Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisO que um plano de saúde deve cobrir? Entenda as obrigações, cobranças...

    O que um plano de saúde deve cobrir? Entenda as obrigações, cobranças e mais

    0
    (0)

    Se você tem plano de saúde já deve ter ficado em algum momento com dúvida sobre o que ele cobria ou não, certo? Isso é comum, já que existem inúmeros procedimentos que podem ser realizados por um profissional da saúde.

    Publicidade

    E no último dia 23, a Agência Nacional de Saúde (ANS) realizou mudanças sobre as coberturas realizadas pelos planos de saúde. A Agência incluiu novos procedimentos no rol obrigatório de cobertura dos planos.

    Mas é importante ressaltar que, apesar desta resolução já ter saído no Diário Oficial da União do dia 23 de junho, ela só entrará em vigor a partir de 22 de outubro. 

    Neste exato momento você deve está se perguntando o que muda quando a resolução entrar em vigor e o que de fato o plano de saúde deve cobrir quando você contrata um. O FinanceOne vai te explicar tudo abaixo!

    O que passa a ser coberto com a nova resolução dos planos de saúde?

    Com a resolução publicada, muitos clientes dos planos de saúde querem saber o que de fato muda e o que passará a ser coberto. De acordo com o que foi publicado no Diário Oficial da União, três novos procedimentos deverão ser cobertos pelas operadoras, sendo eles:

    -> Alfacerliponase para tratar lipofuscinose ceroide neuronal tipo 2 (CLN2);

    Publicidade

    -> Implante intracerebroventricular de bomba de infusão de fármacos; 

    -> Aplicação de contraceptivo hormonal injetável.

    Vale ressaltar que a CLN2 não foi incorporada ao Sistema Único de Saúde em uma resolução de fevereiro. Isso pode explicar a decisão da ANS de obrigar a cobertura desse tratamento pelo plano de saúde. 

    Já a aplicação do contraceptivo em mulheres em período fértil, a cobertura será obrigatória somente para alguns medicamentos, como medroxiprogesterona + cipionato de estradiol e algestona acetofenida + enantato de estradiol.

    Ambos os medicamentos estão na recomendação do Conitec para a inclusão deles no SUS.

    Publicidade

    Cobertura do plano de saúde: como descobrir as obrigações?

    Os procedimentos citados acima são apenas as novidades no Rol de cobertura dos planos de saúde. Isso porque já existem vários inclusos como obrigação das operadores e que precisam constar no seu contrato.

    A lista de procedimentos e eventos que são obrigatórias em cada plano é extensa e pode ser consultada neste link.

    Além disso, no site do Governo Federal é possível verificar se determinado procedimento parte da cobertura assistencial que seu plano de saúde é obrigado a cobrir. 

    paciente sendo consultado pelo médico
    A ANS inclui mais três procedimentos na lista de cobertura dos planos de saúde

    Para conferir, basta preencher as informações e clicar em “continuar” para ter o seu resultado.

    Sobre consultas, exames e tratamentos

    Para quem não sabe, a própria ANS tem uma lista definida de consultas, exames e tratamentos que são denominadas Rol de Procedimentos. Essa mesma que você acessou no link acima.

    Publicidade

    Nela, consta o que cada plano de saúde é obrigado a oferecer, de acordo com cada tipo de plano contratado.

    É importante ressaltar que os planos podem variar conforme o tipo>

    • se ambulatorial;
    • se hospitalar com obstetrícia
    • se hospitalar sem obstetrícia;
    • se referência; ou
    • se odontológico.

    Tal lista tem validade para os planos que foram contratados a partir de 2 de janeiro de 1999, que são considerados “planos novos”.

    Portanto, para saber as consultas, exames e tratamentos que seu plano de saúde é obrigado a oferecer, basta consultar este documento.

    Todo plano de saúde dá direito a hospitais e laboratórios?

    Essa é mais uma informação que você precisa ter ao contratar um plano de saúde. Qual é o tipo de abrangência dele quanto ao direito de serviço?

    Isso porque nem todo plano de saúde, por exemplo, dá direito a internação hospitalar. Neste caso, apenas os planos do tipo hospitalar com obstetrícia, hospitalar sem obstetrícia ou plano referência. 

    Esteja atento, também, ao fator rede credenciada que seu plano de saúde cobre para que você não fique na mão. Isso porque nem todos têm a mesma abrangência quanto à: médicos, hospitais, laboratórios e exames.

    Saber quais são os hospitais, laboratórios e médicos a que você terá direito pelo seu plano é essencial. 

    Gostou do conteúdo? Quer saber mais? Veja se é possível fazer portabilidade de plano de saúde e como funciona!

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Juliana Favorito
    Juliana Favorito
    Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisO que um plano de saúde deve cobrir? Entenda as obrigações, cobranças...

    O que um plano de saúde deve cobrir? Entenda as obrigações, cobranças e mais

    0
    (0)

    Se você tem plano de saúde já deve ter ficado em algum momento com dúvida sobre o que ele cobria ou não, certo? Isso é comum, já que existem inúmeros procedimentos que podem ser realizados por um profissional da saúde.

    Publicidade

    E no último dia 23, a Agência Nacional de Saúde (ANS) realizou mudanças sobre as coberturas realizadas pelos planos de saúde. A Agência incluiu novos procedimentos no rol obrigatório de cobertura dos planos.

    Mas é importante ressaltar que, apesar desta resolução já ter saído no Diário Oficial da União do dia 23 de junho, ela só entrará em vigor a partir de 22 de outubro. 

    Neste exato momento você deve está se perguntando o que muda quando a resolução entrar em vigor e o que de fato o plano de saúde deve cobrir quando você contrata um. O FinanceOne vai te explicar tudo abaixo!

    O que passa a ser coberto com a nova resolução dos planos de saúde?

    Com a resolução publicada, muitos clientes dos planos de saúde querem saber o que de fato muda e o que passará a ser coberto. De acordo com o que foi publicado no Diário Oficial da União, três novos procedimentos deverão ser cobertos pelas operadoras, sendo eles:

    -> Alfacerliponase para tratar lipofuscinose ceroide neuronal tipo 2 (CLN2);

    Publicidade

    -> Implante intracerebroventricular de bomba de infusão de fármacos; 

    -> Aplicação de contraceptivo hormonal injetável.

    Vale ressaltar que a CLN2 não foi incorporada ao Sistema Único de Saúde em uma resolução de fevereiro. Isso pode explicar a decisão da ANS de obrigar a cobertura desse tratamento pelo plano de saúde. 

    Já a aplicação do contraceptivo em mulheres em período fértil, a cobertura será obrigatória somente para alguns medicamentos, como medroxiprogesterona + cipionato de estradiol e algestona acetofenida + enantato de estradiol.

    Ambos os medicamentos estão na recomendação do Conitec para a inclusão deles no SUS.

    Publicidade

    Cobertura do plano de saúde: como descobrir as obrigações?

    Os procedimentos citados acima são apenas as novidades no Rol de cobertura dos planos de saúde. Isso porque já existem vários inclusos como obrigação das operadores e que precisam constar no seu contrato.

    A lista de procedimentos e eventos que são obrigatórias em cada plano é extensa e pode ser consultada neste link.

    Além disso, no site do Governo Federal é possível verificar se determinado procedimento parte da cobertura assistencial que seu plano de saúde é obrigado a cobrir. 

    paciente sendo consultado pelo médico
    A ANS inclui mais três procedimentos na lista de cobertura dos planos de saúde

    Para conferir, basta preencher as informações e clicar em “continuar” para ter o seu resultado.

    Sobre consultas, exames e tratamentos

    Para quem não sabe, a própria ANS tem uma lista definida de consultas, exames e tratamentos que são denominadas Rol de Procedimentos. Essa mesma que você acessou no link acima.

    Publicidade

    Nela, consta o que cada plano de saúde é obrigado a oferecer, de acordo com cada tipo de plano contratado.

    É importante ressaltar que os planos podem variar conforme o tipo>

    • se ambulatorial;
    • se hospitalar com obstetrícia
    • se hospitalar sem obstetrícia;
    • se referência; ou
    • se odontológico.

    Tal lista tem validade para os planos que foram contratados a partir de 2 de janeiro de 1999, que são considerados “planos novos”.

    Portanto, para saber as consultas, exames e tratamentos que seu plano de saúde é obrigado a oferecer, basta consultar este documento.

    Todo plano de saúde dá direito a hospitais e laboratórios?

    Essa é mais uma informação que você precisa ter ao contratar um plano de saúde. Qual é o tipo de abrangência dele quanto ao direito de serviço?

    Isso porque nem todo plano de saúde, por exemplo, dá direito a internação hospitalar. Neste caso, apenas os planos do tipo hospitalar com obstetrícia, hospitalar sem obstetrícia ou plano referência. 

    Esteja atento, também, ao fator rede credenciada que seu plano de saúde cobre para que você não fique na mão. Isso porque nem todos têm a mesma abrangência quanto à: médicos, hospitais, laboratórios e exames.

    Saber quais são os hospitais, laboratórios e médicos a que você terá direito pelo seu plano é essencial. 

    Gostou do conteúdo? Quer saber mais? Veja se é possível fazer portabilidade de plano de saúde e como funciona!

    Leia também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?