Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasCarreirasSaiba se dormir durante o trabalho dá demissão por justa causa

    Saiba se dormir durante o trabalho dá demissão por justa causa

    0
    (0)

    Quem nunca teve vontade de tirar um cochilo após o almoço? Sabemos que esse horário costuma bater um sono, mas se você trabalha provavelmente precisa se manter acordado. Mas você já se perguntou se dormir durante o trabalho dá demissão?

    Publicidade

    O sono pode surgir por diversos motivos: cansaço, a demanda da rotina, estresse ou até mesmo uma noite mal dormida. Mas já pensou se você está na sua hora de almoço e decide dormir por 10 minutos em um local da empresa que está vazio e alguém te encontra lá dormindo?

    O que será que pode acontecer com você? Será que existe a possibilidade de ser demitido por justa causa por estar dormindo no seu local de trabalho?

    Se você tem essa dúvida, nós vamos esclarecer ela agora, continue lendo este artigo!

    Dormir durante o trabalho dá demissão?

    Se você acha que pode ser demitido por dormir durante o horário de trabalho, saiba que isso depende muito da situação na qual você é encontrado. Sendo assim, pode ser que você seja demitido como pode ser que não seja.

    Isso porque vai depender muito da empresa que você trabalha e do seu chefe considerar dormir durante o trabalho como um erro para demissão ou não.

    Publicidade

    Mas para que você saiba se esse é um erro que pode causar a demissão por justa causa ou não, é preciso entender o que significa. Para quem ainda tem dúvidas, esse tipo de demissão é a mais grave para um trabalhador.

    Isso porque ao ser demitido por justa causa você perde todos os seus direitos, como o seguro-desemprego. Vale ressaltar ainda que esse tipo de demissão só pode acontecer em algumas situações que estão previstas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

    carteira de trabalho física e digital
    Quem é demitido por justa causa perde todos os direitos

    Por esse motivo, é que não há uma resposta certa para a pergunta: se você dormir durante o trabalho dá demissão por justa causa. Porque a empresa precisa avaliar se isso é um ato grave ou não para eles.

    Dormir durante o trabalho dá demissão? Veja 3 situações!

    Bom, você já viu acima que o fato de dormir durante o trabalho pode ser algo completamente passível de compreensão. Mas, para gerar demissão, vai depender de muitos fatores.

    E esses fatores nem sempre serão somente a compreensão do seu chefe. Por isso, separamos 3 situações para você poder entender melhor.

    Publicidade

    Dormir durante o almoço

    Dificilmente alguém será demitido por ter tirado um cochilo durante o horário de almoço, pode ficar despreocupado com isso.

    Afinal, este é considerado um “horário livre” para o trabalhador. Muita gente, inclusive, escolhe comer rapidamente para conseguir descansar antes de voltar para o expediente.

    + Saiba se demissão por WhatsApp é permitida

    Ainda há quem utilize a hora do almoço no trabalho para resolver pendências, como: ir ao banco, pegar uma encomenda, fazer uma ligação pessoal, entre outros.

    Dormir durante o trabalho sem comprometer a atividade

    Se você dormiu durante o seu horário de trabalho, acidentalmente, acabou perdendo a noção do tempo e alguém percebeu. Fique calmo! 

    Publicidade

    A sua profissão não oferece riscos, certo? Se a sua atividade não for comprometida e você conseguir contornar a situação, ou melhor, entregar o que ficou faltando no período do sono, a situação pode ser avaliada.

    Sente, converse com seu superior e explique a situação. Diga o motivo do cansaço, caso tenha sido um contratempo ou noite mal dormida. Informe que não vá se repetir.

    A demissão, nesse caso, costuma ser algo opcional e contornada. 

    Dormir durante o trabalho comprometendo a atividade

    Você dormiu durante o trabalho, mas precisava ficar acordado. E agora?

    Algumas profissões como segurança, vigia, porteiro, zelador, policial, médicos e profissionais que trabalham por plantão, exigem uma atenção maior. E, nesses casos, dormir durante o expediente pode gerar sérias punições.

    A demissão nessa situação costuma acontecer com mais frequência, principalmente se o seu ato prejudicou de alguma forma a empresa. Afinal, foi negligência da sua parte.

    Gostou do conteúdo e quer continuar lendo? Então veja quais são os direitos do trabalhador quando acontece a demissão por justa causa.

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Juliana Favorito
    Juliana Favorito
    Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasCarreirasSaiba se dormir durante o trabalho dá demissão por justa causa

    Saiba se dormir durante o trabalho dá demissão por justa causa

    0
    (0)

    Quem nunca teve vontade de tirar um cochilo após o almoço? Sabemos que esse horário costuma bater um sono, mas se você trabalha provavelmente precisa se manter acordado. Mas você já se perguntou se dormir durante o trabalho dá demissão?

    Publicidade

    O sono pode surgir por diversos motivos: cansaço, a demanda da rotina, estresse ou até mesmo uma noite mal dormida. Mas já pensou se você está na sua hora de almoço e decide dormir por 10 minutos em um local da empresa que está vazio e alguém te encontra lá dormindo?

    O que será que pode acontecer com você? Será que existe a possibilidade de ser demitido por justa causa por estar dormindo no seu local de trabalho?

    Se você tem essa dúvida, nós vamos esclarecer ela agora, continue lendo este artigo!

    Dormir durante o trabalho dá demissão?

    Se você acha que pode ser demitido por dormir durante o horário de trabalho, saiba que isso depende muito da situação na qual você é encontrado. Sendo assim, pode ser que você seja demitido como pode ser que não seja.

    Isso porque vai depender muito da empresa que você trabalha e do seu chefe considerar dormir durante o trabalho como um erro para demissão ou não.

    Publicidade

    Mas para que você saiba se esse é um erro que pode causar a demissão por justa causa ou não, é preciso entender o que significa. Para quem ainda tem dúvidas, esse tipo de demissão é a mais grave para um trabalhador.

    Isso porque ao ser demitido por justa causa você perde todos os seus direitos, como o seguro-desemprego. Vale ressaltar ainda que esse tipo de demissão só pode acontecer em algumas situações que estão previstas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

    carteira de trabalho física e digital
    Quem é demitido por justa causa perde todos os direitos

    Por esse motivo, é que não há uma resposta certa para a pergunta: se você dormir durante o trabalho dá demissão por justa causa. Porque a empresa precisa avaliar se isso é um ato grave ou não para eles.

    Dormir durante o trabalho dá demissão? Veja 3 situações!

    Bom, você já viu acima que o fato de dormir durante o trabalho pode ser algo completamente passível de compreensão. Mas, para gerar demissão, vai depender de muitos fatores.

    E esses fatores nem sempre serão somente a compreensão do seu chefe. Por isso, separamos 3 situações para você poder entender melhor.

    Publicidade

    Dormir durante o almoço

    Dificilmente alguém será demitido por ter tirado um cochilo durante o horário de almoço, pode ficar despreocupado com isso.

    Afinal, este é considerado um “horário livre” para o trabalhador. Muita gente, inclusive, escolhe comer rapidamente para conseguir descansar antes de voltar para o expediente.

    + Saiba se demissão por WhatsApp é permitida

    Ainda há quem utilize a hora do almoço no trabalho para resolver pendências, como: ir ao banco, pegar uma encomenda, fazer uma ligação pessoal, entre outros.

    Dormir durante o trabalho sem comprometer a atividade

    Se você dormiu durante o seu horário de trabalho, acidentalmente, acabou perdendo a noção do tempo e alguém percebeu. Fique calmo! 

    Publicidade

    A sua profissão não oferece riscos, certo? Se a sua atividade não for comprometida e você conseguir contornar a situação, ou melhor, entregar o que ficou faltando no período do sono, a situação pode ser avaliada.

    Sente, converse com seu superior e explique a situação. Diga o motivo do cansaço, caso tenha sido um contratempo ou noite mal dormida. Informe que não vá se repetir.

    A demissão, nesse caso, costuma ser algo opcional e contornada. 

    Dormir durante o trabalho comprometendo a atividade

    Você dormiu durante o trabalho, mas precisava ficar acordado. E agora?

    Algumas profissões como segurança, vigia, porteiro, zelador, policial, médicos e profissionais que trabalham por plantão, exigem uma atenção maior. E, nesses casos, dormir durante o expediente pode gerar sérias punições.

    A demissão nessa situação costuma acontecer com mais frequência, principalmente se o seu ato prejudicou de alguma forma a empresa. Afinal, foi negligência da sua parte.

    Gostou do conteúdo e quer continuar lendo? Então veja quais são os direitos do trabalhador quando acontece a demissão por justa causa.

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?