Mais
    InícioNotíciasEmpreendedorismoNota fiscal eletrônica: saiba como emitir e consultar pelo CPF

    Nota fiscal eletrônica: saiba como emitir e consultar pelo CPF

    0
    (0)

    A Nota Fiscal Eletrônica, conhecida também como NF-e, pode ser emitida e consultada por todos aqueles que possuem empresa. Além disso, em alguns casos pessoas físicas também podem consultar, sem que seja necessário ter um CNPJ.

    Ou seja, é possível consultar a Nota fiscal eletrônica utilizando apenas o CPF.

    Quer saber mais sobre a Nota Fiscal eletrônica e como consultá-la? Continue a leitura deste texto! A seguir, explicaremos o que é uma NF-e, quem precisa emitir e como fazer para consultá-la através do CPF.

    + Qual a vantagem de colocar o CPF na nota fiscal?

    O que é Nota Fiscal eletrônica?

    A Nota fiscal eletrônica surgiu para substituir as notas em papéis que lotavam os ambientes das empresas e dependiam de estoque e muita organização. O novo modelo, no entanto, é um formato totalmente digital.

    A NF-e, em vigor desde 2006, é utilizada para realizar transação comercial, por exemplo, a venda de um produto.

    Mas além de documentar as operações de vendas, a NF-e também é responsável por acobertar as demais operações, tais como: entrada de mercadores, operações interestaduais, operações de devolução ou transferência de mercadores etc.

    Por isso, quem é varejista precisa ficar atento quando se deve emitir a NF-e ou a NFC-e, já que ambas documentam as operações da venda de um produto. Em resumo, a NFC-e é usada para venda ao consumidor final, enquanto a NF-e para as demais operações.

    + Programa Nota Legal: o que é e como funciona?

    Quem precisa emitir a NF-e

    As pessoas físicas que prestam serviços devem ser inscritas no cadastro municipal para emitir a NFS-e. Porém,esse processo é opcional, podendo ser realizado apenas quando solicitado pelo consumidor.

    Além disso, aqueles que possuem o CNPJ devem fazer a emissão de notas dos serviços prestados, seja para empresas ou órgãos públicos. 

    pessoa mexendo no notebook e olhando o celular para emissão da nota fiscal eletrônica
    Saiba como conseguir emitir a Nota Fiscal eletrônica através do CPF

    A pessoa jurídica, no entanto, é vinculada ao Simples Nacional, no qual deve ser pago a taxa para o governo para que possam receber benefícios no futuro. Assim sendo, são obrigados a emitir a nota fiscal os seguintes grupos:

    • empresas optantes pelo SIMPLES nacional ou que utilizam o regime de lucro presumido. Que realizem atividade de transformação (a exemplo de fábricas e indústrias);
    • Empresas optantes pelo SIMPLES nacional ou que utilizam o regime de lucro presumido. Que efetuem operações de venda para pessoas físicas e jurídicas (quase em sua integralidade);
    • Contribuintes enquadrados nos códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas — CNAE referidos no Apêndice XXXIV, Seção XII, ou nos Códigos de Atividade Econômica — CAEs. Que correspondam às atividades descritas pelos códigos da CNAE;
    • Estabelecimentos de contribuintes que não estejam enquadrados em nenhum dos códigos da CNAE constantes da relação do Apêndice XXXIV, ou nos Códigos de Atividade Econômica — CAEs. Que correspondam às atividades descritas pelos códigos da CNAE.

      + Nota fiscal eletrônica: como cancelar com passo a passo

    Como emitir a Nota Fiscal eletrônica pelo CPF?

    Agora que você já sabe o que é a NF-e, bem como quem pode emiti-la, trouxemos para você um exemplo usando o portal da Prefeitura de São Paulo.

    A seguir, saiba como fazer a emissão da nota fiscal eletrônica usando o CPF.

    • Faça o login no site Nota do Milhão da prefeitura de São Paulo, utilizando o CPF e a senha criada;
    • Assim que o acesso for liberado, acesse o item “Outras informações”;
    • Após acessar a área, clique no link “Minha Empresa”, que deve conter a opção de NF-e, se a autorização foi liberada e os seguintes requisitos cumpridos: realização do registro no Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM) e, além disso, possuir código de serviço válido atrelado ao registro no CCM;
    • Após esse passo, você conseguirá acessar a nota fiscal eletrônica utilizando o CPF.

    Mas caso tenha alguma dúvida durante o processo, basta acessar a área de “Informações Gerais”, disponível no menu principal do site.

    Esse conteúdo foi útil para você? Acha que pode ajudar outras pessoas? Então compartilhe este texto em suas redes sociais.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEmpreendedorismoNota fiscal eletrônica: saiba como emitir e consultar pelo CPF

    Nota fiscal eletrônica: saiba como emitir e consultar pelo CPF

    0
    (0)

    A Nota Fiscal Eletrônica, conhecida também como NF-e, pode ser emitida e consultada por todos aqueles que possuem empresa. Além disso, em alguns casos pessoas físicas também podem consultar, sem que seja necessário ter um CNPJ.

    Ou seja, é possível consultar a Nota fiscal eletrônica utilizando apenas o CPF.

    Quer saber mais sobre a Nota Fiscal eletrônica e como consultá-la? Continue a leitura deste texto! A seguir, explicaremos o que é uma NF-e, quem precisa emitir e como fazer para consultá-la através do CPF.

    + Qual a vantagem de colocar o CPF na nota fiscal?

    O que é Nota Fiscal eletrônica?

    A Nota fiscal eletrônica surgiu para substituir as notas em papéis que lotavam os ambientes das empresas e dependiam de estoque e muita organização. O novo modelo, no entanto, é um formato totalmente digital.

    A NF-e, em vigor desde 2006, é utilizada para realizar transação comercial, por exemplo, a venda de um produto.

    Mas além de documentar as operações de vendas, a NF-e também é responsável por acobertar as demais operações, tais como: entrada de mercadores, operações interestaduais, operações de devolução ou transferência de mercadores etc.

    Por isso, quem é varejista precisa ficar atento quando se deve emitir a NF-e ou a NFC-e, já que ambas documentam as operações da venda de um produto. Em resumo, a NFC-e é usada para venda ao consumidor final, enquanto a NF-e para as demais operações.

    + Programa Nota Legal: o que é e como funciona?

    Quem precisa emitir a NF-e

    As pessoas físicas que prestam serviços devem ser inscritas no cadastro municipal para emitir a NFS-e. Porém,esse processo é opcional, podendo ser realizado apenas quando solicitado pelo consumidor.

    Além disso, aqueles que possuem o CNPJ devem fazer a emissão de notas dos serviços prestados, seja para empresas ou órgãos públicos. 

    pessoa mexendo no notebook e olhando o celular para emissão da nota fiscal eletrônica
    Saiba como conseguir emitir a Nota Fiscal eletrônica através do CPF

    A pessoa jurídica, no entanto, é vinculada ao Simples Nacional, no qual deve ser pago a taxa para o governo para que possam receber benefícios no futuro. Assim sendo, são obrigados a emitir a nota fiscal os seguintes grupos:

    • empresas optantes pelo SIMPLES nacional ou que utilizam o regime de lucro presumido. Que realizem atividade de transformação (a exemplo de fábricas e indústrias);
    • Empresas optantes pelo SIMPLES nacional ou que utilizam o regime de lucro presumido. Que efetuem operações de venda para pessoas físicas e jurídicas (quase em sua integralidade);
    • Contribuintes enquadrados nos códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas — CNAE referidos no Apêndice XXXIV, Seção XII, ou nos Códigos de Atividade Econômica — CAEs. Que correspondam às atividades descritas pelos códigos da CNAE;
    • Estabelecimentos de contribuintes que não estejam enquadrados em nenhum dos códigos da CNAE constantes da relação do Apêndice XXXIV, ou nos Códigos de Atividade Econômica — CAEs. Que correspondam às atividades descritas pelos códigos da CNAE.

      + Nota fiscal eletrônica: como cancelar com passo a passo

    Como emitir a Nota Fiscal eletrônica pelo CPF?

    Agora que você já sabe o que é a NF-e, bem como quem pode emiti-la, trouxemos para você um exemplo usando o portal da Prefeitura de São Paulo.

    A seguir, saiba como fazer a emissão da nota fiscal eletrônica usando o CPF.

    • Faça o login no site Nota do Milhão da prefeitura de São Paulo, utilizando o CPF e a senha criada;
    • Assim que o acesso for liberado, acesse o item “Outras informações”;
    • Após acessar a área, clique no link “Minha Empresa”, que deve conter a opção de NF-e, se a autorização foi liberada e os seguintes requisitos cumpridos: realização do registro no Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM) e, além disso, possuir código de serviço válido atrelado ao registro no CCM;
    • Após esse passo, você conseguirá acessar a nota fiscal eletrônica utilizando o CPF.

    Mas caso tenha alguma dúvida durante o processo, basta acessar a área de “Informações Gerais”, disponível no menu principal do site.

    Esse conteúdo foi útil para você? Acha que pode ajudar outras pessoas? Então compartilhe este texto em suas redes sociais.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?