Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisDébito automático: descubra o que ocorre se não tiver dinheiro na conta

    Débito automático: descubra o que ocorre se não tiver dinheiro na conta

    3.4
    (25)

    Uma das alternativas de realizar o pagamento de contas é usando o débito automático em conta. Dá para fazer isso com alguns tipos de boletos, como contas de água, telefone, energias e, em alguns casos, faturas do cartão de crédito.

    De forma resumida, o débito automático permite que o valor a ser pago de determinada conta seja descontado automaticamente do saldo disponível, sem que a pessoa tenha que tomar alguma ação – seja entrando no aplicativo da instituição financeira, seja enfrentando filas para pagamentos dos boletos.

    Mas como funciona o débito automático, na prática? Vale a pena? O que acontece se não tiver dinheiro na conta? Abaixo, veja as respostas para essas e outras dúvidas.

    Como funciona o débito automático e como pedir?

    Quando temos contas mensais, como água, conta de luz, telefone, aluguel etc, precisamos todo mês realizar esse pagamento, certo? Em razão disso, o débito automático serve para você programar uma conta a ser paga na data escolhida.

    Ou seja, quando chega o dia, o valor é automaticamente debitado do saldo disponível na conta corrente, conta salário ou conta de pagamentos escolhida. 

    Mas para que o débito possa ser usado, é necessário que o titular da conta bancária autorize essa operação e peça à instituição financeira da conta onde o débito será feito.

    Vale lembrar que o titular tem o direito de cancelar essa forma de pagamento quando quiser. Além disso, o cancelamento da conta bancária também implica no cancelamento do débito automático.

    Não são todas instituição que operam com débito – e nem todas as empresas que receberão os recursos da conta são autorizadas pelo Banco Central para receber via débito automático.

    mulher com um cartão de débito e um celular na mão
    Colocar as contas em débito automático pode ser um enorme adianto. Mas saiba o que ocorre se não houver dinheiro em conta

    O que acontece se não houver dinheiro na conta?

    Ao cadastrar uma conta em débito, como explicamos, você está optando por pagá-la com cobrança direto na sua conta, todo mês. A realização do débito automático, portanto,  é condicionada à existência de saldo em conta.

    Por isso, é necessário ter o valor disponível no saldo da conta. Caso contrário, é possível que o pagamento não seja feito ou que, para quem possui esse produto disponível, seja usado parte do cheque especial.

    Além disso, não existe um horário determinado para que o débito seja feito. Ou seja, ele pode ocorrer nas 24 horas do dia escolhido.

    No entanto, na maioria das vezes em que a data para pagamento cai aos finais de semana, ele é antecipado para o último dia útil anterior. Mas isso pode variar de acordo com a instituição financeira.

    Por isso, você não deve cadastrar uma conta em débito automático e esquecer de ter saldo para realizar o pagamento.

    Além disso, faça um acompanhamento periódico da conta. Mantenha atenção à inclusão do débito nos lançamentos previstos da conta e a posterior efetivação da cobrança, que aparecerá no extrato da conta.

    Vantagens do débito automático

    Separamos as três principais vantagens desse meio de pagamento:

    • Não atrasar o pagamento da conta;
    • Não se esquecer de realizar o pagamento ou se preocupar com aquela despesa;
    • Normalmente, é uma função gratuita e sem cobranças adicionais.

    Desvantagens do débito automático

    O débito automático também pode ter as suas desvantagens – que, se não houver cuidado, podem passar despercebidas. São elas:

    • Cobranças indevidas, por exemplo, com valor errado;
    • Falta de controle financeiro: quanto mais contas você coloca no débito, mais fácil fica de se enrolar;
    • Não ter o dinheiro necessário para debitar o valor: quem não tem uma boa organização, pode correr o risco de não ter dinheiro para cobrir aquela conta no fim do mês.

      + Como saber se o Cartão Santander foi aprovado pelo banco

    Mas afinal, vale a pena utilizar o débito automático?

    Se o banco do qual você tem conta não cobra taxas pelo serviço e você não gosta de encarar longas filas para fazer o pagamento dos boletos, então vale a pena optar pelo débito automático.

    A principal dica nesse caso é que ao utilizar o serviço, verifique sempre o seu extrato, acompanhando o saldo, as datas de débito e os valores.

    Ou seja, é preciso ter alguns cuidados e atenção se você pensa em usar o débito automático – a maioria relacionada a ter um planejamento financeiro eficiente e ao acompanhamento dos seus gastos e extrato.

    Gostou deste conteúdo? Acha que ele pode ser útil para outra pessoa? Então compartilhe em suas redes sociais.

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.4 / 5. Número de votos: 25

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisDébito automático: descubra o que ocorre se não tiver dinheiro na conta

    Débito automático: descubra o que ocorre se não tiver dinheiro na conta

    3.4
    (25)

    Uma das alternativas de realizar o pagamento de contas é usando o débito automático em conta. Dá para fazer isso com alguns tipos de boletos, como contas de água, telefone, energias e, em alguns casos, faturas do cartão de crédito.

    De forma resumida, o débito automático permite que o valor a ser pago de determinada conta seja descontado automaticamente do saldo disponível, sem que a pessoa tenha que tomar alguma ação – seja entrando no aplicativo da instituição financeira, seja enfrentando filas para pagamentos dos boletos.

    Mas como funciona o débito automático, na prática? Vale a pena? O que acontece se não tiver dinheiro na conta? Abaixo, veja as respostas para essas e outras dúvidas.

    Como funciona o débito automático e como pedir?

    Quando temos contas mensais, como água, conta de luz, telefone, aluguel etc, precisamos todo mês realizar esse pagamento, certo? Em razão disso, o débito automático serve para você programar uma conta a ser paga na data escolhida.

    Ou seja, quando chega o dia, o valor é automaticamente debitado do saldo disponível na conta corrente, conta salário ou conta de pagamentos escolhida. 

    Mas para que o débito possa ser usado, é necessário que o titular da conta bancária autorize essa operação e peça à instituição financeira da conta onde o débito será feito.

    Vale lembrar que o titular tem o direito de cancelar essa forma de pagamento quando quiser. Além disso, o cancelamento da conta bancária também implica no cancelamento do débito automático.

    Não são todas instituição que operam com débito – e nem todas as empresas que receberão os recursos da conta são autorizadas pelo Banco Central para receber via débito automático.

    mulher com um cartão de débito e um celular na mão
    Colocar as contas em débito automático pode ser um enorme adianto. Mas saiba o que ocorre se não houver dinheiro em conta

    O que acontece se não houver dinheiro na conta?

    Ao cadastrar uma conta em débito, como explicamos, você está optando por pagá-la com cobrança direto na sua conta, todo mês. A realização do débito automático, portanto,  é condicionada à existência de saldo em conta.

    Por isso, é necessário ter o valor disponível no saldo da conta. Caso contrário, é possível que o pagamento não seja feito ou que, para quem possui esse produto disponível, seja usado parte do cheque especial.

    Além disso, não existe um horário determinado para que o débito seja feito. Ou seja, ele pode ocorrer nas 24 horas do dia escolhido.

    No entanto, na maioria das vezes em que a data para pagamento cai aos finais de semana, ele é antecipado para o último dia útil anterior. Mas isso pode variar de acordo com a instituição financeira.

    Por isso, você não deve cadastrar uma conta em débito automático e esquecer de ter saldo para realizar o pagamento.

    Além disso, faça um acompanhamento periódico da conta. Mantenha atenção à inclusão do débito nos lançamentos previstos da conta e a posterior efetivação da cobrança, que aparecerá no extrato da conta.

    Vantagens do débito automático

    Separamos as três principais vantagens desse meio de pagamento:

    • Não atrasar o pagamento da conta;
    • Não se esquecer de realizar o pagamento ou se preocupar com aquela despesa;
    • Normalmente, é uma função gratuita e sem cobranças adicionais.

    Desvantagens do débito automático

    O débito automático também pode ter as suas desvantagens – que, se não houver cuidado, podem passar despercebidas. São elas:

    • Cobranças indevidas, por exemplo, com valor errado;
    • Falta de controle financeiro: quanto mais contas você coloca no débito, mais fácil fica de se enrolar;
    • Não ter o dinheiro necessário para debitar o valor: quem não tem uma boa organização, pode correr o risco de não ter dinheiro para cobrir aquela conta no fim do mês.

      + Como saber se o Cartão Santander foi aprovado pelo banco

    Mas afinal, vale a pena utilizar o débito automático?

    Se o banco do qual você tem conta não cobra taxas pelo serviço e você não gosta de encarar longas filas para fazer o pagamento dos boletos, então vale a pena optar pelo débito automático.

    A principal dica nesse caso é que ao utilizar o serviço, verifique sempre o seu extrato, acompanhando o saldo, as datas de débito e os valores.

    Ou seja, é preciso ter alguns cuidados e atenção se você pensa em usar o débito automático – a maioria relacionada a ter um planejamento financeiro eficiente e ao acompanhamento dos seus gastos e extrato.

    Gostou deste conteúdo? Acha que ele pode ser útil para outra pessoa? Então compartilhe em suas redes sociais.

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.4 / 5. Número de votos: 25

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?