Parcelamento da fatura do cartão de crédito: entenda quais são as regras

0
1614
Homem segura um cartão de crédito para empresa
5
(2)

Se você tem cartão de crédito já deve ter reparado em algum momento que sempre existe a opção de parcelamento da fatura do cartão. E são diversas as propostas para você parcelar o valor integral do seu cartão.

Anúncios

Quem acompanha o FinanceOne há um tempo já sabe que nem sempre realizar o parcelamento da fatura do cartão de crédito é uma boa opção. Mas se você é novo por aqui, te explicamos o motivo.

Os valores dos juros e multas do parcelamento do cartão são sempre altos. Dessa forma, muitas vezes não vale a pena você realizar o acordo, mas sim pagar o valor integral.

Anúncios

Mas sabemos que nem sempre é possível pagar a fatura integral e, nesses casos, muitos brasileiros acabam parcelando a fatura. Mas será que existem regras para o parcelamento da fatura cartão? Se sim, quais são elas?

É o que você vai descobrir durante este artigo. Por isso, continue lendo!

Existem regras para o parcelamento da fatura do cartão?

Sim, o Banco Central estabelece algumas regras para que as instituições possam cumprí-las e também para proteger e garantir os direitos dos clientes. Mas quais são essas regras? Nós vamos te contar agora.

Anúncios

Para começar, você precisa saber que os bancos podem realizar, de forma automática, o parcelamento da fatura do seu cartão. Mas, calma, que não é imediatamente. Para que isso seja possível, o cliente precisa estar ao menos 30 dias no crédito rotativo.

Caso nesse prazo ele não realize o pagamento integral da fatura, a instituição financeira tem o direito de parcelar o cartão. Outra informação importante é que o crédito rotativo só pode ser utilizado uma vez por cada cliente.

Essa regra tem como principal objetivo evitar que os consumidores acabem entrando em uma dívida que vire bola de neve. Isso porque ao deixar os juros rolando, o valor da fatura para o próximo mês vem ainda maior, dificultando o pagamento do valor integral.

Mulher segura cartão de crédito na mão com apoiado notebook no colo usando app para pagar boleto
O parcelamento da fatura do cartão é uma opção para quem não consegue pagar o valor integral

Opções de parcelamento

E não é só essa determinação que os bancos precisam seguir não, tem mais. Talvez essa seja uma das mais importantes para os clientes: as opções de parcelamento precisam ser melhores do que o crédito rotativo.

É importante saber que os juros cobrados devem ser menores do que o crédito rotativo, já que ele é um dos maiores do mercado. E com o valor de multa e juros mais baixo, fica mais fácil para os clientes realizarem o pagamento das parcelas.

Outro ponto importante que o Banco Central exige das instituições financeiras é que elas sempre informem para os clientes quais são as taxas de juros e multas cobradas neste tipo de transação.

+ Como tornar o cartão de crédito um aliado? Veja a melhor estratégia de uso

Vale a pena parcelamento da fatura do cartão?

Quando acontece algum imprevisto e suas contas não batem, fica sempre aquela pergunta: é melhor pagar o mínimo ou parcelar a fatura

Além disso, muita gente também quer saber: quando é que vale a pena parcelar? Será que é um beco sem saída ou em algum momento é a melhor solução?

Antes de mais nada, você precisa olhar para a sua situação financeira e identificar: não dá de forma nenhuma para pagar o valor total da fatura? Essa precisa ser sempre a sua primeira opção, pois é a mais vantajosa.

Além de pagar o valor integral, também é importante realizar o pagamento sem atrasos para evitar multas e juros.Mas e se não der?

Ambas costumam ter prós e contras, mas o parcelamento da fatura ainda é uma saída menos pior. Isso porque você consegue ter as opções e condições para escolher.

Pegar um empréstimo pode ser a solução?

Como você viu acima, pagar o valor integral vai ser sempre a melhor saída para você naão se endividar ainda mais e comprometer o limite do seu cartão. Então, que tal tentar um empréstimo?

Caso você consiga, pode tentar pagar o valor total da fatura. Mas, lembre-se: observe sempre as condições desse empréstimo, todas as taxas, e prazos de parcelamento e das datas para pagamento.

+ Como emitir a segunda via da fatura BMG? Confira o passo a passo completo

É importante só firmar um compromisso que esteja dentro da sua realidade e possibilidades, afinal, ninguém quer fazer mais uma dívida infinita.

O limite é comprometido?

Sim! Em caso de parcelamento ou pagamento do mínimo da fatura, o seu limite continuará comprometido.

No caso do parcelamento, o banco ainda pode tirar os juros e multas do seu limite e, conforme você for efetuando os pagamentos, o limite é liberado. 

Muita gente confunde e acha que o parcelamento da fatura é uma situação à parte, mas não, ela é um acordo entre a instituição e com base na sua conta e/ou fatura.

Mas é possível, sim, que parlamento maiores sejam liberados além do limite do cliente. Neste caso, o saldo pode ficar negativo e ficará positivo conforme o pagamento das parcelas for sendo efetuado.

Continue lendo e veja alguns motivos para não parcelar compras em cartão de crédito e pagar à vista.

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui