InícioNotíciasEmpreendedorismo11 dicas para começar um delivery do zero com sucesso

11 dicas para começar um delivery do zero com sucesso

Tempo de leitura: 6 minutos
()

Vários brasileiros mudaram seus hábitos alimentares durante a pandemia e começaram a comprar por delivery. Isso fez com o que o país se destacasse em um levantamento realziado pela Statista, empresa especializada em dados de mercado e consumidores.

De acordo com a pesquisa, o Brasil foi responsável por quase metade dos números do delivery, 48,77%. Em seguida estão México e Argentina, com 27,07% e 11,85%, respectivamente.

As previsões para 2021 são ainda melhores. Tudo indica que mais crescimento e um movimento de aproximadamente US$ 6,3 trilhões do delivery em todo o mundo até dezembro.

Afinal, os gastos com delivery cresceram 149% no último ano, segundo a Mobills, startup de gestão de finanças pessoais. A empresa analisou as despesas dos usuários com os três principais aplicativos de entregas — Rappi, Ifood e Uber Eats.

O serviço também foi o plano B para muitos brasileiros impactados pela pandemia do coronavírus. Tanto para donos de estabelecimentos que tiveram suas portas fechadas, quanto para desempregados.

Pensando nisso, o FinanceOne elaborou um material com 11 ideias essenciais para se manter funcionando nesse período instável.

Como fazer com que seu delivery seja um sucesso?

Para montar um delivery de sucesso, não basta começar a entregar comida a domicílio: é preciso planejar e organizar as operações. Confira nossas dicas:

1 – Avaliação do negócio

É preciso avaliar alguns fatores antes de abrir um negócio. O primeiro é o real interesse dos clientes. Às vezes, a proposta de um estabelecimento não combina bem com a do delivery, e os clientes preferem visitar o restaurante a receber a comida em casa.

Se a procura é homogênea. O movimento no delivery tende a ser maior nos finais de semana. Caso ele não seja vantajoso nos demais dias, você pode restringir o serviço apenas às sextas, sábados e domingos.

O retorno financeiro trazido pelo delivery. Se, em seu teste, o serviço nem ao menos se pagou, ele provavelmente não vale a pena.

2 – Planejamento financeiro

Mesmo que a intenção seja iniciar um delivery pequeno, é preciso realizar o planejamento financeiro. Usar todo o salário, acerto ou reserva de emergência em uma coisa só, não é a melhor atitude.

Por isso, certifique-se de colocar no papel tudo o que é necessário para abrir o seu negócio em casa.

3 – Estrutura

Primeiramente, é preciso ter estrutura adequada para fazer um delivery em casa. Porém, antes disso, aconselhamos fortemente que você saiba o que vai vender no seu delivery como, por exemplo:

  • Comida caseira;
  • Pizza;
  • Doces;
  • Hambúrguer.

Decidindo o produto que deverá ser vendido, pesquise sobre os materiais necessários para montar o espaço para prepará-los.

4 – Encontre fornecedores

Será necessário obter produtos e ingredientes de boa qualidade para abrir um delivery de comida de sucesso. Muitas vezes, conseguir esses produtos no mercado pode sair mais caro, ou não ter o mesmo padrão de qualidade.

O essencial é conseguir um fornecedor que ofereça ingredientes frescos e de qualidade.

5 – Organização interna

Quando você oferece a opção de delivery, precisa compreender que haverá mais trabalho em sua cozinha. Afinal, além de atender os pedidos das pessoas que foram até o local, também precisará cumprir a demanda dos pedidos para entrega.

Portanto, para que não ocorram erros e que ambas as modalidades de atendimento sejam satisfatórias, é preciso redesenhar o fluxo de trabalho da cozinha.

Para isso, estabeleça um esquema de prioridades, como uma espécie de linha de produção. Caso seja necessário, deve-se investir também na ajuda de familiares ou amigos ou na contratação de pessoal.

6 – Segurança dos alimentos

Como você já sabe, o ramo de alimentação exige uma série de cuidados no que se refere à higiene e à manipulação dos produtos. Por isso, é necessário garantir a segurança na condimentação e transporte dos itens vendidos por delivery.

As embalagens devem ser de muita qualidade, totalmente descartáveis e de fácil manipulação. Também deve ser escolhida uma opção de recipiente que garanta o transporte sem que ocorram avarias no produto entregue ao cliente.

7 – Diferencie-se da concorrência

O delivery pode ser uma verdadeira mina de ouro. Portanto, se você pretende se lançar a este mercado, saiba que a concorrência será acirrada!

Deste modo, uma das suas missões mais importantes é buscar dar ao público motivo para usar o seu serviço ao invés de ir aos concorrentes.

Brindes, descontos, compromisso com uma entrega rápida… Estude os estabelecimentos que competem com você e analise uma necessidade que eles não cobrem. Ela pode ser a oportunidade que você procurava para expandir os negócios!

imagem de um motoboy de delivery
Aliar-se aos aplicativos de entrega é uma boa saída para potencializar o alcance do seu delivery

8 – Decida a forma de entrega

Atualmente, existem aplicativos que são específicos para a entrega de comida. Cadastrar a sua empresa, mesmo que seja um delivery pequeno, é uma ótima forma de atrair olhares de consumidores que buscam algo diferente e delicioso.

Atualmente, os aplicativos mais conhecidos são o iFood, UberEats, entre outros. Além disso, os aplicativos proporcionam uma ótima possibilidade de expansão dos seus atendimentos. Dessa maneira, engloba-se uma quantidade bem maior de clientes.

9 – Fidelização de clientes

Lembre-se que o seu delivery não é exceção. Você não quer que seus clientes peçam apenas uma vez: quer que eles sejam assíduos!

O primeiro passo é, obviamente, oferecer um serviço de alto nível. Entretanto, este é só o começo: contar com um programa de fidelização é importantíssimo.

E você nem precisa ir assim tão longe! Oferecer um brinde para pedidos acima de um valor específico ou uma refeição grátis a cada dez consumidas são ações simples, mas com um efeito poderoso.

10 – Mantenha o cardápio atualizado

O cardápio é a principal ferramenta de vendas para um Delivery. Portanto, ele precisa de boas fotos e descrições detalhadas para atrair os clientes.

Lembre-se que não há problema algum em remover determinados itens do menu: você, como empresário, tem que tomar uma atitude.

O problema é parar de vender um prato e não fazer a alteração correspondente no cardápio! Novamente, é algo que pode frustrar muito o cliente.

Portanto, mantenha o menu sempre atualizado. Não custa nada! Por mais que alguns clientes possam deixar de fazer pedidos com você, você preserva a reputação do seu estabelecimento.

11- Invista em Marketing Digital e nas Redes Sociais

Para ter sucesso, os consumidores precisam saber do seu Delivery. Nada melhor do que o Marketing Digital e o Marketing nas Redes Sociais para alcançar seu público.

Por isso, aproveite todo o potencial do ambiente digital para construir presença online e, claro, para vender. Crie perfis nas principais redes sociais e cadastre seu Delivery no Google Meu Negócio.

Poste fotos, vídeos e interaja com os seus seguidores. Entretanto, faça tudo com uma qualidade satisfatória. Assim, você irá conquistar muitos clientes para o seu negócio.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos ou nas redes sociais e ajude quem vai abrir um Delivery.

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 6 minutos
Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Artigos