Mais
    InícioCriptomoedaSmart contracts: entenda o que são e como funcionam

    Smart contracts: entenda o que são e como funcionam

    0
    (0)

    A revolução das criptomoedas no mundo trouxe diversas mudanças na forma como entendemos o dinheiro, inclusive de forma online. Além disso, as moedas digitais também ajudaram a desenvolver uma série de tecnologias revolucionárias, com aplicações no mundo financeiro. Esse é o caso, por exemplo, dos smart contracts ou, como também é conhecido, contratos inteligentes.

    Publicidade

    Para entender melhor como funcionam o smart contracts, continue a leitura aqui com a gente!

    Smart contracts: o que são e como funcionam esses contratos?

    O smart sontract nada mais é do que um meio tecnológico que permite a criação de contratos inteligentes e que não podem ser perdidos tampouco adulterados.

    Eles estão provocando uma revolução em termos de segurança, economia, precisão e agilidade nos departamentos jurídicos e escritórios de advocacia.

    De forma resumida, os smart contracts funcionam assim:

    • são contratos digitais programáveis ou pode ser também linhas de código de um programa;
    • são executados em computadores e, por isso, ficam armazenados na rede de forma descentralizada;
    • a diferença para um programa comum é a sua capacidade de execução de forma totalmente autônoma;
    • a inteligência do código-fonte depende de quem criou;
    • não é possível impedir ou censurar as instruções que estão no contrato.

    Na prática, estamos falando de algoritmos, módulos, regras, etc., que são programáveis usando a tecnologia de blockchain.

    Publicidade

    + Conheça 8 profissões ligadas ao Blockchain. Fique de olho!

    Como reconhecer um smart contract?

    Para ser considerado um contrato inteligente é necessário que o documento siga três regrinhas básicas. São elas:

    1. observabilidade: agilidade para verificar se todas as pessoas cumpriram a sua parte do contrato e de provar aos outros que cumpriu a sua;
    2. verificabilidade: habilidade de provar a um terceiro que o contrato foi ou não cumprido, ou a capacidade desses terceiros descobrirem esses pontos por outros meios – como terceiros, podemos entender os fiscais ou juízes, por exemplo;
    3. privacidade: apenas os responsáveis conseguem ter acesso aos processos.
    homem mexendo no notebook smart contracts como funcionam
    Através da tecnologia do blockchain são criados os smarts contracts, os quais são conhecidos como contratos inteligentes

    A importância do blockchain para os smarts contracts

    A tecnologia que impulsiona essa revolução é o blockchain, como falamos acima. Sem ela, os contratos inteligentes digitais não seriam possíveis.

    O blockchain trata-se de uma tecnologia que visa descentralizar a informação de todos os usuários de uma mesma rede, isto é, fazer com que as informações não existam em um único local.

    Para isso, distribui-se uma cópia de todas as informações sobre todos os usuários e transações da rede para todos os seus usuários.

    Publicidade

    Por isso, toda vez que um registro é inserido nessa rede, você precisa do consenso de todos os participantes da cadeia, e os dados não podem ser mais apagados. Assim, você tem um registro seguro e inviolável dos dados.

    Por que os contratos inteligentes são revolucionários?

    Com os smart contracts as pessoas conseguem fazer diversas negociações, inclusive com pessoas desconhecidas utilizando a internet. Mas tudo isso de uma maneira mais segura!

    Dessa forma, por meio de redes contábeis descentralizadas, é possível criar acordos e transações sem envolver bancos ou tribuinais, por exemplo, dando mais liberdade às partes envolvidas. Ou seja, como todo o processo é descentralizado – por causa do blockchain – as partes envolvidas não precisam se preocupar com as burocracias tradicionais.

    Outro ponto de vantagem é, sem dúvidas, o fato de os smart contracts serem inalteráveis, o que garante que ambas as partes devem cumprir o que está no contrato e acordado.

    Vantagens dos smart contracts

    Você já deve ter percebido que os contratos inteligentes oferecem uma série de benefícis, não é mesmo? Entre os principais que podemos destacar estão:

    Publicidade
    • precisão: os termos do contrato são explícitos, sem margem para interpretações, impedindo erros de transação e trazendo maior confiabilidade entre as partes;
    • velocidade: a execução é quase que instantânea assim que as condições das cláusulas são cumpridas e assinadas. Isso reduz o tempo gasto em uma negociação tradicional;
    • redução de custos: manter contratos físicos requer um espaço maior de armazenamento, além de ter cuidados com os papéis, os quais podem se apagar com o tempo. Além disso, há também os valores com impressão, autenticação etc – custos que são eliminados ao usar o smart contract.

    Gostou deste texto sobre smart contracts? Agora que você já sabe como eles funcionam e quais são os principais objetivos dos contratos inteligentes, que tal continuar aprendendo mais? Leia agora mesmo: o que é a inovação no uso do blockchain, além da criptomoeda.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioCriptomoedaSmart contracts: entenda o que são e como funcionam

    Smart contracts: entenda o que são e como funcionam

    0
    (0)

    A revolução das criptomoedas no mundo trouxe diversas mudanças na forma como entendemos o dinheiro, inclusive de forma online. Além disso, as moedas digitais também ajudaram a desenvolver uma série de tecnologias revolucionárias, com aplicações no mundo financeiro. Esse é o caso, por exemplo, dos smart contracts ou, como também é conhecido, contratos inteligentes.

    Publicidade

    Para entender melhor como funcionam o smart contracts, continue a leitura aqui com a gente!

    Smart contracts: o que são e como funcionam esses contratos?

    O smart sontract nada mais é do que um meio tecnológico que permite a criação de contratos inteligentes e que não podem ser perdidos tampouco adulterados.

    Eles estão provocando uma revolução em termos de segurança, economia, precisão e agilidade nos departamentos jurídicos e escritórios de advocacia.

    De forma resumida, os smart contracts funcionam assim:

    • são contratos digitais programáveis ou pode ser também linhas de código de um programa;
    • são executados em computadores e, por isso, ficam armazenados na rede de forma descentralizada;
    • a diferença para um programa comum é a sua capacidade de execução de forma totalmente autônoma;
    • a inteligência do código-fonte depende de quem criou;
    • não é possível impedir ou censurar as instruções que estão no contrato.

    Na prática, estamos falando de algoritmos, módulos, regras, etc., que são programáveis usando a tecnologia de blockchain.

    Publicidade

    + Conheça 8 profissões ligadas ao Blockchain. Fique de olho!

    Como reconhecer um smart contract?

    Para ser considerado um contrato inteligente é necessário que o documento siga três regrinhas básicas. São elas:

    1. observabilidade: agilidade para verificar se todas as pessoas cumpriram a sua parte do contrato e de provar aos outros que cumpriu a sua;
    2. verificabilidade: habilidade de provar a um terceiro que o contrato foi ou não cumprido, ou a capacidade desses terceiros descobrirem esses pontos por outros meios – como terceiros, podemos entender os fiscais ou juízes, por exemplo;
    3. privacidade: apenas os responsáveis conseguem ter acesso aos processos.
    homem mexendo no notebook smart contracts como funcionam
    Através da tecnologia do blockchain são criados os smarts contracts, os quais são conhecidos como contratos inteligentes

    A importância do blockchain para os smarts contracts

    A tecnologia que impulsiona essa revolução é o blockchain, como falamos acima. Sem ela, os contratos inteligentes digitais não seriam possíveis.

    O blockchain trata-se de uma tecnologia que visa descentralizar a informação de todos os usuários de uma mesma rede, isto é, fazer com que as informações não existam em um único local.

    Para isso, distribui-se uma cópia de todas as informações sobre todos os usuários e transações da rede para todos os seus usuários.

    Publicidade

    Por isso, toda vez que um registro é inserido nessa rede, você precisa do consenso de todos os participantes da cadeia, e os dados não podem ser mais apagados. Assim, você tem um registro seguro e inviolável dos dados.

    Por que os contratos inteligentes são revolucionários?

    Com os smart contracts as pessoas conseguem fazer diversas negociações, inclusive com pessoas desconhecidas utilizando a internet. Mas tudo isso de uma maneira mais segura!

    Dessa forma, por meio de redes contábeis descentralizadas, é possível criar acordos e transações sem envolver bancos ou tribuinais, por exemplo, dando mais liberdade às partes envolvidas. Ou seja, como todo o processo é descentralizado – por causa do blockchain – as partes envolvidas não precisam se preocupar com as burocracias tradicionais.

    Outro ponto de vantagem é, sem dúvidas, o fato de os smart contracts serem inalteráveis, o que garante que ambas as partes devem cumprir o que está no contrato e acordado.

    Vantagens dos smart contracts

    Você já deve ter percebido que os contratos inteligentes oferecem uma série de benefícis, não é mesmo? Entre os principais que podemos destacar estão:

    Publicidade
    • precisão: os termos do contrato são explícitos, sem margem para interpretações, impedindo erros de transação e trazendo maior confiabilidade entre as partes;
    • velocidade: a execução é quase que instantânea assim que as condições das cláusulas são cumpridas e assinadas. Isso reduz o tempo gasto em uma negociação tradicional;
    • redução de custos: manter contratos físicos requer um espaço maior de armazenamento, além de ter cuidados com os papéis, os quais podem se apagar com o tempo. Além disso, há também os valores com impressão, autenticação etc – custos que são eliminados ao usar o smart contract.

    Gostou deste texto sobre smart contracts? Agora que você já sabe como eles funcionam e quais são os principais objetivos dos contratos inteligentes, que tal continuar aprendendo mais? Leia agora mesmo: o que é a inovação no uso do blockchain, além da criptomoeda.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?