Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioCriptomoedaQuais times de futebol têm Criptomoedas? Confira!

    Quais times de futebol têm Criptomoedas? Confira!

    4.8
    (8)

    As criptomoedas estão atuando em diversos campos, inclusive nos de futebol! Cada vez mais clubes brasileiros e estrangeiros trabalham no desenvolvimento de seus criptoativos.

    Publicidade

    Equipes tradicionais do Brasil e da Europa apostam no lançamento de suas criptomoedas. No Brasil, os pioneiros a criarem suas próprias moedas virtuais foram o Atlético, com o Galocoin, e o Fortaleza, que lançou o Leãocoin.

    Essas cédulas digitais possibilitam a comercialização de produtos esportivos e de ingressos de jogos, ou mesmo receber doações de torcedores e empresas apoiadoras.

    Ou seja, uma alternativa viável para aliviar o caixa dos sempre endividados clubes brasileiros.

    Confira aqui alguns times que já entraram nessa onda:

    1 – Atlélico Mineiro

    O clube de Belo Horizonte apresentou a GaloCoin lançada em parceria com a plataforma Footcoin.

    Publicidade

    Por meio de uma plataforma exclusiva para atleticanos, será possível usar o ativo para compra de ingressos, produtos oficiais do clube, entre outros itens,

    Serão emitidas até 1 bilhão de GaloCoins. Elas já podem ser adquiridas no site oficial, ao custo de R$1 cada.

    2 – Fortaleza

    O Fortaleza lançou a LeãoCoin, ativo digital desenvolvido pela plataforma Footcoin.

    Donos do ativo poderão comprar ingressos e produtos licenciados, tudo de maneira rápida e segura, por causa da tecnologia blockchain.

    A LeãoCoin também pode ser usada para pagamentos com um cartão pré-pago em parceiros, como aplicativos de carona e outros que estão em negociação.

    Publicidade

    3 – Corinthians

    O alvinegro da capital paulista anunciou o lançamento da Timãocoin. Mais uma das criptomoedas desenvolvidas em parceria com a empresa Footcoin.

    A criptomoeda do Corinthians foi criada para promover integração entre o time, torcida e parceiros.

    Na plataforma da Timãocoin, torcedores terão acesso a produtos e serviços de parceiros, além de realizar operações financeiras com vantagens especiais.

    Além disso, os corintianos poderão contribuir com projetos especiais desenvolvidos pelo clube. Cada Timãocoin terá o valor fixado em R$10. Inicialmente elas serão comercializadas apenas com bitcoins.

    4 – Avaí

    O time de Santa Catarina trabalhou no lançamento de próprio token em parceria com as empresas SportyCo e Blackbridge Sports.

    Publicidade

    Por meio de um ICO, o clube pretendia arrecadar recursos para lançar o Avaí FC Token, ativo digital para financiar o clube.

    5 – Flamengo

    Recentemente o Flamengo também entrou no mercado de criptomoedas. De acordo com uma nota oficial emitida pelo site do time, o clube acertou as bases contratuais de marketing com a plataforma Socios.com.

    As criptomoedas do Flamengo não apenas poderão gerar valor e serem usadas para serviços pelos torcedores, mas também garantirão vantagens para a administração e melhoria do clube.

    Como parte do acordo de patrocínio, a marca da Socios.com estará presente no uniforme dos jogadores do Flamengo.

    Além de ser usada como uma moeda para a compra de produtos com a marca Flamengo, os torcedores que tiverem o fã token também poderão participar de decisões e votações em relação a diferentes experiências.

    + Quais são as criptomoedas mais valorizadas do mundo?
    + Como solicitar o cartão de crédito do Flamengo e quais os benefícios

    6 – São Paulo

    São Paulo FC fecha patrocínio com Bitso, plataforma líder em criptomoedas na América Latina com 3.700.000 milhões de usuários.

    Como resultado da parceria, na arquibancada, um espaço com capacidade para mais de 18 mil pessoas vai ser reservado para o torcedor Bitso, e ambas entidades já estão trabalhando juntas para possibilitar as compras e bilhetes por meio de criptomoedas.

    6 – Vasco

    O Vasco quer se aproximar ainda mais dos seus torcedores por meio da tecnologia. Em parceria com a empresa especializada, Block4, o time de São Januário lança um projeto de ingressos colecionáveis.

    O NFT (non-fungible token, em inglês) é um arquivo digital único e original. Os torcedores vascaínos poderão comprar ingressos no formato NFT, assegurado por tecnologia blockchain, e ter acesso a recompensas exclusivas.

    Contudo, vale destacar que em novembro de 2021, o Vasco lançou uma série de NFTs em celebração ao Dia da Consciência Negra e a posição antirracista do clube. Com artes afro futuristas do artista visual, Juan Calvet, os NFTs estão disponíveis para compra por 0,5 ETH, cerca de R$1.500.

    7 – Palmeiras

    O Palmeiras anunciou o lançamento de seu fan token oficial. A parceria feita com a empresa Chiliz disponibiliza as criptos para venda nos sites do Palmeiras e da Socios.com.

    Quem comprar o token $VERDAO terá benefícios como opinar em pesquisas sobre design de produtos, numeração de camisas dos jogadores, design de produtos, entre outras recompensas relacionadas ao clube.

    8 – Santos

    O Santos lançou token SANTOS por meio de uma Oferta Inicial de Farming (IFO), operação em que o investidor obtém uma criptomoeda por meio do depósito de um outro ativo em contrato inteligente.

    No caso do Santos, receberá tokens do time quem depositar a cripto CAKE na PancakeSwap, exchange descentralizada que opera na plataforma Binance Smart Chain.

    moeda digital pintada com a logo da confederação brasileira de futebol
    Os fãs brasileiros esgotaram todas as criptomoedas disponíveis em menos de meia hora

    Europeus foram precursores

    As receitas dos 20 principais clubes da Europa caíram 12%, para 8,2 bilhões de euros, no ano fiscal de 2020, que para a maioria dos clubes foi o período de 12 meses encerrados em junho, segundo a firma de consultoria Deloitte.

    Diante da queda nas receitas do esporte causada pela pandemia da Covid 19, um número crescente de clubes de futebol da Europa se lançaram no mercado cripto para que os fãs pudessem participar de uma variedade de decisões menores sobre as equipes.

    Barcelona, Juventus, Paris Saint-Germain, Atlético de Madrid e Milan são um deles. As seleções da Espanha e da Argentina também já possuem seus ativos.

    Recentemente, foi a vez da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançar a oferta da sua própria criptomoeda. A plataforma escolhida para fazer a negociação foi a Bitc.

    Ao total 13.658 fãs participaram das compras. Cada token foi vendido pelo preço fixo de 0,50 de euro.

    + Como investir em criptomoedas na Bolsa de Valores

    Criptomoedas no futebol

    Além dos clubes, atletas consagrados já marcaram os seus gols nos campos do blockchain. Craques como Ronaldinho Gaúcho e o colombiano James Rodríguez já possuem suas próprias criptomoedas. Recentemente, o Ronaldinho Gaúcho também anunciou o lançamento de sua coleção de NFTs: “Os Dinhos”.

    Além deles, o holandês Wesley Sneijder é um dos embaixadores da vSport Coin, ativo que está no portfólio da CoinBene!

    Gostou do conteúdo? Compartilhe com um amigo ou amiga para que eles também estejam atentos às novidades dos seus times de futebol!

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 8

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioCriptomoedaQuais times de futebol têm Criptomoedas? Confira!

    Quais times de futebol têm Criptomoedas? Confira!

    4.8
    (8)

    As criptomoedas estão atuando em diversos campos, inclusive nos de futebol! Cada vez mais clubes brasileiros e estrangeiros trabalham no desenvolvimento de seus criptoativos.

    Publicidade

    Equipes tradicionais do Brasil e da Europa apostam no lançamento de suas criptomoedas. No Brasil, os pioneiros a criarem suas próprias moedas virtuais foram o Atlético, com o Galocoin, e o Fortaleza, que lançou o Leãocoin.

    Essas cédulas digitais possibilitam a comercialização de produtos esportivos e de ingressos de jogos, ou mesmo receber doações de torcedores e empresas apoiadoras.

    Ou seja, uma alternativa viável para aliviar o caixa dos sempre endividados clubes brasileiros.

    Confira aqui alguns times que já entraram nessa onda:

    1 – Atlélico Mineiro

    O clube de Belo Horizonte apresentou a GaloCoin lançada em parceria com a plataforma Footcoin.

    Publicidade

    Por meio de uma plataforma exclusiva para atleticanos, será possível usar o ativo para compra de ingressos, produtos oficiais do clube, entre outros itens,

    Serão emitidas até 1 bilhão de GaloCoins. Elas já podem ser adquiridas no site oficial, ao custo de R$1 cada.

    2 – Fortaleza

    O Fortaleza lançou a LeãoCoin, ativo digital desenvolvido pela plataforma Footcoin.

    Donos do ativo poderão comprar ingressos e produtos licenciados, tudo de maneira rápida e segura, por causa da tecnologia blockchain.

    A LeãoCoin também pode ser usada para pagamentos com um cartão pré-pago em parceiros, como aplicativos de carona e outros que estão em negociação.

    Publicidade

    3 – Corinthians

    O alvinegro da capital paulista anunciou o lançamento da Timãocoin. Mais uma das criptomoedas desenvolvidas em parceria com a empresa Footcoin.

    A criptomoeda do Corinthians foi criada para promover integração entre o time, torcida e parceiros.

    Na plataforma da Timãocoin, torcedores terão acesso a produtos e serviços de parceiros, além de realizar operações financeiras com vantagens especiais.

    Além disso, os corintianos poderão contribuir com projetos especiais desenvolvidos pelo clube. Cada Timãocoin terá o valor fixado em R$10. Inicialmente elas serão comercializadas apenas com bitcoins.

    4 – Avaí

    O time de Santa Catarina trabalhou no lançamento de próprio token em parceria com as empresas SportyCo e Blackbridge Sports.

    Publicidade

    Por meio de um ICO, o clube pretendia arrecadar recursos para lançar o Avaí FC Token, ativo digital para financiar o clube.

    5 – Flamengo

    Recentemente o Flamengo também entrou no mercado de criptomoedas. De acordo com uma nota oficial emitida pelo site do time, o clube acertou as bases contratuais de marketing com a plataforma Socios.com.

    As criptomoedas do Flamengo não apenas poderão gerar valor e serem usadas para serviços pelos torcedores, mas também garantirão vantagens para a administração e melhoria do clube.

    Como parte do acordo de patrocínio, a marca da Socios.com estará presente no uniforme dos jogadores do Flamengo.

    Além de ser usada como uma moeda para a compra de produtos com a marca Flamengo, os torcedores que tiverem o fã token também poderão participar de decisões e votações em relação a diferentes experiências.

    + Quais são as criptomoedas mais valorizadas do mundo?
    + Como solicitar o cartão de crédito do Flamengo e quais os benefícios

    6 – São Paulo

    São Paulo FC fecha patrocínio com Bitso, plataforma líder em criptomoedas na América Latina com 3.700.000 milhões de usuários.

    Como resultado da parceria, na arquibancada, um espaço com capacidade para mais de 18 mil pessoas vai ser reservado para o torcedor Bitso, e ambas entidades já estão trabalhando juntas para possibilitar as compras e bilhetes por meio de criptomoedas.

    6 – Vasco

    O Vasco quer se aproximar ainda mais dos seus torcedores por meio da tecnologia. Em parceria com a empresa especializada, Block4, o time de São Januário lança um projeto de ingressos colecionáveis.

    O NFT (non-fungible token, em inglês) é um arquivo digital único e original. Os torcedores vascaínos poderão comprar ingressos no formato NFT, assegurado por tecnologia blockchain, e ter acesso a recompensas exclusivas.

    Contudo, vale destacar que em novembro de 2021, o Vasco lançou uma série de NFTs em celebração ao Dia da Consciência Negra e a posição antirracista do clube. Com artes afro futuristas do artista visual, Juan Calvet, os NFTs estão disponíveis para compra por 0,5 ETH, cerca de R$1.500.

    7 – Palmeiras

    O Palmeiras anunciou o lançamento de seu fan token oficial. A parceria feita com a empresa Chiliz disponibiliza as criptos para venda nos sites do Palmeiras e da Socios.com.

    Quem comprar o token $VERDAO terá benefícios como opinar em pesquisas sobre design de produtos, numeração de camisas dos jogadores, design de produtos, entre outras recompensas relacionadas ao clube.

    8 – Santos

    O Santos lançou token SANTOS por meio de uma Oferta Inicial de Farming (IFO), operação em que o investidor obtém uma criptomoeda por meio do depósito de um outro ativo em contrato inteligente.

    No caso do Santos, receberá tokens do time quem depositar a cripto CAKE na PancakeSwap, exchange descentralizada que opera na plataforma Binance Smart Chain.

    moeda digital pintada com a logo da confederação brasileira de futebol
    Os fãs brasileiros esgotaram todas as criptomoedas disponíveis em menos de meia hora

    Europeus foram precursores

    As receitas dos 20 principais clubes da Europa caíram 12%, para 8,2 bilhões de euros, no ano fiscal de 2020, que para a maioria dos clubes foi o período de 12 meses encerrados em junho, segundo a firma de consultoria Deloitte.

    Diante da queda nas receitas do esporte causada pela pandemia da Covid 19, um número crescente de clubes de futebol da Europa se lançaram no mercado cripto para que os fãs pudessem participar de uma variedade de decisões menores sobre as equipes.

    Barcelona, Juventus, Paris Saint-Germain, Atlético de Madrid e Milan são um deles. As seleções da Espanha e da Argentina também já possuem seus ativos.

    Recentemente, foi a vez da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançar a oferta da sua própria criptomoeda. A plataforma escolhida para fazer a negociação foi a Bitc.

    Ao total 13.658 fãs participaram das compras. Cada token foi vendido pelo preço fixo de 0,50 de euro.

    + Como investir em criptomoedas na Bolsa de Valores

    Criptomoedas no futebol

    Além dos clubes, atletas consagrados já marcaram os seus gols nos campos do blockchain. Craques como Ronaldinho Gaúcho e o colombiano James Rodríguez já possuem suas próprias criptomoedas. Recentemente, o Ronaldinho Gaúcho também anunciou o lançamento de sua coleção de NFTs: “Os Dinhos”.

    Além deles, o holandês Wesley Sneijder é um dos embaixadores da vSport Coin, ativo que está no portfólio da CoinBene!

    Gostou do conteúdo? Compartilhe com um amigo ou amiga para que eles também estejam atentos às novidades dos seus times de futebol!

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 8

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?