Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Como usar a inteligência emocional nas finanças

Escrito por: Mateus Carvalho em 18 de outubro de 2018

Você já parou para pensar que a sua inteligência emocional pode afetar a sua vida financeira? Saiba que conhecer a si mesmo, saber tomar decisões e desenvolver a capacidade de interpretar e lidar com as próprias emoções estão diretamente ligados à inteligência emocional. Mas como usar a inteligência emocional nas finanças?

Primeiro é necessário que você saiba que inteligência emocional é a capacidade de as pessoas identificarem as próprias emoções com facilidade, trabalhando-as de forma sábia. Os indivíduos que têm a inteligência emocional desenvolvida são identificados pela capacidade de lidar melhor com situações desfavoráveis.

inteligência emocional nas finanças
A inteligência emocional nas finanças traz diversos benefícios para as pessoas

De acordo com o psicólogo Daniel Goleman, a inteligência emocional pode ser dividida em habilidades. São elas:

– Controle emocional: é a capacidade que a pessoa tem de lidar com as emoções, além de tomar as decisões corretas em momentos de adversidades;

– Empatia: ter experiência em se colocar no lugar do outro, observando a situação a partir de um ótica que não é somente sua;

– Autoconhecimento: está ligado ao modo como a pessoa sente e é capaz de saber o que está sentindo;

– Habilidades sociais: referem-se ao desenvolvimento de se relacionar com outras pessoas e conviver socialmente;

– Automotivação: é o poder de lidar com as frustrações e não se deixar abater por adversidades momentâneas ou estímulos externos negativos.

Inteligência emocional nas finanças

A inteligência emocional nas finanças pode ajudar as pessoas a promover um equilíbrio financeiro. Garantindo dessa forma uma relação positiva com os ganhos e influenciando a forma como se gasta.

Mas por que isso acontece? Porque as pessoas que são mais equilibradas tendem a ser mais racionais, favorecendo um planejamento financeiro realista. Além disso, a inteligência emocional nas finanças permite que a organização seja mais fácil de ser seguida e administrada.

Uma vantagem de usar a inteligência emocional nas finanças é que desenvolvendo essa habilidade, as pessoas evitam o desperdício e os gastos desnecessários. Possibilitando assim o aumento da otimização dos recursos que estão disponíveis.

Dessa forma, é possível usar a inteligência emocional nas finanças para planejar o futuro com mais clareza e também guardar dinheiro. Outra possibilidade é começar a investir o seu dinheiro, mas lembre-se que para isso é necessário estar com as contas todas no azul.

Se os indivíduos utilizassem melhor a inteligência emocional nas finanças enquanto gastam, as escolhas de consumo seriam diferentes. Isso porque se você não tem metas, pode acabar utilizando o dinheiro somente para ter uma satisfação imediata.

Agora se você ainda não sabe como usar o seu dinheiro da melhor forma e tem dificuldade em realizar escolhas financeiras, a orientação é iniciar um orçamento. Ou seja, uma planilha de finanças, onde você pode registrar e analisar todas as despesas do mês e até mesmo controlar o cartão de crédito.

4 formas de usar inteligência emocional nas finanças

Quem adota um comportamento de consumo que consegue unir a inteligência emocional a uma estratégia financeira está no caminho certo.

Porém, para atingir o objetivo de usar a inteligência emocional nas finanças é necessário ter uma atitude positiva, além de aprender a se adaptar às situações que surgem pelo meio do caminho.

Confira abaixo algumas dicas de como usar a inteligência emocional nas finanças.

Assuma hábitos de consumo compatíveis com sua atual renda

Pode ser vantajoso evitar meios que estimulem o consumo acima da sua renda mensal. Exemplos disso são os cartões de crédito, empréstimos e linhas de crédito.

Isso porque esses meios possibilitam um aumento de poder de compra. O que pode acabar comprometendo a saúde financeira da sua família e até mesmo gerando uma dívida desnecessária naquele momento.

Tenha controle sobre as despesas

Se você tem uma renda mensal considerada alta, mas vive apertado, algo está errado. Provavelmente você está gastando mais do que ganha.

Por isso, passe a ter controle dessas despesas, anotando tudo que entra e sai. Desfaça-se de hábitos antigos e assuma outros novos e melhores.

Crie os hábitos de pagar à vista e de juntar dinheiro

Quem realiza pagamentos à vista tem a vantagem de conseguir descontos nas compras que faz. Além disso, esse é um hábito que deve ser adotado e estimulado, já que ele pode evitar dívidas futuras. Mantendo assim, uma vida financeira equilibrada e tranquila.

Assim, também será mais fácil de conseguir juntar dinheiro, porém para isso é necessário ter paciência. Por isso, evite realizar compras parceladas e negocie descontos, essa diferença no valor poderá ser o dinheiro que você guardará.

Estabeleça metas

Quando se tem metas e objetivos fica mais fácil de trabalhar para alcançá-los, além de ser muito importante para quem usa a inteligência emocional nas finanças. Mas, para que tudo saia como planejado é necessário que as metas sejam realistas.

Também é importante que você estabeleça prazos para concluir as metas e objetivos traçados. Uma dica é dividir em etapas o seu objetivo, assim é mais fácil de conseguir alcançá-lo e chegar na meta final.

Finanças para casais: como administrar

Entender como as finanças para casais podem salvar relacionamentos é essencial nos dias de hoje. Isso porque a conjuntura social brasileira se modificou muito nos últimos anos.

Por exemplo, o número de famílias chefiadas por mulheres mais que dobrou em uma década e meia. O contingente de lares em que elas tomam as principais decisões saltou de 14,1 milhões, em 2001, para 28,9 milhões, em 2015.

Esses números representam um avanço de 105%. Entenda como administrar as finanças para casais.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

transferir o financiamento do carro
Aumentos salariais em 2019
Avaliar a liquidez do investimento é importante para saber o prazo que poderá resgatar os lucros
13° salário
cartão-de-crédito-com-cashback