Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEconomiaPIS e PASEP: entenda quais são as diferenças entre eles

    PIS e PASEP: entenda quais são as diferenças entre eles

    0
    (0)

    Anualmente é divulgado o calendário de pagamento do PIS e PASEP, que são dois benefícios que os trabalhadores possuem. Mas apesar de terem direito e sacarem o valor, muitos ainda não sabem quais são as diferenças entre esses dois benefícios.

    Publicidade

    Além disso, tem até mesmo quem não saiba qual é o significado de cada uma das siglas, até porque este não é o nome do benefício. E se você é uma das pessoas que não sabem, vamos primeiro a explicação do que é cada sigla:

    -> PIS: Programa de Integração Social

    -> PASEP: Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

    Mas qual a diferença de cada um dos benefícios e quem pode recebê-los? É o que você vai descobrir lendo este artigo!

    PIS e PASEP: qual a diferença entre os benefícios?

    Se você não conhece quais são as diferenças entre o PIS e PASEP e sempre fica em dúvida de qual deles pode receber, fique tranquilo. Isso porque iremos acabar com esses questionamentos agora!

    Publicidade

    O que é o PIS?

    O Programa de Integração Social surgiu em 1970 com o objetivo de oferecer aos trabalhadores um valor extra para os trabalhadores de renda baixa das empresas privadas. Sendo assim, este benefício é somente para quem trabalha nessas empresas.

    Vale ressaltar ainda que o valor é arrecadado por meio de contribuição social realizada pelas empresas. E este pagamento é obrigatório, já que o tributo está previsto em lei.

    E os trabalhadores podem sacar o valor na Caixa Econômica, na data divulgada pelo banco.

    O que é o PASEP?

    Já o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, como o próprio nome já diz, é voltado para os servidores públicos. E este programa tem o mesmo objetivo que o PIS.

    Dessa forma, a arrecadação não é feita pelas empresas privadas, mas sim por órgãos públicos, sejam eles prefeituras, governos estaduais ou federais.

    Publicidade

    Além disso, o dinheiro pode ser sacado ou transferido normalmente, mas diferentemente do PIS, o benefício é depositado no Banco do Brasil.

    Quais os critérios para receber PIS e PASEP?

    Agora que você já sabe o que é cada um, precisa saber quais são os critérios utilizados para enquadrar os trabalhadores para receber os benefícios. Afinal, não são todos que têm direito.

    Antes de comemorar e achar que será contemplado, precisa conhecer os critérios:

    • Ter cadastro no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos;
    • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
    • Ter exercido atividade remunerada para pessoa jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
    • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

    Qual é o valor do PIS e PASEP?

    Uma pergunta muito comum que costuma ser feita pelos trabalhadores é: qual é o valor que devo receber com o PIS e PASEP?

    É possível que você tenha essa informação previamente e comece a se organizar. Afinal, o cálculo do PIS e PASEP corresponde sempre ao número de meses trabalhados no ano-base, sendo este multiplicado por 1/12 do valor do atual salário-mínimo.

    Publicidade
    Várias notas de dinheiro e uma carteira de trabalho em cima
    O PIS e PASEP são direito dos trabalhadores e servidores públicos

    É importante que o trabalhador tenha trabalhado, pelo menos, 30 dias. Mas, se for igual ou superior a 15 dias, já será contado como um mês integral, a partir dos 30.

    Atualmente, o salário-mínimo está no valor de R$1.212. E, por isso, o valor para quem trabalhou somente um mês será de R$101. Feito esse cálculo, os demais valores até 12 meses é de:

    • 2 meses: R$202
    • 3 meses: R$303
    • 4 meses: R$404
    • 5 meses: R$505
    • 6 meses: R$606
    • 7 meses: R$707
    • 8 meses: R$808
    • 9 meses: R$909
    • 10 meses: R$1.010
    • 11 meses: R$1.111
    • 12 meses: R$1.212

    Gostou do conteúdo e quer saber quando será pago o seu PIS e PASEP? Então fique sempre de olho aqui no FinanceOne, pois você sempre terá detalhes do cronograma para saber as datas e não perder o seu pagamento.

    Veja mais conteúdos sobre PIS e PASEP:

    + Saiba como sacar o PIS/Pasep antecipadamente

    + PIS/Pasep: confira regras do saque do abono salarial

    + PIS será pago em dobro este ano? Confira como será o pagamento do abono

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Juliana Favorito
    Juliana Favorito
    Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaPIS e PASEP: entenda quais são as diferenças entre eles

    PIS e PASEP: entenda quais são as diferenças entre eles

    0
    (0)

    Anualmente é divulgado o calendário de pagamento do PIS e PASEP, que são dois benefícios que os trabalhadores possuem. Mas apesar de terem direito e sacarem o valor, muitos ainda não sabem quais são as diferenças entre esses dois benefícios.

    Publicidade

    Além disso, tem até mesmo quem não saiba qual é o significado de cada uma das siglas, até porque este não é o nome do benefício. E se você é uma das pessoas que não sabem, vamos primeiro a explicação do que é cada sigla:

    -> PIS: Programa de Integração Social

    -> PASEP: Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

    Mas qual a diferença de cada um dos benefícios e quem pode recebê-los? É o que você vai descobrir lendo este artigo!

    PIS e PASEP: qual a diferença entre os benefícios?

    Se você não conhece quais são as diferenças entre o PIS e PASEP e sempre fica em dúvida de qual deles pode receber, fique tranquilo. Isso porque iremos acabar com esses questionamentos agora!

    Publicidade

    O que é o PIS?

    O Programa de Integração Social surgiu em 1970 com o objetivo de oferecer aos trabalhadores um valor extra para os trabalhadores de renda baixa das empresas privadas. Sendo assim, este benefício é somente para quem trabalha nessas empresas.

    Vale ressaltar ainda que o valor é arrecadado por meio de contribuição social realizada pelas empresas. E este pagamento é obrigatório, já que o tributo está previsto em lei.

    E os trabalhadores podem sacar o valor na Caixa Econômica, na data divulgada pelo banco.

    O que é o PASEP?

    Já o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, como o próprio nome já diz, é voltado para os servidores públicos. E este programa tem o mesmo objetivo que o PIS.

    Dessa forma, a arrecadação não é feita pelas empresas privadas, mas sim por órgãos públicos, sejam eles prefeituras, governos estaduais ou federais.

    Publicidade

    Além disso, o dinheiro pode ser sacado ou transferido normalmente, mas diferentemente do PIS, o benefício é depositado no Banco do Brasil.

    Quais os critérios para receber PIS e PASEP?

    Agora que você já sabe o que é cada um, precisa saber quais são os critérios utilizados para enquadrar os trabalhadores para receber os benefícios. Afinal, não são todos que têm direito.

    Antes de comemorar e achar que será contemplado, precisa conhecer os critérios:

    • Ter cadastro no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos;
    • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
    • Ter exercido atividade remunerada para pessoa jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
    • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

    Qual é o valor do PIS e PASEP?

    Uma pergunta muito comum que costuma ser feita pelos trabalhadores é: qual é o valor que devo receber com o PIS e PASEP?

    É possível que você tenha essa informação previamente e comece a se organizar. Afinal, o cálculo do PIS e PASEP corresponde sempre ao número de meses trabalhados no ano-base, sendo este multiplicado por 1/12 do valor do atual salário-mínimo.

    Publicidade
    Várias notas de dinheiro e uma carteira de trabalho em cima
    O PIS e PASEP são direito dos trabalhadores e servidores públicos

    É importante que o trabalhador tenha trabalhado, pelo menos, 30 dias. Mas, se for igual ou superior a 15 dias, já será contado como um mês integral, a partir dos 30.

    Atualmente, o salário-mínimo está no valor de R$1.212. E, por isso, o valor para quem trabalhou somente um mês será de R$101. Feito esse cálculo, os demais valores até 12 meses é de:

    • 2 meses: R$202
    • 3 meses: R$303
    • 4 meses: R$404
    • 5 meses: R$505
    • 6 meses: R$606
    • 7 meses: R$707
    • 8 meses: R$808
    • 9 meses: R$909
    • 10 meses: R$1.010
    • 11 meses: R$1.111
    • 12 meses: R$1.212

    Gostou do conteúdo e quer saber quando será pago o seu PIS e PASEP? Então fique sempre de olho aqui no FinanceOne, pois você sempre terá detalhes do cronograma para saber as datas e não perder o seu pagamento.

    Veja mais conteúdos sobre PIS e PASEP:

    + Saiba como sacar o PIS/Pasep antecipadamente

    + PIS/Pasep: confira regras do saque do abono salarial

    + PIS será pago em dobro este ano? Confira como será o pagamento do abono

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?