Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Como montar sua planilha de controle de vendas

Escrito por: Priscila Gomes em 18 de março de 2019

O desempenho de uma empresa é o que fará com que ela se consolide no mercado e cresça com os negócios. A planilha de controle de vendas está totalmente ligada aos resultados e é muito importante para o monitoramento do empreendimento.

O controle de vendas é um processo de fiscalização, no qual estão listados os processos de venda realizados.

Este processo colabora na gestão do negócio e pode ser feito por meio de planejamento, planilhas, inclusão de metas e elaboração de relatórios completos.

Isso ajuda a corrigir erros e alinhar resultados da empresa.

A quantidade de vendas impacta diretamente no setor financeiro, logo, afeta em como o estoque será administrado e no contato necessário com os fornecedores.

Um controle de vendas ineficaz acarreta em um rombo no negócio porque gera falta de estoque, ausência de capital de giro e demais dificuldades na administração.

É exatamente por isso que investir em ferramentas que ajudam na gestão da empresa é fundamental para o aumento da produtividade.

Quer saber mais sobre como utilizar este recurso de organização na sua empresa? Explicamos para você!

Como montar sua planilha de controle de vendas

O que uma planilha de controle de vendas deve ter?

Para que a planilha de controle de vendas seja eficaz na resolução de conflitos e diagnóstico de desempenho, é preciso que alguns elementos estejam anexados nela.

Nível de faturamento, sugestões e críticas devem ser listados, além de outros índices de controle. Veja abaixo.

#1 Total de vendas (por dia, semana e mês)

Este é o principal item da planilha de controle de vendas, já que é a soma de tudo que sai da empresa.

Caso possua uma equipe de vendedores, o ideal é acompanhar o que cada um vende, até mesmo para avaliar os métodos de venda que funcionam e os que não dão resultados.

#2 Ticket médio (cupons emitidos)

O ticket médio é o total de vendas de um período dividido pelas vendas do período anterior.

Para saber isso basta analisar os cupons fiscais da época escolhida.

Esta opção é importante para verificar o aumento ou diminuição das vendas no prazo, facilitando a inserção de técnicas para elevar o consumo dos produtos vendidos.

#3 Inclusão de metas

Quanto deseja alcançar de lucro? O dinheiro será o suficiente para manter o fluxo de caixa? Conseguirá saldar as dívidas?

É importante que na planilha de controle de vendas sejam expostas as metas para que se consiga manter equilibradas as finanças da empresa.

Para facilitar, divida a meta pelos dias de funcionamento do negócio. Dessa forma, será mais simples acompanhar os resultados do mês.

#4 Qualidade do serviço

O acompanhamento da satisfação dos clientes em relação ao serviço prestado ou produtos utilizados diz muito sobre o sucesso de uma empresa.

É interessante criar um formulário com pontos a serem avaliados pelos frequentadores do negócio. Além disso, a conversa informal também pode fazer a diferença na gestão.

Como montar sua planilha de controle de vendas

Se você já possui prática com ferramentas eletrônicas, como o Excel, montar sua planilha e administrar diariamente será mais fácil.

Para começar uma planilha no Excel, basta abrir o programa desejado e seguir os passos a seguir!

Passo 1: Abra um novo arquivo, digite “vendas” e pesquise. Dezenas de opções serão mostradas e você pode escolher a que mais se identifica com seu negócio.

Como montar sua planilha de controle de vendas

Passo 2. Após escolher, nos resultados, o modelo desejado, clique sobre ele. Uma prévia será mostrada, junto com uma descrição sobre a planilha. Caso seja a que quer, clique e espere a planilha carregar. Caso não seja este modelo, feche e volte à galeria para procurar uma mais adequada.

Como montar sua planilha de controle de vendas

Passo 3. Com a planilha aberta, entenda como funciona, delete os dados existentes e adeque de acordo com sua necessidade. Dessa forma, conseguirá analisar como os dados são inseridos e não fará nada errado.

Como montar sua planilha de controle de vendas

Por que usar tecnologia e não um caderninho

A tecnologia é uma grande aliada das empresas em diversos quesitos. Entre eles, o crescimento dos resultados e produtividade. Então, por que não utilizar este bem em prol de um negócio?

Neste sentido, softwares e planilhas são adequados porque permitem a checagem e alteração dos dados de acordo com a necessidade do empreendedor, além de garantir o cálculo correto.

Alguns sistemas, inclusive, permitem o anexo de CPF ou CNPJ para verificação de validade. Este não é o caso das planilhas, que são meios mais simples de organização.

O fato é que a planilha de controle de gastos pode facilitar – e muito – a vida de um administrador, já que é preciso inicialmente apenas preencher os relatórios com os dados semanais.

Falando nisso, este é o ideal: acrescentar diariamente ou semanalmente informações na planilha para que ela fique sempre organizada.

Nunca deixe o trabalho ser acumulado porque o tempo perdido para organização dos dados será muito maior que o indicado, fazendo com que erros possam ser mais comuns.

Os resultados de uma planilha são uteis no negócio para avaliação, modificação e até mesmo multiplicação dos resultados de um período.

Com estas dicas e modelos disponíveis gratuitamente, será possível ter melhor controle do seu negócio. Tem alguma dúvida? É só escrever nos comentários!

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Robô
máquina-de-cartão-de-crédito no celular
Dicas de planejamento financeiro para quem é autônomo
startups
máquina-de-cartão-de-crédito-para-autônomo