Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba se dívida do Fies caduca e como renegociar os valores!

    Saiba se dívida do Fies caduca e como renegociar os valores!

    3.7
    (3)

    Embora os juros do Fies sejam baixos, há um prazo para a quitação da dívida. Mas muitas pessoas ainda ficam com a seguinte questão: a dívida do Fies caduca?

    Publicidade

    Por ser um tempo muito longo de pagamentos, imprevistos acontecem e o estudante pode acabar ficando desempregado, não podendo arcar com o pagamento das parcelas.

    O que acontece se não pagar o Fies? A pessoa fica com nome sujo e vai parar no Serasa? Terá incidência nos juros? Neste texto, vamos responder a estas e outras perguntas. Boa leitura!

    Como funciona o Fies?

    O Programa de Financiamento Estudantil (Fies) foi criado pelo Governo Federal para ajudar pessoas de baixa renda a ingressarem no ensino superior.

    Com os recursos do Fies, os estudantes conseguem pagar as mensalidades de uma faculdade particular. Os juros são baixos e, em alguns casos, nem há aplicação de juros sob o financiamento.

    Além disso, o estudante só paga o financiamento depois de formado na faculdade.

    Publicidade

    Mas como no Brasil a taxa de desemprego está alta e nem sempre é fácil conseguir uma vaga no mercado de trabalho após sair da faculdade, é comum que muitos beneficiados deixem de pagar o financiamento.

    + Empréstimo estudantil: veja dicas para contratar um

    Além disso, devido a alta taxa de inadimplentes, o programa reduziu o número de vagas e, atualmente, é quase impossível conseguir o financiamento total do curso. Ou seja, 100% do financiamento.

    imagem de um capelo de formatura
    Saiba como renegociar a dívida do Fies

    Mas a dívida do Fies caduca? É possível renegociar?

    Ao contrário de outros tipos de empréstimos, a dívida do Fies não prescreve facilmente depois de cinco anos. Ou seja, após ficar cinco anos sem pagar o financiamento, o nome do inadimplente continuará no Serasa.

    Além disso, a pessoa ainda corre o risco de ter bens apreendidos e bloqueados para conseguir pagar a dívida com o Governo Federal.

    Publicidade

    No entanto, a renegociação do Fies é possível. Ou seja, se o estudante que após concluir os estudos não conseguir pagar as prestações do financiamento, conta com o direito de uma reavaliação da dívida.

    Assim, é possível propor uma nova forma de pagamento, com parcelas mais acessíveis e maior prazo para quitação.

    Os pedidos para renegociar a dívida do Fies só podem ser solicitados durante a amortização – processo de extinção de uma dívida através de pagamentos periódicos.

    Inclusive, vale informar que para o ano de 2022, o Fies está oferecendo algumas condições especiais para quitar as dívidas. Assim, delimitou um prazo para renegociação com descontos de até 92%, que começou em 7 de março e vai até 31 de agosto.

    De acordo com o MEC, para a liberação do nome das instituições de crédito, os estudantes devem pagar o valor da entrada no ato da renegociação. Ademais, o valor mínimo da prestação é R$200.

    Publicidade

    Quais critérios para renegociar a dívida do Fies?

    Para conseguir renegociar a dívida do financiamento, é necessário:

    • ter contrato formalizado até 2017;
    • ter mais de 90 dias de atraso das parcelas;
    • parcelas com valores acima de R$100;
    • o pedido deve ser feito na fase de amortização.

    Passo a passo para renegociar dívidas do Fies:

    A seguir, veja o passo a passo de como conseguir renegociar.

    1º passo: Acesse a página SisFies Aluno e preencha todos os campos necessários. Em seguida, um link de confirmação será enviado para o e-mail cadastrado;

    2º passo: Clique no link enviado para ser redirecionado para a página. Em seguida, será possível verificar todas as informações do financiamento, tais como: quantidade de parcelas a serem pagar e valor das parcelas atrasadas;

    3º passo: Nessa mesma página será possível fazer a simulação para renegociar a dívida do Fies. É permitido, por exemplo, definir qual a melhor forma de pagamento, o valor de cada parcela, entre outro;

    4º passo: Após escolher a forma de pagamento da dívida do Fies, por exemplo, basta clicar na opção “gravar”;

    5º passo: Para formalizar o pedido da renegociação, porém, o site vai disponibilizar os documentos exigidos pelo banco, que são: Documento de Regularidade para Alongamento de Amortização (DRA) e Declaração de Desistência ou Inexistência de Ação Judicial. Ambos devem ser assinados.

    Também será necessário apresentar os documentos oficiais do beneficiário na agência bancária. Portanto, os documentos são:

    • Documento de Identidade com foto – RG;
    • Cadastro de Pessoa Física – CPF;
    • Comprovante de Residência do estudante e fiador;
    • Comprovante de renda do fiador.

    Gostou do nosso texto? Acha que ele pode ser útil para alguém? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a negociarem dívida do Fies.

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba se dívida do Fies caduca e como renegociar os valores!

    Saiba se dívida do Fies caduca e como renegociar os valores!

    3.7
    (3)

    Embora os juros do Fies sejam baixos, há um prazo para a quitação da dívida. Mas muitas pessoas ainda ficam com a seguinte questão: a dívida do Fies caduca?

    Publicidade

    Por ser um tempo muito longo de pagamentos, imprevistos acontecem e o estudante pode acabar ficando desempregado, não podendo arcar com o pagamento das parcelas.

    O que acontece se não pagar o Fies? A pessoa fica com nome sujo e vai parar no Serasa? Terá incidência nos juros? Neste texto, vamos responder a estas e outras perguntas. Boa leitura!

    Como funciona o Fies?

    O Programa de Financiamento Estudantil (Fies) foi criado pelo Governo Federal para ajudar pessoas de baixa renda a ingressarem no ensino superior.

    Com os recursos do Fies, os estudantes conseguem pagar as mensalidades de uma faculdade particular. Os juros são baixos e, em alguns casos, nem há aplicação de juros sob o financiamento.

    Além disso, o estudante só paga o financiamento depois de formado na faculdade.

    Publicidade

    Mas como no Brasil a taxa de desemprego está alta e nem sempre é fácil conseguir uma vaga no mercado de trabalho após sair da faculdade, é comum que muitos beneficiados deixem de pagar o financiamento.

    + Empréstimo estudantil: veja dicas para contratar um

    Além disso, devido a alta taxa de inadimplentes, o programa reduziu o número de vagas e, atualmente, é quase impossível conseguir o financiamento total do curso. Ou seja, 100% do financiamento.

    imagem de um capelo de formatura
    Saiba como renegociar a dívida do Fies

    Mas a dívida do Fies caduca? É possível renegociar?

    Ao contrário de outros tipos de empréstimos, a dívida do Fies não prescreve facilmente depois de cinco anos. Ou seja, após ficar cinco anos sem pagar o financiamento, o nome do inadimplente continuará no Serasa.

    Além disso, a pessoa ainda corre o risco de ter bens apreendidos e bloqueados para conseguir pagar a dívida com o Governo Federal.

    Publicidade

    No entanto, a renegociação do Fies é possível. Ou seja, se o estudante que após concluir os estudos não conseguir pagar as prestações do financiamento, conta com o direito de uma reavaliação da dívida.

    Assim, é possível propor uma nova forma de pagamento, com parcelas mais acessíveis e maior prazo para quitação.

    Os pedidos para renegociar a dívida do Fies só podem ser solicitados durante a amortização – processo de extinção de uma dívida através de pagamentos periódicos.

    Inclusive, vale informar que para o ano de 2022, o Fies está oferecendo algumas condições especiais para quitar as dívidas. Assim, delimitou um prazo para renegociação com descontos de até 92%, que começou em 7 de março e vai até 31 de agosto.

    De acordo com o MEC, para a liberação do nome das instituições de crédito, os estudantes devem pagar o valor da entrada no ato da renegociação. Ademais, o valor mínimo da prestação é R$200.

    Publicidade

    Quais critérios para renegociar a dívida do Fies?

    Para conseguir renegociar a dívida do financiamento, é necessário:

    • ter contrato formalizado até 2017;
    • ter mais de 90 dias de atraso das parcelas;
    • parcelas com valores acima de R$100;
    • o pedido deve ser feito na fase de amortização.

    Passo a passo para renegociar dívidas do Fies:

    A seguir, veja o passo a passo de como conseguir renegociar.

    1º passo: Acesse a página SisFies Aluno e preencha todos os campos necessários. Em seguida, um link de confirmação será enviado para o e-mail cadastrado;

    2º passo: Clique no link enviado para ser redirecionado para a página. Em seguida, será possível verificar todas as informações do financiamento, tais como: quantidade de parcelas a serem pagar e valor das parcelas atrasadas;

    3º passo: Nessa mesma página será possível fazer a simulação para renegociar a dívida do Fies. É permitido, por exemplo, definir qual a melhor forma de pagamento, o valor de cada parcela, entre outro;

    4º passo: Após escolher a forma de pagamento da dívida do Fies, por exemplo, basta clicar na opção “gravar”;

    5º passo: Para formalizar o pedido da renegociação, porém, o site vai disponibilizar os documentos exigidos pelo banco, que são: Documento de Regularidade para Alongamento de Amortização (DRA) e Declaração de Desistência ou Inexistência de Ação Judicial. Ambos devem ser assinados.

    Também será necessário apresentar os documentos oficiais do beneficiário na agência bancária. Portanto, os documentos são:

    • Documento de Identidade com foto – RG;
    • Cadastro de Pessoa Física – CPF;
    • Comprovante de Residência do estudante e fiador;
    • Comprovante de renda do fiador.

    Gostou do nosso texto? Acha que ele pode ser útil para alguém? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a negociarem dívida do Fies.

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?