Início Notícias Finanças Pessoais Economia doméstica: 8 dicas para economizar em casa

Economia doméstica: 8 dicas para economizar em casa

0
(0)

Pensar nas finanças inclui diversos fatores. E não dá para fazer um planejamento financeiro sem levar em consideração a economia doméstica. É muito importante analisar os gastos e garantir para toda a família uma estabilidade financeira.

Você já pensou nisso? Tem tentado economizar em casa?

Com a crise que ainda se arrasta no país, desemprego em alta e um custo de vida cada vez maior, pensar nas finanças é crucial. A melhor maneira de controlar os gastos é equilibrando as situações da sua rotina diária. E nada melhor do que começar dentro de casa.

economia doméstica
Uma forma de economizar em casa é controlando o uso de energia elétrica

A economia doméstica proporciona inúmeras vantagens para as famílias. Eliminar e diminuir certos gastos possibilita investir em outros projetos ou objetivos. Além disso, é possível melhorar a qualidade de vida com um custo ainda menor. Luxo nem sempre é sinônimo de vida saudável. Veja 5 dicas para economizar dinheiro em 2018!

Confira 8 dicas de economia doméstica

1- Envolva todos da família

Por mais que possa parecer difícil, pois a iniciativa geralmente é individual, é preciso tentar. Primeiramente, para começar a economia familiar será preciso envolver a maioria dos membros da casa. O ideal seriam todos. No entanto, se você tiver a maioria já ajuda bastante para começar a controlar as finanças.

Isso pode parecer clichê e muito bobo, mas quando todos dentro de um mesmo espaço falam a mesma língua e entendem que estão dentro do mesmo propósito, fica mais fácil. Logo, é essencial que todos entrem nessa missão. Isso ajudará no controle, regulamento, regras, entre outros fatores.

2- Monte uma planilha de gastos

O planejamento é fundamental em qualquer área e para todo o processo. E nesse caso não é diferente. Além disso, ter o controle do que está sendo utilizado e investido, monitorando todos os gastos e pontuando de acordo com a relevância, ajuda a estabelecer prioridades.

Hoje em dia há também várias ferramentas gratuitas para controlar os gastos. O GuiaBolso, por exemplo, é um dos mais usados.

A planilha de gastos serve para anotar os maiores compromissos e dívidas, de preferência aqueles que são fixos. Ela tem como objetivo, ainda, avaliar com o que mais tem sido gasto o dinheiro. Desse modo, é possível avaliar: determinado gasto é para algo relevante e que trará um dia algum resultado? Por isso é necessário sempre analisar o histórico dos seus gastos.

3- Seja organizado

Essa dica não fica em primeiro lugar por detalhes, mas diríamos que é uma das mais importantes atualmente. Ser organizado é uma virtude que poucos têm, mas que é preciso florescer ainda mais quando se trata de economia doméstica.

Algo que todo mundo projeta, mas não sabe definir, é um norte. O que ficou decidido, o que é prioridade e quais são as principais necessidades. Se não tiver isso, você acaba ficando ainda mais preocupado. Os moradores da casa, quando se organizam, vivem de maneira mais coerente e despreocupada.

4- Avalie o uso de automóvel

Combustível, estofamento, limpeza, arranhão, um conserto aqui e outro ali. Carro é como um filho, merece cuidado e deve ser supervisionado o tempo todo. Se na sua família existe a possibilidade de diminuir o uso do automóvel, faça isso. Ou então, se mais de uma pessoa dirige, comece a usar apenas um carro para várias pessoas. Isso diminui prejuízo e faz grande diferença no final do mês.

5- Monitore a alimentação fora do lar

É preciso monitorar a alimentação fora de casa. Na correria do dia a dia, trabalho, faculdade e outros compromissos, opta-se por almoçar em restaurantes e lanchonetes. No entanto, o custo é bem maior do que, por exemplo, se levasse uma marmita de casa.

Portanto, analise o impacto do almoço fora de casa durante a semana e mude o seu estilo de alimentação.

6- Controle o uso de energia elétrica

Os avisos de mãe não são banais. Se você nunca ouviu nenhuma bronca por ter esquecido algo na tomada, algo de errado aconteceu. Brincadeiras à parte, dentro do lar é extremamente importante controlar o excesso de gastos com energia.

É possível economizar energia de diversas maneiras:

=> Diminuir o tempo que algo fica na tomada;

=> Não deixar a televisão ligada sem ninguém assistindo;

=> Se não está mais escutando, desligar o rádio;

=> Apagar todas as luzes e, de preferência, não acender durante o dia;

=> Não utilizar ventilador e ar condicionado no inverno.

7- Planeje a sua ida ao supermercado

Fazer compras também deve ser algo planejado, pois mexe demais nas finanças de uma família. Logo, a economia doméstica também depende de como será esta etapa do mês ou da semana. Antes de ir ao supermercado, prepare uma listagem prévia do que é necessidade, liste a quantidade de cada coisa que precisa e quanto que se tem de dinheiro disponível.

A partir daí, é possível perceber o que poderá ser acrescentado ao carrinho que não é prioridade. Fazer isso antes é melhor do que no momento, pois você já mentaliza e evita extrapolar nas compras. O lema é sempre pensar no dia de amanhã.

8- Pratique o desapego

Todo mundo tem utensílios, roupas, acessórios, sapatos, entre diversas outras coisas que já não têm tanta importância e relevância do que quando foram compradas. Com o tempo foram perdendo o valor, e hoje só ocupam prateleira.

Atualmente é muito fácil praticar o desapego utilizando as redes sociais, criando um bazar, brechó ou então simplesmente postando as peças que deseja repassar e combinar a melhor forma de entrega com a pessoa interessada.

Isso ajuda e muito com as finanças! Você dá oportunidade de outra pessoa aproveitar algo que não está te fazendo falta e ainda consegue uma quantia que não estava na sua previsão de receita. Ao mesmo tempo que é planejado, acaba não sendo.

Há ainda outras formas de se dedicar à economia doméstica, como fazer as coisas por conta própria (sem contratar alguém), optar por um lazer mais caseiro, atividades que sejam mais suaves financeiramente, entre outros. São práticas simples, que só precisam ser preservadas.

Portanto, se você quer controlar as suas finanças e economizar em casa, pratique com essas dicas!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Redação
O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

6 vantagens de trabalhar em um coworking

O coworking é uma tendência de local de trabalho em crescimento. E quem é profissional liberal ou freelancer sempre tem a dúvida...

Eleições dos EUA: qual impacto para Economia do Brasil?

Faltam poucos dias para as eleições dos EUA. Na disputa estão: o republicano Donald Trump, atual presidente do país, e o democrata...

Dicas de planejamento financeiro para quem é autônomo

Ser um profissional autônomo não quer dizer que você pode ter as finanças bagunçadas. Mesmo que você não tenha uma renda fixa por mês,...

Conheça 10 franquias com investimentos de até R$10 mil

A pandemia do novo coronavírus fez com que a procura por microfranquias aumentasse. Em especial, as franquias de até R$10 mil.

Quais são os gastos para manter um carro próprio?

Muitos brasileiros sonham em ter o carro próprio, mas esquecem dos gastos que um veículo pode trazer. E isso acontece porque a...

Como escolher a rede social para seu negócio?

Você sabe como escolher a rede social ideal para o seu negócio? Qual irá fazer a sua empresa crescer e se tornar...