Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasInvestimentosRLP: entenda o que é Retail Liquidity Provider e as vantagens

    RLP: entenda o que é Retail Liquidity Provider e as vantagens

    0
    (0)

    Se você começou a investir na Bolsa de Valores recentemente, talvez tenha se deparado com a sigla RLP e ficou perdido. Trata-se de um serviço que pode oferecer algumas vantagens para o investidor pessoa física. 

    Publicidade

    RLP é a sigla para Retail Liquidity Provider, que na tradução livre quer dizer Provedor de Liquidez de Varejo. Basicamente, é um tipo de serviço da B3, a bolsa brasileira, que garante que o preço atual da cotação será mantido ou melhorado na ordem do cliente.

    Esse serviço já é amplamente utilizado em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, foi regulamentado em 2012. Mas ele também tem se tornado mais popular aqui no Brasil, depois de ter sido autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em 2019.

    Embora ofereça vantagens, no entanto, é fundamental conhecer o serviço para operar com segurança.

    Quer entender tudo sobre RLP, como funciona e quais as vantagens? Então continue lendo o artigo!

    O que é um RLP?

    Retail Liquidity Provider (RLP) é um serviço da própria B3 que permite que a corretora ou banco torne-se contraparte de ordens de compra e venda na Bolsa de Valores. Ou seja, ao ativá-la, a operação deixa de ser apenas entre investidores.

    Publicidade

    Em outras palavras, quando o RLP está ativado, a instituição financeira intermediadora  atua ativamente no processo de compra e venda de ativos. Essa corretora ou banco deixa de ser apenas um intermediário.

    O investidor consegue negociar diretamente com a instituição financeira e não apenas por meio dela. No entanto, a negociação continua acontecendo na B3.

    Vale salientar que a oferta do serviço ainda é recente no Brasil, tendo iniciado em agosto de 2019. Por isso, estamos em fase de testes e, atualmente, só é possível negociar minicontratos de índice e de dólar com RLP.

    O Retail Liquidity Provider permite que a ordem do cliente saia no preço atual da cotação ou melhor. Isso porque a corretora ou o banco permitirão que a operação seja realizada de uma vez.

    Homem de terno cinza escuro segurando um gráfico
    RLP ou provedor de liquidez no varejo chegou ao Brasil em 2019

    Como funciona esse serviço?

    Podemos dizer, então, que RLP é uma facilidade para o investidor pessoa física. Principalmente aqueles que desejam apostar em mercados mais agressivos, uma vez que permite certa proteção da alta liquidez de minicontratos. 

    Publicidade

    Mas, na prática, existem algumas especificidades deste serviço. A primeira delas é que só pode ser utilizado por investidores pessoas físicas (de varejo). Além disso, é aplicado apenas em ordens à mercado (que são executadas imediatamente). 

    As ofertas com RLP não aparecem no book de ofertas e se não forem executadas, são automaticamente canceladas no final do dia. 

    O limite para utilizar o RLP não pode ultrapassar 15% do volume negociado. Além disso, o preço é ajustado de forma automática pelo intermediador, conforme a movimentação do mercado, tendo condições iguais ou melhores.

    A adesão do serviço junto a corretora é uma decisão do próprio investidor. Basta entrar em contato com a sua instituição financeira e se informar a respeito. Em geral, é possível ativar o RLP diretamente pela conta de investimento.

    É bom ativar o RLP? Quais as desvantagens?

    Ao ativar o RLP, o investidor pessoa física garante melhores preços nas negociações, além de ter o acesso facilitado a mercados mais agressivos (aqueles recomendados para investidores com perfil de risco). 

    Publicidade

    Mas é importante estar atento ao fato de que o serviço não extingue, nem diminui o risco do investimento. As possíveis perdas inerentes à variação do mercado continuam.

    Um ponto de atenção é que o relatório de consulta pública elaborado pela B3 destaca um possível conflito de interesses com a adesão deste serviço. Afinal, a mesma corretora que sugere uma operação também executa ordens contra suas próprias recomendações.

    Resumidamente, confira os principais prós e contras!

    Vantagens:

    • Maior liquidez no mercado e, consequentemente, seu fortalecimento
    • Melhores preços de execução
    • Menor custo com taxa de corretagem (em algumas corretoras)

    Desvantagens:

    • Papel duplo de corretoras pode causar conflito de interesses
    • Crescimento do risco de seleção adversa 
    • Possível redução no volume de negociações

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe e deixe suas dúvidas nos comentários! Descubra mais seguindo o FinanceOne no FacebookInstagramTikTok e Linkedin.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosRLP: entenda o que é Retail Liquidity Provider e as vantagens

    RLP: entenda o que é Retail Liquidity Provider e as vantagens

    0
    (0)

    Se você começou a investir na Bolsa de Valores recentemente, talvez tenha se deparado com a sigla RLP e ficou perdido. Trata-se de um serviço que pode oferecer algumas vantagens para o investidor pessoa física. 

    Publicidade

    RLP é a sigla para Retail Liquidity Provider, que na tradução livre quer dizer Provedor de Liquidez de Varejo. Basicamente, é um tipo de serviço da B3, a bolsa brasileira, que garante que o preço atual da cotação será mantido ou melhorado na ordem do cliente.

    Esse serviço já é amplamente utilizado em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, foi regulamentado em 2012. Mas ele também tem se tornado mais popular aqui no Brasil, depois de ter sido autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em 2019.

    Embora ofereça vantagens, no entanto, é fundamental conhecer o serviço para operar com segurança.

    Quer entender tudo sobre RLP, como funciona e quais as vantagens? Então continue lendo o artigo!

    O que é um RLP?

    Retail Liquidity Provider (RLP) é um serviço da própria B3 que permite que a corretora ou banco torne-se contraparte de ordens de compra e venda na Bolsa de Valores. Ou seja, ao ativá-la, a operação deixa de ser apenas entre investidores.

    Publicidade

    Em outras palavras, quando o RLP está ativado, a instituição financeira intermediadora  atua ativamente no processo de compra e venda de ativos. Essa corretora ou banco deixa de ser apenas um intermediário.

    O investidor consegue negociar diretamente com a instituição financeira e não apenas por meio dela. No entanto, a negociação continua acontecendo na B3.

    Vale salientar que a oferta do serviço ainda é recente no Brasil, tendo iniciado em agosto de 2019. Por isso, estamos em fase de testes e, atualmente, só é possível negociar minicontratos de índice e de dólar com RLP.

    O Retail Liquidity Provider permite que a ordem do cliente saia no preço atual da cotação ou melhor. Isso porque a corretora ou o banco permitirão que a operação seja realizada de uma vez.

    Homem de terno cinza escuro segurando um gráfico
    RLP ou provedor de liquidez no varejo chegou ao Brasil em 2019

    Como funciona esse serviço?

    Podemos dizer, então, que RLP é uma facilidade para o investidor pessoa física. Principalmente aqueles que desejam apostar em mercados mais agressivos, uma vez que permite certa proteção da alta liquidez de minicontratos. 

    Publicidade

    Mas, na prática, existem algumas especificidades deste serviço. A primeira delas é que só pode ser utilizado por investidores pessoas físicas (de varejo). Além disso, é aplicado apenas em ordens à mercado (que são executadas imediatamente). 

    As ofertas com RLP não aparecem no book de ofertas e se não forem executadas, são automaticamente canceladas no final do dia. 

    O limite para utilizar o RLP não pode ultrapassar 15% do volume negociado. Além disso, o preço é ajustado de forma automática pelo intermediador, conforme a movimentação do mercado, tendo condições iguais ou melhores.

    A adesão do serviço junto a corretora é uma decisão do próprio investidor. Basta entrar em contato com a sua instituição financeira e se informar a respeito. Em geral, é possível ativar o RLP diretamente pela conta de investimento.

    É bom ativar o RLP? Quais as desvantagens?

    Ao ativar o RLP, o investidor pessoa física garante melhores preços nas negociações, além de ter o acesso facilitado a mercados mais agressivos (aqueles recomendados para investidores com perfil de risco). 

    Publicidade

    Mas é importante estar atento ao fato de que o serviço não extingue, nem diminui o risco do investimento. As possíveis perdas inerentes à variação do mercado continuam.

    Um ponto de atenção é que o relatório de consulta pública elaborado pela B3 destaca um possível conflito de interesses com a adesão deste serviço. Afinal, a mesma corretora que sugere uma operação também executa ordens contra suas próprias recomendações.

    Resumidamente, confira os principais prós e contras!

    Vantagens:

    • Maior liquidez no mercado e, consequentemente, seu fortalecimento
    • Melhores preços de execução
    • Menor custo com taxa de corretagem (em algumas corretoras)

    Desvantagens:

    • Papel duplo de corretoras pode causar conflito de interesses
    • Crescimento do risco de seleção adversa 
    • Possível redução no volume de negociações

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe e deixe suas dúvidas nos comentários! Descubra mais seguindo o FinanceOne no FacebookInstagramTikTok e Linkedin.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?