, segundo o site da instituição financeira.

    Um dos atrativos é a oferta de descontos para os clientes em vários lugares, como Sephora, Starbucks e Amazon Prime.

    Você ainda recebe opções de investimentos pelo robô do banco online, que vai analisar seu perfil e indicar os mais recomendados, e pode até guardar suas senhas e informações no Password Manager Databank.

    Por ser ligado ao Grupo Santander, o OpenBank oferece alguns serviços extras. Ainda assim, funciona de maneira similar às alternativas.

    Para abrir uma conta digital no OpenBank você deve residir legalmente na Alemanha, na Espanha, na Holanda ou em Portugal. Basta entrar no site, preencher seus dados, confirmar sua identidade via videochamada e baixar o app.

    Este conteúdo te ajudou? Então compartilhe-o para que mais pessoas tenham acesso a estas informações!

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?