O que é necessário para aprovar um financiamento de carro? | FinanceOne

O que é necessário para aprovar um financiamento de carro?

Escrito por: Rafael Massadar em 7 de julho de 2020

O brasileiro voltou a fazer o financiamento de carro. Após quedas constantes por causa da pandemia do coronavírus, a compra de veículos cresceu 24% em maio deste ano comparado com o mês anterior.

Dados da B3 apontam que foram financiados 216.310 veículos em maio. Entre todas as unidades, mais de 190 mil são de usados.

financiamento de carro
Para fazer um financiamento de carro é necessário não estar na lista de devedores do SPC

O prazo médio dos financiamentos cresceu contra 2019, de 42,7 meses para 44,5 meses. Assim como no ano passado, o maior prazo foi observado entre os automóveis seminovos (de até três anos de uso), com 46,6 meses.

O cenário mostra que o brasileiro ainda tem dificuldade de fazer um financiamento de carro zero. Contudo, fazer um financiamento é mais fácil do que parece, mas fazer o melhor não é tão simples quanto parece.

Para que você faça a melhor escolha e possa saber como melhorar as suas chances de fazer um bom negócio, separamos quais são os pontos principais para ter em mente a respeito do financiamento de carro usado ou novo.

O que é um financiamento de carro?

O financiamento de carro é um tipo de empréstimo, como qualquer outro. No entanto, como ele envolve a aquisição de um veículo, geralmente tem uma facilidade maior de ser aprovado pela questão da garantia estar atrelada ao próprio veículo a ser comprado.

Como carros não são baratos no Brasil, essa se torna a melhor (ou ás vezes única) opção de muitas pessoas, fazendo com que exista uma infinidade de opções e tipos de financiamento no mercado.

Um aspecto que faz com que alguns tipos de negócios sejam menos interessantes, como por exemplo, o financiamento de carros novos, é a marcha da desvalorização do veículo em relação às taxas de juros.

Quando você financia seminovos ou usados, está tendo uma desvalorização muito pequena do valor dele, embora esteja pagando ao mês por juros. Mas quando comparamos com a velocidade de desvalorização de um carro novo ela é muito maior!

O principal risco para quem financia um carro é o comprometimento da renda familiar. Por isso, antes de fechar o contrato de financiamento, mapeie seus gastos e organize suas finanças, para ter certeza de que conseguirá arcar com as parcelas.

Outro risco comum é quanto ao número de prestações, que deve ser o menor possível. Com menos parcelas, você paga menos juros.

Portanto, tente também financiar o menor valor possível. Ou seja, dar uma entrada razoável é recomendável.

O que é preciso para conseguir o financiamento?

1 – Nome limpo

Você quer entrar em um financiamento de carro com nome sujo? Se você está com o nome sujo na praça, com restrição no SPC ou Serasa, infelizmente, não adianta nem tentar: você não vai ter sucesso.

Esse é o critério mais claro. Sem nome limpo o pedido de crédito sequer vai para análise.

Na prática, qualquer pessoa que esteja com restrição no nome, independente da entrada, renda ou emprego, não vai conseguir financiar o seu carro sem limpar o nome antes.

2 – Idade

Para financiar um carro você deve ter no mínimo 18 e no máximo 70 anos. Mas, poucos financiamentos são aprovados para pessoas com menos de 20 anos – a não ser que se consiga um avalista.

Já para maiores de 70 anos a regra é parecida: é possível financiar carro, porém com uma avalista com parentesco de primeiro grau.

3 – Renda comprovada

Para financiar o seu carro dos sonhos você também precisa ter renda comprovada. Para quem tem carteira assinada, o contracheque serve como comprovante.

Quem é autônomo, precisa comprovar renda com movimentação bancária. Para os profissionais liberais, como advogados, por exemplo, é preciso apresentar o decore para conseguir financiar carro.

Como contratar esse tipo de crédito?

O primeiro passo é procurar o banco em que você tiver conta e consultar as condições de financiamento de veículo. Depois, analise o mercado e utilize os dados conquistados para negociar com o gerente.

Caso você não consiga chegar a um acordo satisfatório com a instituição bancária, considere a possibilidade contratar financiamento com financeiras.

Na falta de um planejamento financeiro, muitas pessoas acabam se endividando com as parcelas. Por isso, FinanceOne também explica o passo a passo para transferir o financiamento do carro para outra pessoa. Confira!

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

cartão de crédito
falar de dinheiro em casa
Homem mexendo no celular para consultar as plataformas de afiliados
FGTS rende mais que a Selic