5 principais golpes com cartão de crédito | FinanceOne

Conheça os 5 principais golpes com cartão de crédito

Escrito por: Rafael Massadar em 28 de julho de 2020

Quadrilhas se aproveitam do aumento das transações digitais pelo isolamento social para aplicar golpes com o cartão de crédito. O alerta é da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Os golpistas criam armadilhas para obter dados, senhas e informações pessoais dos clientes. Além disso, levam os usuários a fazerem pagamentos em benefício de criminosos.

A Febraban sugere atenção ao golpe do falso motoboy. Nele, criminosos entram em contato com as vítimas se fazendo passar pelo banco para comunicar a realização de transações suspeitas com o cartão de crédito do cliente.

cartão de crédito
Usuários devem ficar atentos a possíveis golpes com cartão de crédito

Os golpistas usam técnicas de engenharia social para obter informações sigilosas, como senhas e dados pessoais.

Depois, informam que um motoboy será enviado para recolher o cartão supostamente clonado para que sejam feitas outras análises necessárias para o cancelamento das compras irregulares.

Para passar uma imagem de segurança, os criminosos orientam a vítima a cortar o cartão ao meio, no sentido do comprimento, para inutilizar a tarja magnética, antes de entregá-lo ao motoboy.

No entanto, o chip permanece intacto, o que permite que a quadrilha faça compras com o cartão, ainda que o plástico esteja partido ao meio.

Auxílio emergencial tem sido motivo para golpe no cartão de crédito

Outro exemplo de golpe com o cartão de crédito que surgiu na esteira da pandemia causada pelo novo coronavírus são as dezenas de aplicativos falsos relacionados ao auxílio emergencial criado pelo governo federal.

Nele, os golpistas se aproveitam da necessidade de as pessoas se cadastrarem para receber o benefício, para roubar a informações sigilosas.

“A mistura de medo da doença e a confusão trazida pelo excesso de fontes de informação criam o ambiente perfeito para a ação dos golpistas”, diz o diretor-adjunto de Operações da Febraban, Walter de Faria.

Quais são os principais golpes com cartão de crédito?

Veja quais são as 5 fraudes mais comuns aplicadas pelos golpistas:

1 – Clonagem

A clonagem é um golpe tradicional nessa área. É verdade que ela era mais comum no passado, quando os cartões não utilizavam tão amplamente a tecnologia de chips. Entretanto, até hoje ainda existem criminosos que realizam essa fraude.

Para ela ocorrer, eles precisam copiar os seus dados (como nome, número e código de segurança do cartão) e registrar em outro cartão. Então, utilizam o clonado para fazer compras em seu nome.

Esse golpe pode acontecer pela internet ou ser realizado com a ajuda de um “chupa cabra” — um aparelho eletrônico que é colocado nos leitores de cartões em lojas ou em caixas eletrônicos. Dessa forma, os dados são roubados sem que você perceba.

2 – Confirmação de dados bancários

Outro golpe muito comum que envolve cartão de crédito acontece por meio de um falso contato para confirmação de dados bancários. Nesse caso, os criminosos falam com a vítima por meio de uma mensagem ou ligação telefônica.

Eles fingem ser funcionários da central de atendimento das administradoras de cartão de crédito. Dessa forma, solicitam diversas informações, como o número e até a senha do cartão.

Quando conseguem obter esses dados, eles estão aptos a utilizar seu cartão.

3 – Compras em sites falsos

Você também está exposto a golpes ao realizar suas compras no ambiente virtual.

O maior perigo nesse meio é o cadastro em sites falsos: o consumidor pensa que está comprando um produto real e preenche normalmente o cadastro para que sua compra seja efetivada, mas tem seus dados roubados.

Em geral, as pessoas chegam a esses sites por meio de links recebidos no email (spams) ou mensagens nas redes sociais. Eles normalmente apresentam preços muito abaixo do normal, por isso, vale a pena desconfiar.

4 – Troca de cartão

Nem sempre o seu cartão precisa ser clonado para que você sofra um golpe. Uma das ações dos criminosos envolve a troca entre cartões. Essa prática acontece em um momento oportuno e conta com a distração das vítimas.

Ao realizar uma compra ou utilizar o seu cartão em uma máquina de autoatendimento, um criminoso pode estar por perto observando você digitar a senha. Depois, tudo o que ele tem que fazer é trocar o seu cartão por um semelhante.

Com isso, ele fica de posse do seu cartão e pode realizar compras. Muitas vezes, a vítima só se dá conta disso quando tenta utilizar novamente o recurso e percebe que não está com o seu.

5 – Compra duplicada

Esse golpe exige que você tenha muito cuidado onde realiza as suas compras. Algumas lojas podem ter criminosos aplicando golpes. No caso da compra duplicada, o vendedor faz com que o cliente pague o valor mais de uma vez.

A vítima é informada que algo deu errado no pagamento e que será preciso tentar novamente. Dessa forma, você pode ter que pagar muito mais pelo produto. Esse golpe costuma ser menos frequente, mas é importante ficar atento a ele.

São recorrentes também os golpes com o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Confira mais sobre o assunto.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

economizar luz no verão
O que fazer se seu cartão for clonado?
como enviar a declaração do IRPF pelo celular
MEI
Conta de luz