Comprar ou alugar carros: o que é melhor? | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,3630
Bitcoin R$ 31.616,95
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,975
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Comprar ou alugar carros: o que é melhor?

Comprar ou alugar carros, o que é melhor atualmente? É gasolina, estacionamento, seguro, IPVA, revisão e manutenção do veículo para incluir na lista de gastos fixos. Além do trânsito e a atenção redobrada que dirigir exige, na lista dos estresses comuns.

Por outro lado, há a garantia de conforto e liberdade para sair a qualquer hora e ir a qualquer lugar sendo dono do seu próprio carro. Não precisa depender de aluguel ou de chamar um motorista para te levar aos locais. Você pode decidir e ir, assim como em uma emergência, pode mais facilmente conseguir resolvê-la. Vai atender às suas necessidades a qualquer momento.

Os custos para manter um veículo incluem gastos fixos, como o IPVA e o seguro DPVAT, ambos obrigatórios para proprietários de veículos. Além disso, há o combustível, seja gasolina, álcool ou gás. Não esqueça que se a compra do automóvel for por um financiamento ou consórcio, há parcelas mensais, pelo menos por alguns meses e anos. A seguir, veja as vantagens e custos para ter um carro ou para alugar um veículo.

comprar ou alugar carros
Para decidir entre comprar ou alugar carros, uma série de fatores devem ser considerados

Quanto custa ter um carro?

Um dos gastos de quem compra um veículo é o IPVA. Esse é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, cobrado anualmente pelos estados e pelo Distrito Federal. Esse é um imposto que funciona como uma receita da União, Estados ou Municípios, sendo utilizado para as despesas da administração, que incluem educação, saúde, segurança, saneamento, entre outras.

O IPVA é calculado e cobrado pela Secretaria de Estado de Fazenda. A guia para pagamento é disponibilizada no site do banco Bradesco e o pagamento é de acordo com um calendário. É possível parcelar o pagamento do IPVA em até três vezes.

Outro pagamento obrigatório pelos donos de veículos é o DPVAT, seguro que indeniza vítimas de acidentes de trânsito, sejam motoristas, passageiros ou pedestres, inclusive estrangeiros. Para efetuar o pagamento, é preciso retirar o boleto no site da Seguradora Líder.

O pagamento do seguro DPVAT é em cota única ou na primeira parcela do IPVA. O não pagamento implica em algumas consequências. Caso o veículo não esteja com o DPVAT em dia, em caso de acidente, o proprietário perde o direito à cobertura do seguro.

O veículo que estiver inadimplente poderá ter problemas também com a fiscalização, já que não será devidamente licenciado. Em um acidente, o proprietário não terá direito à cobertura, porém não estará isento de ressarcir as indenizações pagas às vítimas.

Ainda há outros impostos, que envolve o licenciamento, e os gastos com manutenção. O Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) criou o Índice de Manutenção Veicular (IMV), um ranking que permite a comparação de veículos de uma mesma categoria. A relação é referente aos custos da manutenção mecânica recomendada pela montadora.

Quais as vantagens de alugar carros?

Segundo a ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis), dos 1.988.601 automóveis e veículos leves emplacados em 2016, 217.848 foram para locação. As estatísticas do aluguel de veículos apontavam uma frota regional de 22.219 no Norte, 20.309 no Centro-Oeste, 61.558 no Nordeste, 447.973 no Sudeste e 108.218 no Sul.

Entre as vantagens de alugar um carro, segundo a ABLA, estão licenciamento e emplacamento por conta da empresa, assim como gastos com seguros já vem no valor do aluguel. A manutenção é feita pelo pessoal da locadora e a assistência 24 horas também é um serviço da locadora.

Para alugar, é preciso estar com a habilitação em dia e válida. Se você quer um modelo específico, a recomendação da ABLA é procurar a locadora com antecedência. As tarifas diárias variam de acordo com a categoria do carro ou tipo de cobertura por danos causados ao veículo. Quanto maior o período de locação, é possível que as taxas diárias fiquem menores.

Outra vantagen é a opção de pagar com o cartão de crédito. Sobre o custo benefício, a associação compara o aluguel de um modelo popular a uma corrida de táxi de um aeroporto mais afastado até regiões centrais da cidade.

Melhor comprar ou alugar carros?

Se a sua necessidade é de ter um carro a disposição, pode realizar a comparação da Cesvi Brasil e analisar qual o melhor modelo. A título de curiosidade, a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), apontou os modelos mais emplacados na venda direta. No acumulado até dezembro de 2017, foram o Onix (GM), KA (Ford), Sandero (Renault), Gol (Volkswagen) e Voyage (Volkswagen).

Entre comprar ou alugar carros, é uma decisão pessoal, que precisa ser analisada caso a caso. Se você precisa de um veículo disponível a qualquer momento e quer total liberdade, ter um carro para a família pode valer a pena. Agora, se você não quer se preocupar com itens como seguro e manutenção, alugar um carro resolve o problema. Quando você aluga, pagará por tudo isso na taxa diária.







Mais lidos

Como fazer cartão de crédito pela internet
As compras com cartões de crédito são cada vez maiores. A Abecs, associação das empresas de ca...
Como escolher o seguro de vida mais adequado para você
Você já pensou o quanto um seguro de vida pode ser útil nos dias de hoje? Quando as pessoas busca...
7 livros sobre Bitcoin, Blockchain e Criptomoedas
Algumas pessoas aprendem mais lendo, outras vendo vídeos ou até mesmo escutando música. Cada um t...
FGTS inativo: quem tem direito e como sacar
Todo trabalhador brasileiro com contrato formal, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho, a ...
Férias de julho no Brasil: para onde ir?
O meio do ano está chegando e é hora de decidir onde passar as férias em família. Mesmo com algu...
Como limpar seu nome no SPC e Serasa
Seu nome está no SPC e Serasa? Muitos brasileiros estão nessa situação. Em fevereiro, 61,7 milh...




Publicidade