Mais
    InícioNotíciasEmpreendedorismoVeja como montar sua planilha de controle de vendas

    Veja como montar sua planilha de controle de vendas

    4.7
    (6)

    O desempenho de uma empresa é o que fará com que ela se consolide no mercado e cresça com os negócios. A planilha de controle de vendas está totalmente ligada aos resultados e é muito importante para o monitoramento do empreendimento!

    O controle de vendas é um processo de fiscalização, no qual estão listados os processos de venda realizados.

    Esse processo colabora na gestão do negócio e pode ser feito por meio de planejamento, planilhas, inclusão de metas e elaboração de relatórios completos.

    Além disso, isso ajuda a corrigir erros e alinhar resultados da empresa.

    A quantidade de vendas tem impacto diretamente no setor financeiro. Ou seja, afeta também em como o estoque será administrado e no contato necessário com fornecedores.

    Um controle de vendas ineficaz, por exemplo, acarreta em um rombo no negócio porque gera falta de estoque, ausência de capital de giro e demais dificuldades na administração.

    É exatamente por isso que investir em ferramentas que ajudam na gestão da empresa é fundamental para o aumento da produtividade.

    Quer saber mais sobre como utilizar esse recurso de organização na sua empresa? Explicamos para você neste texto. Confira!

    O que uma planilha de controle de vendas deve ter?

    Para que a planilha de controle de vendas seja eficaz na resolução de conflitos e diagnóstico de desempenho, é preciso que alguns elementos estejam anexados nela.

    Por isso, o nível de faturamento, sugestões e críticas pertencem a lista. Além de outros índices de controle. Confira abaixo.

    1. Total de vendas (por dia, semana e mês)

    Este é o principal item da planilha de controle de vendas, já que é a soma de tudo que sai da empresa.

    Caso possua uma equipe de vendedores, o ideal é acompanhar o que cada um vende, até mesmo para avaliar os métodos de venda que funcionam e os que não dão resultados.

    2. Ticket médio (cupons emitidos)

    Antes de mais nada, o ticket médio é o total de vendas de um período dividido pelas vendas do período anterior.

    Para saber, basta analisar os cupons fiscais da época escolhida.

    Essa opção é importante para verificar o aumento ou diminuição das vendas no prazo, facilitando a inserção de técnicas para elevar o consumo dos produtos vendidos.

    3. Inclusão de metas

    Quanto deseja alcançar de lucro? O dinheiro será suficiente para manter o fluxo de caixa? Conseguirá saldar as dívidas?

    É importante que na planilha de controle de vendas sejam expostas as metas para que se consiga manter equilibradas as finanças da empresa.

    Para facilitar, divida a meta pelos dias de funcionamento do negócio. Dessa forma, será mais simples acompanhar os resultados do mês.

    4. Qualidade do serviço

    O acompanhamento da satisfação dos clientes em relação ao serviço prestado ou produtos utilizados diz muito sobre o sucesso de uma empresa.

    É interessante criar um formulário com pontos a serem avaliados pelos frequentadores do negócio. Além disso, a conversa informal também pode fazer a diferença na gestão.

    Como montar uma planilha de controle de vendas?

    Se você já possui prática com ferramentas eletrônicas, como o Excel, montar sua planilha e administrar diariamente será mais fácil.

    Para começar uma planilha no Excel, basta abrir o programa desejado e seguir os passos a seguir!

    Passo 1: Abra um novo arquivo, digite “vendas” e pesquise. Dezenas de opções serão mostradas e você pode escolher a que mais se identifica com seu negócio.

    Como montar sua planilha de controle de vendas

    Passo 2. Após escolher o modelo desejado clique sobre ele. Uma prévia será mostrada, junto com uma descrição sobre a planilha. Caso seja a que quer, clique e espere a planilha carregar.

    Caso não seja este modelo, feche e volte à galeria para procurar uma mais adequada.

    Como montar sua planilha de controle de vendas

    Passo 3. Com a planilha aberta, entenda como funciona, delete os dados existentes e adeque de acordo com sua necessidade. Dessa forma, você analisará como os dados são inseridos e não fará nada errado.

    Como montar sua planilha de controle de vendas

    Por qual motivo usar a tecnologia e não um caderno?

    A tecnologia é uma grande aliada das empresas em diversos quesitos. Entre eles, o crescimento dos resultados e produtividade. Então, por que não utilizar esse bem em prol de um negócio?

    Nesse sentido, softwares e planilhas são adequados porque permitem a checagem e alteração dos dados de acordo com a necessidade do empreendedor, além de garantir o cálculo correto.

    Alguns sistemas, inclusive, permitem o anexo de CPF ou CNPJ para verificação de validade. Este não é o caso das planilhas, que são meios mais simples de organização.

    O fato é que a planilha de controle de gastos pode facilitar – e muito – a vida de um administrador, já que é preciso inicialmente apenas preencher os relatórios com os dados semanais.

    Falando nisso, este é o ideal: acrescentar diariamente ou semanalmente informações na planilha para que ela fique sempre organizada.

    Nunca deixe o trabalho ser acumulado porque o tempo perdido para organização dos dados será muito maior que o indicado, fazendo com que erros possam ser mais comuns.

    Os resultados de uma planilha são úteis no negócio para avaliação, modificação e até mesmo multiplicação dos resultados de um período.

    Por fim, com essas dicas e modelos disponíveis gratuitamente, será possível ter maior controle sobre o seu negócio. Por isso, não hesite e comece a colocar em prática desde já.

    Você gostou do nosso texto sobre planilha? Ficou com alguma dúvida? Então deixe um comentário neste texto e compartilhe conosco.

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 6

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    2 COMENTÁRIOS

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEmpreendedorismoVeja como montar sua planilha de controle de vendas

    Veja como montar sua planilha de controle de vendas

    4.7
    (6)

    O desempenho de uma empresa é o que fará com que ela se consolide no mercado e cresça com os negócios. A planilha de controle de vendas está totalmente ligada aos resultados e é muito importante para o monitoramento do empreendimento!

    O controle de vendas é um processo de fiscalização, no qual estão listados os processos de venda realizados.

    Esse processo colabora na gestão do negócio e pode ser feito por meio de planejamento, planilhas, inclusão de metas e elaboração de relatórios completos.

    Além disso, isso ajuda a corrigir erros e alinhar resultados da empresa.

    A quantidade de vendas tem impacto diretamente no setor financeiro. Ou seja, afeta também em como o estoque será administrado e no contato necessário com fornecedores.

    Um controle de vendas ineficaz, por exemplo, acarreta em um rombo no negócio porque gera falta de estoque, ausência de capital de giro e demais dificuldades na administração.

    É exatamente por isso que investir em ferramentas que ajudam na gestão da empresa é fundamental para o aumento da produtividade.

    Quer saber mais sobre como utilizar esse recurso de organização na sua empresa? Explicamos para você neste texto. Confira!

    O que uma planilha de controle de vendas deve ter?

    Para que a planilha de controle de vendas seja eficaz na resolução de conflitos e diagnóstico de desempenho, é preciso que alguns elementos estejam anexados nela.

    Por isso, o nível de faturamento, sugestões e críticas pertencem a lista. Além de outros índices de controle. Confira abaixo.

    1. Total de vendas (por dia, semana e mês)

    Este é o principal item da planilha de controle de vendas, já que é a soma de tudo que sai da empresa.

    Caso possua uma equipe de vendedores, o ideal é acompanhar o que cada um vende, até mesmo para avaliar os métodos de venda que funcionam e os que não dão resultados.

    2. Ticket médio (cupons emitidos)

    Antes de mais nada, o ticket médio é o total de vendas de um período dividido pelas vendas do período anterior.

    Para saber, basta analisar os cupons fiscais da época escolhida.

    Essa opção é importante para verificar o aumento ou diminuição das vendas no prazo, facilitando a inserção de técnicas para elevar o consumo dos produtos vendidos.

    3. Inclusão de metas

    Quanto deseja alcançar de lucro? O dinheiro será suficiente para manter o fluxo de caixa? Conseguirá saldar as dívidas?

    É importante que na planilha de controle de vendas sejam expostas as metas para que se consiga manter equilibradas as finanças da empresa.

    Para facilitar, divida a meta pelos dias de funcionamento do negócio. Dessa forma, será mais simples acompanhar os resultados do mês.

    4. Qualidade do serviço

    O acompanhamento da satisfação dos clientes em relação ao serviço prestado ou produtos utilizados diz muito sobre o sucesso de uma empresa.

    É interessante criar um formulário com pontos a serem avaliados pelos frequentadores do negócio. Além disso, a conversa informal também pode fazer a diferença na gestão.

    Como montar uma planilha de controle de vendas?

    Se você já possui prática com ferramentas eletrônicas, como o Excel, montar sua planilha e administrar diariamente será mais fácil.

    Para começar uma planilha no Excel, basta abrir o programa desejado e seguir os passos a seguir!

    Passo 1: Abra um novo arquivo, digite “vendas” e pesquise. Dezenas de opções serão mostradas e você pode escolher a que mais se identifica com seu negócio.

    Como montar sua planilha de controle de vendas

    Passo 2. Após escolher o modelo desejado clique sobre ele. Uma prévia será mostrada, junto com uma descrição sobre a planilha. Caso seja a que quer, clique e espere a planilha carregar.

    Caso não seja este modelo, feche e volte à galeria para procurar uma mais adequada.

    Como montar sua planilha de controle de vendas

    Passo 3. Com a planilha aberta, entenda como funciona, delete os dados existentes e adeque de acordo com sua necessidade. Dessa forma, você analisará como os dados são inseridos e não fará nada errado.

    Como montar sua planilha de controle de vendas

    Por qual motivo usar a tecnologia e não um caderno?

    A tecnologia é uma grande aliada das empresas em diversos quesitos. Entre eles, o crescimento dos resultados e produtividade. Então, por que não utilizar esse bem em prol de um negócio?

    Nesse sentido, softwares e planilhas são adequados porque permitem a checagem e alteração dos dados de acordo com a necessidade do empreendedor, além de garantir o cálculo correto.

    Alguns sistemas, inclusive, permitem o anexo de CPF ou CNPJ para verificação de validade. Este não é o caso das planilhas, que são meios mais simples de organização.

    O fato é que a planilha de controle de gastos pode facilitar – e muito – a vida de um administrador, já que é preciso inicialmente apenas preencher os relatórios com os dados semanais.

    Falando nisso, este é o ideal: acrescentar diariamente ou semanalmente informações na planilha para que ela fique sempre organizada.

    Nunca deixe o trabalho ser acumulado porque o tempo perdido para organização dos dados será muito maior que o indicado, fazendo com que erros possam ser mais comuns.

    Os resultados de uma planilha são úteis no negócio para avaliação, modificação e até mesmo multiplicação dos resultados de um período.

    Por fim, com essas dicas e modelos disponíveis gratuitamente, será possível ter maior controle sobre o seu negócio. Por isso, não hesite e comece a colocar em prática desde já.

    Você gostou do nosso texto sobre planilha? Ficou com alguma dúvida? Então deixe um comentário neste texto e compartilhe conosco.

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 6

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?