Investir em 2018: aprenda em 4 passos | FinanceOne
FinanceOne

Onde suas finanças começam!

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Investir em 2018: aprenda em 4 passos

Começar a investir em 2018 está entre as suas metas para o novo ano? Opções para aplicar seu dinheiro e que vão além da poupança não faltam. A questão é saber escolher qual tipo de investimento é mais adequado à sua realidade. O analista-chefe da Rico Investimentos, Roberto Indech, fala sobre como investir nesse ano que inicia.

“Hoje existem diversas alternativas seguras e mais rentáveis do que a poupança disponíveis no mercado. Tendo disciplina para economizar, com apenas R$ 30 já é possível entrar para o mundo dos investimentos”, explica Indech.

Observar quanto você possui para investir e o tempo de retorno que você quer ter são pontos essenciais para definir o seu perfil de investidor. Agora, se você é novo nesse mundo de aplicações e vai investir pela primeira vez, precisa considerar ainda outras características.

Roberto Indech como investir pela primeira vez
Roberto Indech é analista-chefe da Rico Investimentos

Número de investidores no Brasil cresce

O número de investidores no Brasil cresceu em 2017. De acordo com dados mais recentes da BM&FBovespa, em novembro de 2017 havia um total de 634.545 investidores na bolsa. Destes, cerca de 96% representam as pessoas físicas, em que 74% são homens e 22% mulheres. Esse total já representa uma alta no número de investidores em relação aos últimos anos.

Esse foi o maior total do balanço, que analisa os números de investidores desde 2002. A última vez que houve um quantitativo parecido de investidores pessoa física foi em 2010, que fechou com 610.915. Entenda como você pode investir na bolsa de valores.

O estado que mais tem pessoas investindo na bolsa é São Paulo, que vem seguido do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Com um total de de cerca de R$167 bilhões investidos em todo o Brasil, São Paulo reúne quase 50% desse total, com R$80 bi em valor de investimentos.

No Tesouro Direto, o movimento é semelhante ao da bolsa de valores. No balanço de novembro, 56.881 novos participantes se cadastraram no Tesouro Direto. O número total de investidores cadastrados no Tesouro ao fim do mês chegou a 1.779.756, um aumento de 65,1% nos últimos 12 meses.

Já o número de investidores ativos chegou a 558.313, uma variação de 45,9% nos últimos 12 meses. Em novembro, houve acréscimo de 6.618 novos investidores ativos. Assim como na bolsa, a maioria dos investidores é formada por homens do Sudeste.

Como posso investir em 2018

Se a sua intenção é entrar para os números apresentados acima e ser também um investidor em 2018, saiba que é possível começar, com boas opções, já a partir de R$1 mil, segundo Roberto Indech.

“Pensando no curto prazo, em uma aplicação separada para uma eventual emergência, há diversos investimentos melhores que a poupança como: os CDBs de liquidez diária de bancos médios e pequenos, Letras de Crédito Imobiliária (LCI) ou do Agronegócio (LCA) ou até mesmo fundos de investimento conservadores. Neste último caso sugiro buscar os que possuem baixas taxas de administração anual”, exemplifica.

A longo prazo, o analista indica “Títulos do Tesouro IPCA – aqueles que são indexados a inflação (IPCA) do país – e fundos de ações para os investidores iniciantes”. Ainda de acordo com Indech, os investidores devem ficar atentos em 2018, principalmente, ao cenário eleitoral, que “poderá modificar o panorama do país nos próximos quatro anos”.

O especialista fala também de qual modalidade pode ser destacar esse ano. “Em função do cenário de juros baixo e turbulência na política nacional devido às eleições, acredito que algumas opções do segmento de fundos multimercado e ações podem ser destaques.”

Se você já definiu que é um investidor que prefere correr mais riscos e investir um valor maior, ou prefere investir de pouco em pouco de uma maneira “mais segura”, Roberto Indech tem a dica. “Para investidores conservadores, sugiro ativos de renda fixa como CDBs de bancos médios e pequenos e fundos de investimento em crédito privado. Para os moderadores, podemos incluir as opções já citadas acima, além dos fundos multimercado.”

Como ser um investidor em 2018

melhores investimentos 2018

Passo 1: organizar as finanças

Segundo Indech, é essencial estar com as contas organizadas, para então destinar parte da sua receita aos investimentos. O especialista aponta que uma maneira de fazer isso é dividir o salário na proporção 50-15-35.

“A ideia é destinar 50% do dinheiro para os gastos essenciais, como moradia, transporte e alimentação. Já os 15% são para prioridades financeiras: pagamento de dívidas, formação de reserva de emergência ou para os investimentos, que possibilitarão a conquista de objetivos no médio e longo prazo. Com isso garantido, os 35% são para as despesas não essenciais, relacionadas a interesses pessoais, como passeios, viagens e outros gastos com lazer.”

Passo 2: conhecer seu perfil

Saber quem você é como investidor é o segundo passo na lista de Roberto Indech. É preciso definir qual tipo de risco você está disposto a tomar, principalmente.

“Ser conservador significa não estar disposto a assumir riscos que possam comprometer seu patrimônio. Já o investidor moderado tolera um pouco de risco em troca de uma rentabilidade melhor, superior à média do mercado. O perfil arrojado, ou agressivo, se enquadra naqueles que assumem riscos mais altos e se sujeitam às oscilações do mercado em busca da maior rentabilidade possível.”

Passo 3: identificar seus objetivos

Qual é a sua meta com o investimento? Você deve se fazer essa pergunta no terceiro passo, para definir se vai ser suficiente um investimento, por exemplo, de curto prazo – seis meses a dois anos, médio prazo – até cinco anos, ou longo prazo – mais de cinco anos.

“Esse passo é essencial para que você possa limitar as opções de investimentos para cada um de seus planos, escolhendo a aplicação com o prazo mais adequado para deixar seu dinheiro investido. É importante destacar que a reserva de emergência deve ser aplicada em um produto que tenha liquidez diária, ou seja, que você possa resgatar a qualquer momento.”

Passo 4: informar-se

Segundo Roberto Indech, é essencial conhecer para que você possa escolher a opção mais adequada ao seu perfil.

“No caso de ser conservador, você deve escolher opções em renda fixa (Tesouro Direto, CDBs, LCIs, LCAs), que dão maior previsibilidade sobre os ganhos. Tendo um perfil moderado, já é possível avançar para aplicações que mesclem opções em renda fixa e variável (Fundos Multimercados, debêntures, LCs). Para os arrojados, a maior parte dos investimentos será feita em renda variável (ações, fundos imobiliários), mas é recomendado ter ainda uma parte em investimentos mais conservadores.”

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Receba novidades

Cadastre-se em nossa newsletter para receber novidades em seu email.

Posts relacionados

17 de outubro de 2018
Casamento: conheça os regimes de bens e seus direitos

A celebração do casamento, geralmente, é a realização dos sonhos de muitos brasileiros. De acordo com os dados mais recentes da pesquisa Estatí...

17 de outubro de 2018
Quer pedir aumento de salário? Veja algumas estratégias

Você já pensou em pedir aumento de salário para o seu chefe? Se sim, sabe que essa não é uma tarefa muito fácil. A maioria dos funcionários nã...

16 de outubro de 2018
10 passos para turbinar o perfil profissional no LinkedIn

Um perfil bem feito no LinkedIn atrai mais visitas e, como consequência, mais oportunidades de emprego, parcerias e negócios. Ou seja, deixar o ...

16 de outubro de 2018
7 dicas para conseguir desconto nas compras

Economizar requer não apenas controle do desejo de gastar, mas habilidade de negociação. Quer dicas para conseguir desconto nas compras? Vem com a ...

15 de outubro de 2018
Como começar a investir no mercado financeiro

Iniciantes do mercado financeiro costumam ter muitas perguntas e hesitar a cada nova informação. Será que é muito arriscado investir no mercado f...

Mais lidos

Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Quais são as moedas mais valorizadas do mundo?
Sabe quais são as moedas mais valorizadas do mundo? Você vai se surpreender! O Real é a terceira ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando quase no fim e as empresas não param de crescer. Para se ter uma ideia, a  p ...







Ebook do FinanceOne

Ebook gratuito investidor iniciante

Quer investir mas não sabe como? O Guia Completo do Investidor Iniciante traz os primeiros passos para você começar a investir e ganhar dinheiro!

BAIXAR AGORA!

Publicidade


     

Guias

Calculadoras