Mais
    InícioNotíciasCarreirasAposentadoria: entenda como planejar desde cedo

    Aposentadoria: entenda como planejar desde cedo

    5
    (2)

    Conseguir uma aposentadoria cedo ainda é o desejo de muitos. Eles querem curtir a família, viajar ou desfrutar os prazeres da vida. Mas como fazer isso recebendo um valor que não seja muito abaixo dos benefícios mensais da época do seu ciclo ativo trabalhado?

    A primeiro coisa é ter um planejamento financeiro. Sim, é difícil, ainda mais quando se ganha pouco e seu salário só serve para pagar contas. Nesse caso, vale a pena economizar.

    Já parou para pensar que o Brasil é um país economicamente frágil? Várias são as crises que acontecem a cada década. Nessa trajetória, o governo ainda quer alterar as regras da aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social  (INSS). Qual será o futuro que nos espera?

    Aposentadoria do INSS é uma opção

    O benefício máximo do INSS em 2021 é de R$6.433,57. Mas para receber esse valor não basta ter contribuído à Previdência. O trabalhador tem que ter mais de 60 anos de idade e acumular outros tipos de recolhimento. Além de possuir um fator previdenciário maior do que 1.

    Atualmente, conseguir se aposentar com o valor máximo não é fácil. São inúmeros cálculos. Isso acontece com quem contribuiu com 20% do valor do teto durante pelo menos 80% da sua vida ativa. Hoje, essa porcentagem representaria algo em torno de R$1.286,71.

    Realmente é difícil, mas o que fazer para ter uma aposentadoria tranquila e cedo?

    Como planejar a aposentadoria?

    A primeira coisa é decidir quando se aposentar e estimar qual renda você quer ter. Ok, isso é fácil para quando temos cerca de 18 anos. Mas tanto para os adolescentes quanto para os com mais idade, existe o risco de depender do INSS.

    Por isso, poupar é necessário. Quantos antes, melhor. Assim suas chances de conseguir uma aposentadoria próspera e mais cedo aumentam.

    Homem idoso mexe no computador sobre uma mesa com um cofre em formato de porco ao lado
    Profissionais MEI com dívidas de 2016 para trás devem regularizar situação até o final de setembro

    Por fim, calcular qual será a sua reserva mensal. Para isso, veja a seguir dois outros caminhos bem promissores para ajudá-lo com conforto quando aposentar.

    1- Previdência privada

    Pode ser uma saída! Já vimos que receber a aposentadoria com o teto máximo é difícil. A Previdência Privada pode ser um complemento ou até mesmo a sua única opção.

    Mas o que é isso? É um investimento, da mesma maneira que o sistema previdenciário do governo. Nela é possível escolher o valor da contribuição e a periodicidade em que ela será feira. Há dois principais tipos nesta categoria, que veremos adiante.

    Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL)
    Esse tipo é indicado para pessoas com maior renda. Isso porque o valor pago ao plano pode ser abatido do Imposto de Renda. Nesse caso, é necessário que o valor seja correspondente a até 12% do volume total da renda do investidor.

    No momento da retirada, o imposto é cobrado pelo valor total referente ao fundo. Exemplo: se ao final de 20 anos o valor retirado foi de R$ 300 mil, pesará sobre esse capital o imposto.

    Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL)
    Não pode ser abatido do Imposto de Renda. O imposto é cobrado em cima do valor do rendimento da aplicação. Se o investidor aplicou R$ 100 mil e ela rendeu R$ 25 mil é sobre o último valor que será cobrada tributação.

    Por isso, o VGBL é indicado a pessoas com menor renda, que declaram o Imposto de Renda direto na fonte ou nem declaram.

    Regime de Tributação –  Na previdência privada você pode optar por duas formas de tributação do Imposto de Renda: pela tabela regressiva ou pela tabela progressiva. Quanto maior for o prazo de acumulação ou quanto mais tempo você permanecer no plano, menor será a alíquota de imposto de renda na hora do resgate ou recebimento da renda.

    Onde fazer uma previdência privada?
    No Brasil, o mercado de previdência é regulamentado pela Susep (Superintendência de Seguros Privados). No site da superintendência é possível consultar as taxas cobradas nos diversos planos e quais empresas estão autorizadas a comercializar esse tipo de serviço.

    2 – Investimentos

    Fazer investimentos é outra opção. Diversos são os tipos, porém vale sempre estudá-los e comparar suas vantagens e riscos. Uma dica: aqui no FinanceOne listamos os melhores investimentos para a aposentadoria.

    A Bolsa de Valores vive um momento positivo, com constantes altas e boas pontuações. Outras boas opções são os títulos públicos e privados prefixados, como o Tesouro Prefixado (LNT), Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs). Eles podem ser boas opções em tempos de queda na taxa de juros.

    Não dependa somente do INSS

    A Previdência Social sempre foi  a forma mais comum de planejar a aposentadoria. Mas será que vale a pena ficar só com ela? O Governo afirma que ela vai quebrar e alguns beneficiários sofrerão perdas em breve.

    Por isso, ela não deve ser a única (ou a principal) fonte de renda de um aposentado. Além disso, o piso e o teto salarial nesse tipo de investimento público são limitados e, consequentemente, a aposentadoria da pessoa também ficará restrita.

    + Aposentadoria para dona de casa que nunca contribuiu: entenda como funciona

    Vantagens de planejar a aposentadoria desde cedo

    Quem começa a planejar a aposentadoria desde cedo conta com diversas vantagens, além da garantia de ter o dinheiro para curtir a melhor idade. Por isso, se você ainda não começou a planejar a sua, separamos alguns benefícios. Confira!

    Poder aproveitar mais o seu tempo

    Quem não quer aproveitar mais o tempo na aposentadoria? Ao realizar um bom planejamento isso se torna possível. E com o tempo que sobra você consegue se dedicar às coisas que gosta, como viagens, hobbies ou até mesmo conciliar a vida profissional com a pessoal.

    Até porque existem algumas pessoas que mesmo aposentadas, não querem deixar de trabalhar.

    Mas se o seu caso é o de realmente descansar, viajar e realizar atividades do seu interesse com tranquilidade, é melhor você começar a se preparar desde cedo.

    Quanto antes você começar, maior será o seu retorno

    Vamos pensar juntos: quanto mais tempo você poupa e/ou investe, maiores são os seus rendimentos, certo? Então, por que continuar esperando para começar? Lembre-se que a vida passa rápido e quanto antes você dar o pontapé inicial melhor.

    Por isso, ao começar a trabalhar separe um dinheiro para que a sua aposentadoria seja próspera e com a qualidade de vida que você deseja.

    Cada vez mais estamos convencidos de que o melhor mesmo é planejar a aposentadoria desde cedo. E você?

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasCarreirasAposentadoria: entenda como planejar desde cedo

    Aposentadoria: entenda como planejar desde cedo

    5
    (2)

    Conseguir uma aposentadoria cedo ainda é o desejo de muitos. Eles querem curtir a família, viajar ou desfrutar os prazeres da vida. Mas como fazer isso recebendo um valor que não seja muito abaixo dos benefícios mensais da época do seu ciclo ativo trabalhado?

    A primeiro coisa é ter um planejamento financeiro. Sim, é difícil, ainda mais quando se ganha pouco e seu salário só serve para pagar contas. Nesse caso, vale a pena economizar.

    Já parou para pensar que o Brasil é um país economicamente frágil? Várias são as crises que acontecem a cada década. Nessa trajetória, o governo ainda quer alterar as regras da aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social  (INSS). Qual será o futuro que nos espera?

    Aposentadoria do INSS é uma opção

    O benefício máximo do INSS em 2021 é de R$6.433,57. Mas para receber esse valor não basta ter contribuído à Previdência. O trabalhador tem que ter mais de 60 anos de idade e acumular outros tipos de recolhimento. Além de possuir um fator previdenciário maior do que 1.

    Atualmente, conseguir se aposentar com o valor máximo não é fácil. São inúmeros cálculos. Isso acontece com quem contribuiu com 20% do valor do teto durante pelo menos 80% da sua vida ativa. Hoje, essa porcentagem representaria algo em torno de R$1.286,71.

    Realmente é difícil, mas o que fazer para ter uma aposentadoria tranquila e cedo?

    Como planejar a aposentadoria?

    A primeira coisa é decidir quando se aposentar e estimar qual renda você quer ter. Ok, isso é fácil para quando temos cerca de 18 anos. Mas tanto para os adolescentes quanto para os com mais idade, existe o risco de depender do INSS.

    Por isso, poupar é necessário. Quantos antes, melhor. Assim suas chances de conseguir uma aposentadoria próspera e mais cedo aumentam.

    Homem idoso mexe no computador sobre uma mesa com um cofre em formato de porco ao lado
    Profissionais MEI com dívidas de 2016 para trás devem regularizar situação até o final de setembro

    Por fim, calcular qual será a sua reserva mensal. Para isso, veja a seguir dois outros caminhos bem promissores para ajudá-lo com conforto quando aposentar.

    1- Previdência privada

    Pode ser uma saída! Já vimos que receber a aposentadoria com o teto máximo é difícil. A Previdência Privada pode ser um complemento ou até mesmo a sua única opção.

    Mas o que é isso? É um investimento, da mesma maneira que o sistema previdenciário do governo. Nela é possível escolher o valor da contribuição e a periodicidade em que ela será feira. Há dois principais tipos nesta categoria, que veremos adiante.

    Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL)
    Esse tipo é indicado para pessoas com maior renda. Isso porque o valor pago ao plano pode ser abatido do Imposto de Renda. Nesse caso, é necessário que o valor seja correspondente a até 12% do volume total da renda do investidor.

    No momento da retirada, o imposto é cobrado pelo valor total referente ao fundo. Exemplo: se ao final de 20 anos o valor retirado foi de R$ 300 mil, pesará sobre esse capital o imposto.

    Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL)
    Não pode ser abatido do Imposto de Renda. O imposto é cobrado em cima do valor do rendimento da aplicação. Se o investidor aplicou R$ 100 mil e ela rendeu R$ 25 mil é sobre o último valor que será cobrada tributação.

    Por isso, o VGBL é indicado a pessoas com menor renda, que declaram o Imposto de Renda direto na fonte ou nem declaram.

    Regime de Tributação –  Na previdência privada você pode optar por duas formas de tributação do Imposto de Renda: pela tabela regressiva ou pela tabela progressiva. Quanto maior for o prazo de acumulação ou quanto mais tempo você permanecer no plano, menor será a alíquota de imposto de renda na hora do resgate ou recebimento da renda.

    Onde fazer uma previdência privada?
    No Brasil, o mercado de previdência é regulamentado pela Susep (Superintendência de Seguros Privados). No site da superintendência é possível consultar as taxas cobradas nos diversos planos e quais empresas estão autorizadas a comercializar esse tipo de serviço.

    2 – Investimentos

    Fazer investimentos é outra opção. Diversos são os tipos, porém vale sempre estudá-los e comparar suas vantagens e riscos. Uma dica: aqui no FinanceOne listamos os melhores investimentos para a aposentadoria.

    A Bolsa de Valores vive um momento positivo, com constantes altas e boas pontuações. Outras boas opções são os títulos públicos e privados prefixados, como o Tesouro Prefixado (LNT), Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs). Eles podem ser boas opções em tempos de queda na taxa de juros.

    Não dependa somente do INSS

    A Previdência Social sempre foi  a forma mais comum de planejar a aposentadoria. Mas será que vale a pena ficar só com ela? O Governo afirma que ela vai quebrar e alguns beneficiários sofrerão perdas em breve.

    Por isso, ela não deve ser a única (ou a principal) fonte de renda de um aposentado. Além disso, o piso e o teto salarial nesse tipo de investimento público são limitados e, consequentemente, a aposentadoria da pessoa também ficará restrita.

    + Aposentadoria para dona de casa que nunca contribuiu: entenda como funciona

    Vantagens de planejar a aposentadoria desde cedo

    Quem começa a planejar a aposentadoria desde cedo conta com diversas vantagens, além da garantia de ter o dinheiro para curtir a melhor idade. Por isso, se você ainda não começou a planejar a sua, separamos alguns benefícios. Confira!

    Poder aproveitar mais o seu tempo

    Quem não quer aproveitar mais o tempo na aposentadoria? Ao realizar um bom planejamento isso se torna possível. E com o tempo que sobra você consegue se dedicar às coisas que gosta, como viagens, hobbies ou até mesmo conciliar a vida profissional com a pessoal.

    Até porque existem algumas pessoas que mesmo aposentadas, não querem deixar de trabalhar.

    Mas se o seu caso é o de realmente descansar, viajar e realizar atividades do seu interesse com tranquilidade, é melhor você começar a se preparar desde cedo.

    Quanto antes você começar, maior será o seu retorno

    Vamos pensar juntos: quanto mais tempo você poupa e/ou investe, maiores são os seus rendimentos, certo? Então, por que continuar esperando para começar? Lembre-se que a vida passa rápido e quanto antes você dar o pontapé inicial melhor.

    Por isso, ao começar a trabalhar separe um dinheiro para que a sua aposentadoria seja próspera e com a qualidade de vida que você deseja.

    Cada vez mais estamos convencidos de que o melhor mesmo é planejar a aposentadoria desde cedo. E você?

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?