InícioNotíciasInvestimentosO que são fundos de pensão? Veja 6 exemplos

O que são fundos de pensão? Veja 6 exemplos

Tempo de leitura: 4 minutos
()

Você já escutou falar nos fundos de pensão? Esse é um tipo de investimento que está chamando a atenção de muitos investidores. Porém, é comum encontrar pessoas que ainda não conhecem muito bem esta modalidade. 

E como isso é possível? Porque os fundos de pensão costumam ser oferecidos, em muita das vezes, por grandes empresas. Isso porque ele é um benefício que tem como finalidade manter os trabalhadores nos quadros das empresas por mais tempo.

Mas qual motivo tem feito os investidores olharem para os fundos de pensão? A Reforma da Previdência é uma das consequências.

Além disso, essa é uma ótima oportunidade para você diversificar a sua carteira de investimentos. E a busca por esse tipo de aplicação ainda mostra que os brasileiros estão mais abertos a investir a longo prazo.

O que são os fundos de pensão?

Para quem ainda têm dúvidas sobre os fundos de pensão, eles são organizações sem fins lucrativos, no qual o principal objetivo é o pagamento de um benefício previdenciário adicional pago pelo INSS.

Esse tipo de investimento é organizado e gerido tanto por empresas quanto grupos empresariais. Por isso, uma instituição pode aderir ao fundo e oferecer para os funcionários.

+ Conheça a diferença entre fundo de pensão e previdência privada

Com isso, as contribuições são descontadas diretamente na folha de pagamento. Mas é importante ressaltar que é preciso respeitar um determinado percentual do salário do trabalhador.

Além disso, os fundos de pensão possuem uma grande vantagem: a empresa costuma contribuir com um percentual do valor para o fundo de pensão dos funcionários. Isso faz com que o montante do investimento cresça de forma mais rápida.

Sendo assim, você pode pensar nessa aplicação como uma aposentadoria complementar, funcionando de forma parecida com uma previdência privada.

Pessoa depositando moeda em um pote transparente com moedas e 4 fileiras de moedas ao lado
Os fundos de pensão são muito utilizados pelas empresas

E isso só é possível porque o dinheiro aplicado é usado pelos administradores para realizar aplicações em diversos mercados, como o de ações, imobiliário, em renda fixa, entre outros. Vale ressaltar que tudo é estabelecido e regulamentado pelo Banco Central.

+ Vale a pena começar a investir durante uma crise?

Dessa forma, quando o trabalhador se aposenta ele passa a receber o benefício em parcelas mensais. Caso saia da empresa você recebe o direito de resgatar parte do dinheiro que contribuiu enquanto trabalhava na empresa.

Quais são os tipos de fundos de pensão?

Você sabia que existem três tipos mais comuns de planos para fundos de pensão? São basicamente três modalidades, feitas pelas entidades conforme suas preferências ou modo de atuação.

É importante destacar que cada um deles têm suas características próprias, e dispõe sobre o modo de pagamento e de financiamento de distintos benefícios previdenciários. 

Confira a seguir quais são os planos:

  • Benefício definido: valores dos benefícios a serem recebidos no futuro já são calculados previamente. Além disso, o trabalhador sabe quanto receberá quando se aposentar. Acontece é que, nessa modalidade de plano, o valor do benefício é estabelecido em um regulamento como percentual da última ou das últimas rendas. Mas, vale pontuar que a quantia da contribuição pode variar ou ser ajustada ao longo do tempo para assegurar o pagamento do valor do benefício.
  • Contribuição definida: valor da contribuição é pré-estabelecido e o trabalhador não sabe quanto receberá quando se aposentar. Dessa forma, os valores dos benefícios são estabelecidos no momento da concessão. Isso pode ocorrer com base nos resultados e nos saldos de quanto as aplicações renderam ao longo do tempo.

    Ainda vale destacar que, a quantia que o participante receberá quando se aposentar vai depender de três fatores:
    -> dos valores acumulados em sua conta individual;

-> da rentabilidade alcançada nos investimentos financeiros;

-> do intervalo de tempo em que os depósitos são feitos.

  • Contribuição variável: nesse, é o trabalhador quem constrói o seu plano. Nesse caso, estabelecendo o valor da contribuição mensal que deseja investir até a data de sua aposentadoria.

Além disso, irá definir-se, semestralmente, o percentual de seu salário que contribuirá. Também será definido o tipo de investimento que sua contribuição irá ser aplicada.
Dessa forma, os benefícios programados correspondem à união das características dos dois tipos anteriores

Os fundos de pensão mais populares do Brasil

Existem alguns fundos que são bem populares no Brasil. E, com isso, mais comuns, conhecidos e mais chances de você obter garantia e suporte.

Confira os 6 mais populares do país para você poder se basear:

  1. Previ: patrocinado pelo Banco do Brasil;
  2. Petros: patrocinado pela Petrobras;
  3. Funcef: patrocinado pela Caixa Econômica Federal;
  4. Fundação Cesp: patrocinado por companhias fornecedoras de energia elétrica do estado de São Paulo;
  5. Valia: patrocinado pela Vale;
  6. MAG Fundos de pensão: patrocinado pelo Grupo Mongeral Aegon.

Este conteúdo te ajudou? Se sim, compartilhe nas suas redes sociais para que ele possa ser útil pra mais gente.

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 4 minutos
Juliana Favorito
Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Artigos