InícioCriptomoedaFan token do Corinthians: entenda o que é essa criptomoeda

Fan token do Corinthians: entenda o que é essa criptomoeda

4
(1)

O Sport Club Corinthians vai negociar criptomoeda? Celebrando seu 111º aniversário, o clube anunciou um acordo com o Mercado Bitcoin no último dia 1º de setembro, o que vai permitir o lançamento do Fan token Corinthians.

A maior exchange de criptoativos da América Latina vai integrar o grupo de patrocinadores do time de futebol.

Com isso, ações de educação financeira e de criptomoedas serão voltadas para a torcida de mais de 30 milhões de pessoas (a segunda maior do Brasil, ficando atrás apenas do Flamengo).

De acordo com a Isto É, o contrato será válido até dezembro de 2022. Desta forma, pelos próximos meses a plataforma brasileira de negociação de criptos também vai estampar sua marca na barra frontal da camisa do time.

A novidade foi anunciada pelo presidente do clube do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, durante uma live na Neo Química Arena, em São Paulo.

“A parceria com o Corinthians faz total sentido para o Mercado Bitcoin, pois compartilhamos as mesmas visões sobre democratização, pioneirismo e inovação. Além disso, acreditamos que o universo cripto e o mundo do futebol, juntos, viabilizam novos modelos de engajamento com a torcida e a geração de negócios rentáveis.”

A declaração é de Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

Fan token Corinthians: como o time vai negociar criptomoeda?

Como mencionado, a parceria prevê a realização de ações de educação financeira e de criptomoedas para a torcida do clube.

Uma delas é um “fan token” (FTO) do Corinthians que está sendo emitido nesta quinta-feira, 2 de setembro, pela Socios.com.

O Fan token do Corinthians será listado no Mercado Bitcoin na plataforma o $SCCP, similar a outros tokens da exchange.

Esses Fan token são um tipo de criptoativo (criptomoeda) da categoria que se chama tokens utilitários. Ou seja, quem os possui tem direito a algumas utilidades e direitos.

Então os torcedores do Corinthians com esses tokens poderão, por exemplo, ter direito a vantagens como ingressos, itens promocionais e outros benefícios. As recompensas serão definidas.

No entanto, cabe destacar que essas modalidades de criptomoedas não prevêem gerar rendimentos. A ideia inicial é apenas gerar recursos para os clube, a menos que gerem um potencial de valorização em um mercado secundário.

“Estar ao lado do Mercado Bitcoin nos dá a certeza de que estamos inovando e desbravando novas possibilidades de marketing e engajamento”, disse Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians.

Presidente do clube e representantes do Mercado Bitcoin posam para o lançamento do Fan token do Corinthians
Fan token do Corinthians foi lançado nesta terça-feira, 2 de setembro (Foto: Divulgação/ Corinthians)

Outros times também têm fan tokens do Mercado Bitcoin

O Fan token Corinthians não é o único. Na verdade, o Mercado Bitcoin, que é a primeira unicórnio cripto no Brasil, também tem parceria com outros mais de 60 times no mundo. Mas não apenas no futebol.

Outros esportes, como Fórmula 1 e times de basquete da NBA também possuem esses “fan tokens”.

No Brasil, outros clubes de futebol masculino como Vasco da Gama, Cruzeiro e Atlético Mineiro também apostaram em criptomoedas para impulsionar a receita.

O Atlético foi o primeiro a lançar uma criptomoeda desse tipo. Estima-se que a iniciativa rendeu R$4,5 milhões ao clube.A declaração é de Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

+ Ronaldinho Soccer Coin: conheça a criptomoeda do Ronaldinho Gaúcho

A plataforma Socios.com é responsável pela emissão dos fan tokens mais populares pelo mundo. Assim como no caso do Corinthians, ela também emitiu os do Atlético Mineiro.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos corintianos!

O que achou disso?

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tamires Silva
Tamires Silva
Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

InícioCriptomoedaFan token do Corinthians: entenda o que é essa criptomoeda

Fan token do Corinthians: entenda o que é essa criptomoeda

4
(1)

O Sport Club Corinthians vai negociar criptomoeda? Celebrando seu 111º aniversário, o clube anunciou um acordo com o Mercado Bitcoin no último dia 1º de setembro, o que vai permitir o lançamento do Fan token Corinthians.

A maior exchange de criptoativos da América Latina vai integrar o grupo de patrocinadores do time de futebol.

Com isso, ações de educação financeira e de criptomoedas serão voltadas para a torcida de mais de 30 milhões de pessoas (a segunda maior do Brasil, ficando atrás apenas do Flamengo).

De acordo com a Isto É, o contrato será válido até dezembro de 2022. Desta forma, pelos próximos meses a plataforma brasileira de negociação de criptos também vai estampar sua marca na barra frontal da camisa do time.

A novidade foi anunciada pelo presidente do clube do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, durante uma live na Neo Química Arena, em São Paulo.

“A parceria com o Corinthians faz total sentido para o Mercado Bitcoin, pois compartilhamos as mesmas visões sobre democratização, pioneirismo e inovação. Além disso, acreditamos que o universo cripto e o mundo do futebol, juntos, viabilizam novos modelos de engajamento com a torcida e a geração de negócios rentáveis.”

A declaração é de Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

Fan token Corinthians: como o time vai negociar criptomoeda?

Como mencionado, a parceria prevê a realização de ações de educação financeira e de criptomoedas para a torcida do clube.

Uma delas é um “fan token” (FTO) do Corinthians que está sendo emitido nesta quinta-feira, 2 de setembro, pela Socios.com.

O Fan token do Corinthians será listado no Mercado Bitcoin na plataforma o $SCCP, similar a outros tokens da exchange.

Esses Fan token são um tipo de criptoativo (criptomoeda) da categoria que se chama tokens utilitários. Ou seja, quem os possui tem direito a algumas utilidades e direitos.

Então os torcedores do Corinthians com esses tokens poderão, por exemplo, ter direito a vantagens como ingressos, itens promocionais e outros benefícios. As recompensas serão definidas.

No entanto, cabe destacar que essas modalidades de criptomoedas não prevêem gerar rendimentos. A ideia inicial é apenas gerar recursos para os clube, a menos que gerem um potencial de valorização em um mercado secundário.

“Estar ao lado do Mercado Bitcoin nos dá a certeza de que estamos inovando e desbravando novas possibilidades de marketing e engajamento”, disse Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians.

Presidente do clube e representantes do Mercado Bitcoin posam para o lançamento do Fan token do Corinthians
Fan token do Corinthians foi lançado nesta terça-feira, 2 de setembro (Foto: Divulgação/ Corinthians)

Outros times também têm fan tokens do Mercado Bitcoin

O Fan token Corinthians não é o único. Na verdade, o Mercado Bitcoin, que é a primeira unicórnio cripto no Brasil, também tem parceria com outros mais de 60 times no mundo. Mas não apenas no futebol.

Outros esportes, como Fórmula 1 e times de basquete da NBA também possuem esses “fan tokens”.

No Brasil, outros clubes de futebol masculino como Vasco da Gama, Cruzeiro e Atlético Mineiro também apostaram em criptomoedas para impulsionar a receita.

O Atlético foi o primeiro a lançar uma criptomoeda desse tipo. Estima-se que a iniciativa rendeu R$4,5 milhões ao clube.A declaração é de Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

+ Ronaldinho Soccer Coin: conheça a criptomoeda do Ronaldinho Gaúcho

A plataforma Socios.com é responsável pela emissão dos fan tokens mais populares pelo mundo. Assim como no caso do Corinthians, ela também emitiu os do Atlético Mineiro.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos corintianos!

O que achou disso?

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?