Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisImpostos a recolher: entenda o que é e como funciona

    Impostos a recolher: entenda o que é e como funciona

    0
    (0)

    A todo momento falamos de impostos, seja para pessoa física ou jurídica. Este termo está presente na nossa vida. E com tantas taxas a serem pagas, é comum encontrar brasileiros que não conheçam todos, principalmente os impostos a recolher.

    É bem provável que você já tenha escutado falar, mas não saiba o que de fato ele significa e como funcionam os impostos a recolher.

    Normalmente isso acontece tanto para quem trabalha com venda de mercadoria quanto quem é pessoa física e realiza pagamento de tributos. 

    Para te ajudar a tirar todas as dúvidas sobre este tipo de imposto, preparamos este artigo cheio de informações do que você precisa saber. Continue lendo!

    Impostos a recolher: o que é?

    Para quem não sabe, os impostos a recolher, como o próprio nome já diz, é qualquer tipo de imposto que uma pessoa, seja ela física ou jurídica, precisa recolher por conta de um determinado recebimento em dinheiro.

    E quando isso acontece? É muito comum escutar sobre este tipo de imposto nesta época de Imposto de Renda. Isso porque se você declara que tem rendimentos tributáveis, mas ele não tem o recolhimento do imposto na fonte, será preciso recolhê-lo no momento da declaração.

    + Como doar parte do Imposto de Renda e obter desconto? Confira as dicas

    Vale ressaltar que isso também acontece com empresas, porém somente com as que têm circulação de produtos e/ou serviços. Neste caso, o recolhimento acontece por meio do ICMS, que incidem no faturamento do negócio.

    E qual a diferença entre os impostos a recolher e a recuperar?

    Agora que você já sabe o que significa os impostos a recolher, vamos falar sobre a diferença dele com o imposto a recuperar. É muito comum confundir esses dois tipos de impostos. Por isso, separamos as principais diferenças de cada um deles.

    De modo bem simples, o imposto a recolher é uma obrigação que a empresa tem e que ela precisa arcar. Além de ser aplicado somente quando a empresa possui um valor maior de crédito do que débito.

    Lápis, calculadora e papel com vários gráficos
    O recolhimento de impostos pode acontecer tanto para pessoas físicas quanto jurídicas

    Já o imposto a recuperar é um direito. Sendo assim, ele pode ser recuperado de acordo com a compensação de tributação. Este acontece em todos os momentos que ocorre uma transação comercial.

    Como funcionam os impostos a recolher?

    É bem fácil de entender como funcionam os impostos a recolher. E, como você viu acima, eles nada mais são do que obrigações pré-existentes de pessoas físicas ou jurídicas.

    Imagina que um determinado estado impõe como condição para venda de um produto o pagamento de uma alíquota de 15% de ICMS.

    Caso a sua empresa tenha vendido X reais neste mês deste produto, terá que pagar este percentual do valor obrigatoriamente como impostos a recolher.

    Isso também acontece para quem tem renda tributável, sendo necessário a declaração no Imposto de Renda, de acordo com a tabela da Receita Federal.

    Recuperar créditos do imposto: como é possível?

    Você sabia que é possível recuperar como créditos alguns impostos que são recolhidos? Mas será que todos têm esse direito?

    É isso que muita gente não sabe. Os créditos são direitos das empresas que tiveram mais impostos pagos na entrada de notas do que na de saída delas.

    Além disso, também podem recuperar créditos às pessoas físicas que tiverem renda tributável, mas desde que seu imposto tenha ficado retido na fonte.

    Este conteúdo te ajudou? Então continue a sua leitura e saiba quais são os impostos que um autônomo precisa pagar.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Juliana Favorito
    Juliana Favorito
    Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisImpostos a recolher: entenda o que é e como funciona

    Impostos a recolher: entenda o que é e como funciona

    0
    (0)

    A todo momento falamos de impostos, seja para pessoa física ou jurídica. Este termo está presente na nossa vida. E com tantas taxas a serem pagas, é comum encontrar brasileiros que não conheçam todos, principalmente os impostos a recolher.

    É bem provável que você já tenha escutado falar, mas não saiba o que de fato ele significa e como funcionam os impostos a recolher.

    Normalmente isso acontece tanto para quem trabalha com venda de mercadoria quanto quem é pessoa física e realiza pagamento de tributos. 

    Para te ajudar a tirar todas as dúvidas sobre este tipo de imposto, preparamos este artigo cheio de informações do que você precisa saber. Continue lendo!

    Impostos a recolher: o que é?

    Para quem não sabe, os impostos a recolher, como o próprio nome já diz, é qualquer tipo de imposto que uma pessoa, seja ela física ou jurídica, precisa recolher por conta de um determinado recebimento em dinheiro.

    E quando isso acontece? É muito comum escutar sobre este tipo de imposto nesta época de Imposto de Renda. Isso porque se você declara que tem rendimentos tributáveis, mas ele não tem o recolhimento do imposto na fonte, será preciso recolhê-lo no momento da declaração.

    + Como doar parte do Imposto de Renda e obter desconto? Confira as dicas

    Vale ressaltar que isso também acontece com empresas, porém somente com as que têm circulação de produtos e/ou serviços. Neste caso, o recolhimento acontece por meio do ICMS, que incidem no faturamento do negócio.

    E qual a diferença entre os impostos a recolher e a recuperar?

    Agora que você já sabe o que significa os impostos a recolher, vamos falar sobre a diferença dele com o imposto a recuperar. É muito comum confundir esses dois tipos de impostos. Por isso, separamos as principais diferenças de cada um deles.

    De modo bem simples, o imposto a recolher é uma obrigação que a empresa tem e que ela precisa arcar. Além de ser aplicado somente quando a empresa possui um valor maior de crédito do que débito.

    Lápis, calculadora e papel com vários gráficos
    O recolhimento de impostos pode acontecer tanto para pessoas físicas quanto jurídicas

    Já o imposto a recuperar é um direito. Sendo assim, ele pode ser recuperado de acordo com a compensação de tributação. Este acontece em todos os momentos que ocorre uma transação comercial.

    Como funcionam os impostos a recolher?

    É bem fácil de entender como funcionam os impostos a recolher. E, como você viu acima, eles nada mais são do que obrigações pré-existentes de pessoas físicas ou jurídicas.

    Imagina que um determinado estado impõe como condição para venda de um produto o pagamento de uma alíquota de 15% de ICMS.

    Caso a sua empresa tenha vendido X reais neste mês deste produto, terá que pagar este percentual do valor obrigatoriamente como impostos a recolher.

    Isso também acontece para quem tem renda tributável, sendo necessário a declaração no Imposto de Renda, de acordo com a tabela da Receita Federal.

    Recuperar créditos do imposto: como é possível?

    Você sabia que é possível recuperar como créditos alguns impostos que são recolhidos? Mas será que todos têm esse direito?

    É isso que muita gente não sabe. Os créditos são direitos das empresas que tiveram mais impostos pagos na entrada de notas do que na de saída delas.

    Além disso, também podem recuperar créditos às pessoas físicas que tiverem renda tributável, mas desde que seu imposto tenha ficado retido na fonte.

    Este conteúdo te ajudou? Então continue a sua leitura e saiba quais são os impostos que um autônomo precisa pagar.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?