4 linhas de crédito disponíveis para empresas | FinanceOne

4 linhas de crédito disponíveis para empresas

Escrito por: Mateus Carvalho em 27 de julho de 2020

Muitas empresas estão quebrando por conta da crise econômica e sanitária ocasionada pelo novo coronavírus. Para tentar amenizar esse cenário, o governo federal criou diversas linhas de crédito para empresas.

Mas quais são esses empréstimos disponíveis? Qual a diferença entre eles? Quem pode solicitar esses créditos? Todas essas dúvidas são comuns, já que com tantas opções é difícil escolher o melhor para o seu negócio.

Como conseguir empréstimo e tudo que você precisar saber
As linhas de crédito para empresas são uma alternativa encontrada pelos empreendedores

As linhas de crédito para empresas têm como objetivo ajudar no pagamento de tributos ou até mesmo na folha de pagamento dos funcionários.

Esses empréstimos são destinados a micro, pequenas e médias empresas, além dos microempreendedores individuais (MEIs). 

Você tem um negócio e quer saber quais as linhas de créditos disponíveis para empresas se encaixam melhor para você? Confira as opções abaixo!

1) Empréstimo para pagamento da folha salarial

A Medida Provisória nº 944/2020 instituiu o Programa Emergencial de Suporte a Empregos. Ele é destinado à concessão de empréstimos aos empresários e cooperativas, exclusivamente para o pagamento da folha salarial dos funcionários. 

Para ter direito a esse crédito, é necessário que o empregador, como pessoa jurídica, não esteja em débito com o INSS. A receita bruta deve ser maior a R$360 mil e igual ou inferior a R$10 milhões em 2019. 

O objetivo dessa MP é cobrir a totalidade da folha de pagamento, referente a dois meses, estando limitado à dois salários mínimos, de R$2.090 por empregado.

Vale ressaltar que as folhas de pagamento serão processadas pela instituição financeira que conceder esse empréstimo. É importante que o empregador que contratar essa linha de crédito observe as seguintes restrições:

-> Utilizar os recursos exclusivamente para o pagamento dos salários;

-> Fica proibido dispensar os empregados, sem justa causa, no período entre a contratação do empréstimo até 60 dias após o recebimento da última parcela;

Caso aconteça o descumprimento dessas condições fica sujeito aos empregados o pagamento do vencimento antecipado da dívida.

2) Mais capital de giro, do BNDES Crédito Pequenas Empresas

O BNDES expandiu a oferta de capital de giro desta linha de crédito para negócios com faturamento anual de até R$300 milhões até 30 de setembro de 2020. O limite de financiamento é de até R$70 milhões por ano.

O objetivo do BNDES é dar apoio às empresas no enfrentamento dos efeitos econômicos ocasionados pela pandemia.

Vale ressaltar que esse tipo de linha de crédito é livre de negociação e que o programa tem custo financeiro (TFB, TLP ou Selic), mais a taxa do BNDES de 1,25% ao ano e a taxa do banco conveniado.

É importante frisar que o prazo de pagamento é de até cinco anos, incluindo a carência de até dois anos para começar a pagar.

3) Desconto e antecipação de recebíveis

Para quem precisa arcar com contas a curto prazo e tem valores a receber, a antecipação de recebíveis é uma excelente opção para sanar essas dívidas. 

O desconto de recebíveis é uma linha de crédito para apoiar empresas, dando liquidez ao faturamento e aumentando o seu capital de giro. Ele não prejudica a sua relação de compra e venda com clientes.

Na antecipação de recebíveis, o empreendedor se compromete apenas com o valor ao qual espera receber, para que não crie uma nova dívida.

Esse valor ou desconto pode ser adquirido pelo sistema Sicredi, que proporciona essa linha de crédito para empresas associadas. A taxa é de 1,3% ao mês, não havendo carência.

Além da Sicredi, outras empresas também oferecem essa antecipação, bem como as operadoras de máquinas de cartão, com desconto ou zerando a taxa que é estipulada.

Já os bancos privados têm essa liberação de crédito para correntistas, fazendo avaliação desse valor de forma individual e concedendo quando realmente necessário.

O valor é considerado suficiente quando se tem um fluxo de caixa bem organizado. Dessa forma, o planejamento extensivo não é afetado. De acordo com a Sicredi, os benefícios dessa linha de crédito são:

  • Conveniência

Você antecipa os valores de vendas a prazo sem prejudicar a relação com o cliente, garantindo a sua comodidade na hora da compra.

  • Responsabilidade

Para cooperar de forma responsável, o limite de crédito é disponibilizado de acordo com os seus rendimentos.

  • Tranquilidade

Prazo de até 360 dias para o limite e de até 180 dias para os recebíveis.

4) Microcrédito

O nome já é bem sugestivo. O microcrédito é uma linha de crédito utilizada para conceder empréstimo de baixos valores, cujos pagamentos acontecem em períodos mais curtos e os juros são bem menores do que os habituais.

Quem pode pegar esses microcréditos? Podem solicitar os microcréditos os pequenos empreendedores, MEIs e também trabalhadores informais, sendo considerado por muitos uma linha de incentivo para manter negócios em fase inicial.

Esse dinheiro, no entanto, deve obrigatoriamente ser investido na empresa. Essa modalidade de empréstimo já está sendo oferecida para as empresas, seja por meio de empréstimo, antecipação ou desconto. 

Quem desejar, pode encontrar nas agências de fomento, BNDES e em outros bancos. As taxas de juros são de no máximo 4% ao mês.

Confira também as novas regras de empréstimos a aposentados e pensionistas, em função do coronavírus.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

mei
marketing de afiliado
investimentos sem imposto
erros financeiros
eventos de empreendedorismo