Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasInvestimentosConfira os 6 melhores investimentos a curto prazo em 2022

    Confira os 6 melhores investimentos a curto prazo em 2022

    0
    (0)

    Cuidar do seu dinheiro é uma tarefa fundamental e um ponto de equilíbrio para a sua vida financeira. Uma das melhores formas de lograr êxito nessa tarefa é procurar maneiras fáceis e práticas de investi-lo. Já pensou em apostar nos investimentos a curto prazo?

    Publicidade

    Atualmente, existem diversos investimentos em vários segmentos. Uns com uma rentabilidade mais baixa, enquanto outros se destacam por ter um índice maior. No entanto, alguns tipos são bem visados por darem um retorno a curto prazo.

    Investimento requer organização e planejamento

    Investir por investir não basta, é preciso ter um pensamento crítico e pensando de uma maneira organizacional. Como colocar em prática? Quais as principais consequências? O que deve render e quanto deve custar?

    Além disso, é necessário ter uma visão de negócios. Mesmo que seja um pequeno investimento, ter um planejamento é essencial e sinaliza todos os principais pontos para colocar em prática sem erros. E mesmo que algo dê errado, o planejamento ajuda a executar os planos de ação, caso necessário.

    O que acontece hoje em dia é o excesso de comodidade. Muitas pessoas ainda sem saber das opções e novidades do mercado financeiro, seguem deixando suas economias estagnadas: seja em conta corrente ou poupança. O que acontece é que essas são opções que não trazem muito retorno.

    bolsas de valores americanas
    Um investimento considerado de curto prazo leva, em média, de 3 a 12 meses para dar um retorno mais satisfatório

    5 melhores investimentos a curto prazo

    Se você está disposto a começar um novo investimento, mas precisa de retorno a curto prazo, separamos 5 maneiras de investir e ter essa resposta mais rápido. Confira abaixo a listagem!

    CDB com liquidez diária 

    Os CDB’s são os Certificados de Depósitos Bancários, que podem ser considerados uma excelente opção para quem quer investir a curto prazo. Além de serem seguros, já foi comprovado que conseguem render mais que a poupança.

    Publicidade

    No caso dos CDB’s, eles são garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para o caso de investimentos de até R$250 mil, por CPF e por instituição financeira. Os pequenos e médios bancos oferecem a mesma proteção de FGC dos bancos mais conhecidos. A principal recomendação é escolher CDB’s com liquidez diária ou de pouca carência.

    Não se precipite. Antes mesmo de escolher o seu banco, faça uma análise sobre ele, sobre todas as suas características que envolvem a sua saúde financeira. Uma dica essencial é considerar que o imposto a ser pago tende a ser variável com o tempo de resgate dessa liquidez.

    – Até 180 dias – desconto de 22,5%

    – Entre 181 e 360 dias – desconto de 20%

    – Entre 361 e 720 dias – desconto de 17,5%

    Publicidade

    – Acima de 720 dias – desconto de 15%

    LCI

    Para quem não conhece, a sigla LCI significa Letra de Crédito Imobiliário. Nada mais é do que um investimento convertido em crédito para financiar imóveis. Este é um investimento livre de imposto e que se destaca por ser protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito.

    A liquidez dos LCI’s varia de 3 a 24 meses. Sem dúvidas são uma boa alternativa. Entretanto, acabam que rendem melhor quando em longo prazo. Sendo assim, alguns poderão apresentar uma liquidez mais lenta.

    LCA

    Assim como a opção anterior, a Letra de Crédito do Agronegócio também é isenta da cobrança de impostos e também é protegida pelo Fundo Garantidor de Crédito.

    Além disso, é uma alternativa bastante viável, pois antes do contrato já é possível saber quanto, efetivamente, você lucrará após o término do investimento.

    Publicidade

    Vale destacar também que uma LCA tem aporte mínimo e prazo de aplicação maior que a LCI. Ou seja, você também pode investir nessa opção pensando em um prazo um pouco maior. Conheça as vantagens e desvantagens da LCI, LCA ou CDB.

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic é mais uma opção para quem deseja investir e ter um retorno a curto prazo. Ligado à taxa Selic, este é um título oferecido pelo governo com o intuito de quitar as despesas de pessoas físicas. Além disso, com a redução da Selic a poupança fica mais atrativa.

    O Tesouro Selic é pós-fixado e tem um rendimento diário. É descontado o imposto de renda e uma taxa de 0,3% ao ano. É ainda mais vantajoso se estiver ligado à poupança, principalmente se o investimento for maior que R$50 mil.

    Fundos de renda fixa atrelados ao CDI

    Nesse caso é preciso, no entanto, ter uma preocupação referente a quanto o banco pagará sobre a CDI. A remuneração deverá sempre ser maior do que o total da CDI. Você encontrará títulos CDB, LCI, além dos LCA ligados ao financiamento para o agronegócio.

    O importante nesse caso é que a taxa de administração não supere o valor de 1% ao ano, pois assim ele se tornará bem mais rentável. O investidor precisa ficar de olho na quantidade das carências. Isso porque se tiver menos liquidez e mais taxas de retorno o investimento se tornará mais propício.

    Fundos de renda fixa referenciados DI

    Mesmo sem a garantia da rentabilidade, os bancos precisam garantir 95% dos ativos com CDI, para alcançar a estabilidade na rentabilidade. Os fundos DI são pós-fixados e acabam que oscilam de acordo com a Selic.

    Como principal vantagem do fundo DI pode-se destacar a liquidez, que é bem rápida e permite conseguir resgatar o investimento a qualquer momento. Nesse investimento, é importante destacar que a taxa de operação não pode ultrapassar 0,5% ao ano e a remuneração precisa ser maior que 100% do CDI.

    Swing Trade

    Até aqui, apresentamos alternativas mais conservadoras, que são caracterizadas como renda fixa. O Swing Trade, por outro lado, é uma modalidade da renda variável, aplicável na bolsa de valores.

    Em oposição ao termo “Day Trade”, que é bastante cunhado no mercado financeiro, essa técnica de investimento que usa justamente a variação e volatilidade do ativo para lucrar em cima disso.

    Então, trata-se de negociações que acontecem de forma muito rápida, em que o investidor ganha com a alta e baixa dos preços dos ativos. Assim, é preciso entrar e sair no momento certo quando falamos da operação. Logo, é um investimento de alto risco.

    Sendo assim, é mais comum que seja uma alternativa viável para aqueles que já possuem uma certa familiaridade com o mercado. Também recomenda-se que não seja a única estratégia de investimento.

    Agora que você já sabe um pouco mais sobre investimentos a curto prazo, que tal colocar em prática e movimentar os planos daquele sonho que quer realizar?

    *Colaboração: Isabella Mercedes

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosConfira os 6 melhores investimentos a curto prazo em 2022

    Confira os 6 melhores investimentos a curto prazo em 2022

    0
    (0)

    Cuidar do seu dinheiro é uma tarefa fundamental e um ponto de equilíbrio para a sua vida financeira. Uma das melhores formas de lograr êxito nessa tarefa é procurar maneiras fáceis e práticas de investi-lo. Já pensou em apostar nos investimentos a curto prazo?

    Publicidade

    Atualmente, existem diversos investimentos em vários segmentos. Uns com uma rentabilidade mais baixa, enquanto outros se destacam por ter um índice maior. No entanto, alguns tipos são bem visados por darem um retorno a curto prazo.

    Investimento requer organização e planejamento

    Investir por investir não basta, é preciso ter um pensamento crítico e pensando de uma maneira organizacional. Como colocar em prática? Quais as principais consequências? O que deve render e quanto deve custar?

    Além disso, é necessário ter uma visão de negócios. Mesmo que seja um pequeno investimento, ter um planejamento é essencial e sinaliza todos os principais pontos para colocar em prática sem erros. E mesmo que algo dê errado, o planejamento ajuda a executar os planos de ação, caso necessário.

    O que acontece hoje em dia é o excesso de comodidade. Muitas pessoas ainda sem saber das opções e novidades do mercado financeiro, seguem deixando suas economias estagnadas: seja em conta corrente ou poupança. O que acontece é que essas são opções que não trazem muito retorno.

    bolsas de valores americanas
    Um investimento considerado de curto prazo leva, em média, de 3 a 12 meses para dar um retorno mais satisfatório

    5 melhores investimentos a curto prazo

    Se você está disposto a começar um novo investimento, mas precisa de retorno a curto prazo, separamos 5 maneiras de investir e ter essa resposta mais rápido. Confira abaixo a listagem!

    CDB com liquidez diária 

    Os CDB’s são os Certificados de Depósitos Bancários, que podem ser considerados uma excelente opção para quem quer investir a curto prazo. Além de serem seguros, já foi comprovado que conseguem render mais que a poupança.

    Publicidade

    No caso dos CDB’s, eles são garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para o caso de investimentos de até R$250 mil, por CPF e por instituição financeira. Os pequenos e médios bancos oferecem a mesma proteção de FGC dos bancos mais conhecidos. A principal recomendação é escolher CDB’s com liquidez diária ou de pouca carência.

    Não se precipite. Antes mesmo de escolher o seu banco, faça uma análise sobre ele, sobre todas as suas características que envolvem a sua saúde financeira. Uma dica essencial é considerar que o imposto a ser pago tende a ser variável com o tempo de resgate dessa liquidez.

    – Até 180 dias – desconto de 22,5%

    – Entre 181 e 360 dias – desconto de 20%

    – Entre 361 e 720 dias – desconto de 17,5%

    Publicidade

    – Acima de 720 dias – desconto de 15%

    LCI

    Para quem não conhece, a sigla LCI significa Letra de Crédito Imobiliário. Nada mais é do que um investimento convertido em crédito para financiar imóveis. Este é um investimento livre de imposto e que se destaca por ser protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito.

    A liquidez dos LCI’s varia de 3 a 24 meses. Sem dúvidas são uma boa alternativa. Entretanto, acabam que rendem melhor quando em longo prazo. Sendo assim, alguns poderão apresentar uma liquidez mais lenta.

    LCA

    Assim como a opção anterior, a Letra de Crédito do Agronegócio também é isenta da cobrança de impostos e também é protegida pelo Fundo Garantidor de Crédito.

    Além disso, é uma alternativa bastante viável, pois antes do contrato já é possível saber quanto, efetivamente, você lucrará após o término do investimento.

    Publicidade

    Vale destacar também que uma LCA tem aporte mínimo e prazo de aplicação maior que a LCI. Ou seja, você também pode investir nessa opção pensando em um prazo um pouco maior. Conheça as vantagens e desvantagens da LCI, LCA ou CDB.

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic é mais uma opção para quem deseja investir e ter um retorno a curto prazo. Ligado à taxa Selic, este é um título oferecido pelo governo com o intuito de quitar as despesas de pessoas físicas. Além disso, com a redução da Selic a poupança fica mais atrativa.

    O Tesouro Selic é pós-fixado e tem um rendimento diário. É descontado o imposto de renda e uma taxa de 0,3% ao ano. É ainda mais vantajoso se estiver ligado à poupança, principalmente se o investimento for maior que R$50 mil.

    Fundos de renda fixa atrelados ao CDI

    Nesse caso é preciso, no entanto, ter uma preocupação referente a quanto o banco pagará sobre a CDI. A remuneração deverá sempre ser maior do que o total da CDI. Você encontrará títulos CDB, LCI, além dos LCA ligados ao financiamento para o agronegócio.

    O importante nesse caso é que a taxa de administração não supere o valor de 1% ao ano, pois assim ele se tornará bem mais rentável. O investidor precisa ficar de olho na quantidade das carências. Isso porque se tiver menos liquidez e mais taxas de retorno o investimento se tornará mais propício.

    Fundos de renda fixa referenciados DI

    Mesmo sem a garantia da rentabilidade, os bancos precisam garantir 95% dos ativos com CDI, para alcançar a estabilidade na rentabilidade. Os fundos DI são pós-fixados e acabam que oscilam de acordo com a Selic.

    Como principal vantagem do fundo DI pode-se destacar a liquidez, que é bem rápida e permite conseguir resgatar o investimento a qualquer momento. Nesse investimento, é importante destacar que a taxa de operação não pode ultrapassar 0,5% ao ano e a remuneração precisa ser maior que 100% do CDI.

    Swing Trade

    Até aqui, apresentamos alternativas mais conservadoras, que são caracterizadas como renda fixa. O Swing Trade, por outro lado, é uma modalidade da renda variável, aplicável na bolsa de valores.

    Em oposição ao termo “Day Trade”, que é bastante cunhado no mercado financeiro, essa técnica de investimento que usa justamente a variação e volatilidade do ativo para lucrar em cima disso.

    Então, trata-se de negociações que acontecem de forma muito rápida, em que o investidor ganha com a alta e baixa dos preços dos ativos. Assim, é preciso entrar e sair no momento certo quando falamos da operação. Logo, é um investimento de alto risco.

    Sendo assim, é mais comum que seja uma alternativa viável para aqueles que já possuem uma certa familiaridade com o mercado. Também recomenda-se que não seja a única estratégia de investimento.

    Agora que você já sabe um pouco mais sobre investimentos a curto prazo, que tal colocar em prática e movimentar os planos daquele sonho que quer realizar?

    *Colaboração: Isabella Mercedes

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?