Aposentadoria: como planejar desde cedo | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,3576
Bitcoin R$ 25.974,00
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,974
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Aposentadoria: como planejar desde cedo

Conseguir uma aposentadoria cedo ainda é o desejo de muitos. Eles querem curtir a família, viajar ou desfrutar os prazeres da vida. Mas como fazer isso recebendo um valor que não seja muito abaixo dos benefícios mensais da época do seu ciclo ativo trabalhado?

A primeiro coisa é ter um planejamento financeiro. Sim, é difícil, ainda mais quando se ganha pouco e seu salário só serve para pagar contas. Nesse caso, vale a pena economizar.

Já parou para pensar que o Brasil é um país economicamente frágil? Várias são as crises que acontecem a cada década. Nessa trajetória, o governo ainda quer alterar as regras da aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social  (INSS). Qual será o futuro que nos espera?

Aposentadoria

Aposentadoria do INSS

O benefício máximo do INSS em 2018 é de R$5.645,80. Mas para receber esse valor não basta ter contribuído à Previdência. O trabalhador tem que ter mais de 60 anos de idade e acumular outros tipos de recolhimento. Além de possuir um fator previdenciário maior do que 1.

Atualmente, conseguir se aposentar com o valor máximo não é fácil. São inúmeros cálculos. Isso acontece com quem contribuiu com 11% do valor do teto durante pelo menos 80% da sua vida ativa. Hoje, essa porcentagem representaria algo em torno de R$621.

Em janeiro deste ano, o Ministério da Fazenda divulgou uma portaria estabelecendo que para empregados domésticos e trabalhadores avulsos, a alíquota passa a ser de:

-> 8% para quem ganha até R$ 1.693,72;
-> 9% para quem ganha entre R$ 1.693,73 e R$ 2.822,90;
-> 11% para quem ganha entre R$ 2.822,91 e R$ 5.645,80.

Realmente é difícil, mas o que fazer para ter uma aposentadoria tranquila e cedo?

Como planejar a aposentadoria?

economia para aposentadoriaA primeira coisa é decidir quando se aposentar e estimar qual renda você quer ter. Ok, isso é fácil para quando temos cerca de 18 anos. Mas tanto para os adolescentes quanto para os com mais idade, existe o risco de depender do INSS.

Por isso, poupar é necessário. Quantos antes, melhor. Assim suas chances de conseguir uma aposentadoria próspera e mais cedo aumentam.

Por fim, calcular qual será a sua reserva mensal. Para isso,  veja a seguir dois outros caminhos bem promissores para ajudá-lo com conforto quando aposentar.

1- Previdência privada

Pode ser uma saída! Já vimos que receber a aposentadoria com o teto máximo é difícil. A Previdência Privada pode ser um complemento ou até mesmo a sua única opção.

Mas o que é isso? É um investimento, da mesma maneira que o sistema previdenciário do governo. Nela é possível escolher o valor da contribuição e a periodicidade em que ela será feira. Há dois principais tipos nesta categoria, que veremos adiante.

Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL)
Esse tipo é indicado para pessoas com maior renda. Isso porque o valor pago ao plano pode ser abatido do Imposto de Renda. Nesse caso, é necessário que o valor seja correspondente a até 12% do volume total da renda do investidor.

No momento da retirada, o imposto é cobrado pelo valor total referente ao fundo. Exemplo: se ao final de 20 anos o valor retirado foi de R$ 300 mil, pesará sobre esse capital o imposto.

Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL)
Não pode ser abatido do Imposto de Renda. O imposto é cobrado em cima do valor do rendimento da aplicação. Se o investidor aplicou R$ 100 mil e ela rendeu R$ 25 mil é sobre o último valor que será cobrada tributação.

Por isso, o VGBL é indicado a pessoas com menor renda, que declaram o Imposto de Renda direto na fonte ou nem declaram.

Regime de Tributação –  Na previdência privada você pode optar por duas formas de tributação do Imposto de Renda: pela tabela regressiva ou pela tabela progressiva. Quanto maior for o prazo de acumulação ou quanto mais tempo você permanecer no plano, menor será a alíquota de imposto de renda na hora do resgate ou recebimento da renda.

Onde fazer uma previdência privada?
No Brasil, o mercado de previdência é regulamentado pela Susep (Superintendência de Seguros Privados). No site da superintendência é possível consultar as taxas cobradas nos diversos planos e quais empresas estão autorizadas a comercializar esse tipo de serviço.

2 – Investimentos

Fazer investimentos é outra opção. Diversos são os tipos, porém vale sempre estudá-los e comparar suas vantagens e riscos. Uma dica: aqui no FinanceOne listamos os melhores investimentos em 2018.

Estamos em um período em que a taxa Selic está em baixa. O que significa? Os investimentos em Renda Fixa são impactados e remuneram bem menos do que os de Renda Variável. Investimentos como o CDB, LCA (Letra de Crédito Agrícola), LCI (Letra de Crédito Imobiliários), Fundos DI – e outros vários outros da renda fixa – ficam menos rentáveis.

A Bolsa vive um momento positivo, com constantes altas e boas pontuações. Outras boas opções são os títulos públicos e privados prefixados, como o Tesouro Prefixado (LNT), Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs). Eles podem ser boas opções em tempos de queda na taxa de juros.

Não dependa apenas do INSS

A Previdência Social sempre foi  a forma mais comum de planejar a aposentadoria. Mas será que vale a pena ficar só com ela? O Governo afirma que ela vai quebrar e alguns beneficiários sofrerão perdas em breve.

Por isso, ela não deve ser a única (ou a principal) fonte de renda de um aposentado. Além disso, o piso e o teto salarial nesse tipo de investimento público são limitados e, consequentemente, a aposentadoria da pessoa também ficará restrita.

Cada vez mais estamos convencidos de que o melhor mesmo é planejar a aposentadoria desde cedo. E você?







Mais lidos

Dólar em alta? Saiba até onde a moeda pode chegar
O cenário é de dólar em alta. Mas afinal, até onde vai esse movimento? Segundo os especialistas,...
Salário mínimo no Japão chega a R$5.035
Muitos brasileiros estão indo morar fora do país por inúmeros motivos. Alguns deles: a violência...
Será mesmo que existe a queda do bitcoin?
Será mesmo que existe a queda do bitcoin? Bem, nos últimos dois anos talvez, não se falou em outr...
Educação Financeira será tema dos gibis Turma da Mônica
A Educação Financeira, tema ainda distante do dia a dia de muitos brasileiros, será abordada de u...
Um guia para proteger o cartão de crédito
A facilidade no uso do cartão de crédito vem conquistando os milhares de clientes que hoje já ade...
Testes da gasolina obrigatórios para verificar a qualidade
Com os últimos acontecimentos envolvendo os postos de gasolina, a atenção se voltou para o servi...





Notice: Undefined variable: hidden in /var/www/finance-one/wp-content/themes/financeone_estrategia/single.php on line 46

Publicidade