Conversor de moedas Transferência internacional

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Vale a pena colocar as contas em débito automático?

Escrito por: Priscila Gomes em 8 de abril de 2019

Todo consumidor que possui uma conta em banco tem a possibilidade de escolher a forma que deseja efetuar o pagamento delas. 

Além do jeito mais tradicional, comparecendo aos próprios estabelecimentos ou na agência bancária e também através da internet, existe a opção do débito automático. Mas, será que vale a pena mesmo?

Os mais esquecidos certamente dirão que sim, já que não é tão legal deixar de pagar uma conta porque simplesmente esqueceu de pegar aquele boleto bancário no dia do pagamento ou por um descuido você acabou trocando a data do vencimento.

Contas atrasadas são de fato um atraso para as suas finanças também. Com as suas contas conectadas ao débito automático será bem melhor controlar os seus rendimentos sem a preocupação de estar faltando algo.

A contratação é muito simples. Você precisa apenas entrar em contato com o seu banco e com o fornecedor desse serviço.

Diante disso, basta solicitar a alteração para débito automático. Caso haja a necessidade de cancelar após algum tempo, o procedimento a ser feito é exatamente o mesmo.

Vale a pena colocar as contas em débito automático?

9 vantagens das contas em débito automático

#1. O débito automático é gratuito e você não precisa pagar nenhuma tarifa a mais quando for optar por ele.

#2. Como já foi dito, as suas faturas serão pagas na data do vencimento. Sendo assim, pagar juros nunca mais.

#3. Se por algum motivo houver um atraso do seu boleto ou extravio, você não precisará passar por momentos burocráticos que muitas vezes são a solicitação de uma segunda via e ainda assim não ultrapassará a data do vencimento.

#4. Caso perceba algo diferente na fatura como o valor alterado, por exemplo, é possível cancelar antes que todo o trâmite seja realizado.

#5. Esquecimento? Nunca mais.

#6. Existem empresas que oferecem descontos para quem utiliza o débito em conta, ou seja, o valor das suas faturas ainda pode diminuir.

#7. Você ainda pode ser isento da taxa adicional do boleto bancário.

#8. Enfrentar filas não será mais um martírio mensal.

#9. Dependendo da política do seu banco, você poderá ganhar pontos de relacionamento ao optar pelo débito automático.

Vale ou não a pena colocar as contas em débito automático?

Vale a pena colocar as contas em débito automático?

Para aqueles que não possuem controle financeiro, o débito automático pode se tornar uma desvantagem. 

Os pagamentos são realizados rotineiramente e por isso é preciso ter o conhecimento do seu saldo bancário para não correr o risco de cair no cheque especial e acabar tendo que pagar juros altos de empréstimo, mesmo sem ter feito um requerimento.

Outro tópico importante de ser levado em consideração é a atenção às cobranças. Saiba sempre o que e quanto você está pagando.

Pois, se houver uma cobrança indevida no meio das faturas habituais, você pagará sem nem ao menos perceber. Por esse motivo, mantenha sua atenção redobrada.

Com base no que foi esclarecido acima, se você é atencioso e está em busca de praticidade e menos preocupações, o débito automático é a sua opção ideal.  

Fique tranquilo, você não precisará pensar duas vezes para então passar as suas contas para ele e ainda terá menos chances de ter o seu nome negativado pelo SPC ou Serasa.

Mas se o controle financeiro não é um dos seus fortes, pense melhor antes de tomar essa decisão. O conforto é uma ótima vantagem, mas você precisa reconhecer os seus limites. 

A busca pelo controle acontece de forma gradativa e é importantíssima.

Você precisa ter muito cuidado para que sempre tenha saldo suficiente que possa efetuar o pagamento das suas cobranças sem a temida dor de cabeça.

Dicas para organizar as finanças pessoais

A organização é o princípio para que suas finanças sejam controladas e você fique livre de dívidas. E, somente uma pessoa organizada conseguirá manter as suas contas em débito automático sem cair em ciladas bancárias.

Ter um bom planejamento financeiro é saudável para a sua mente e para o seu bolso. Além disso, pode trazer ótimas consequências, principalmente no quesito poupar dinheiro.

– Crie um orçamento: tenha em mente o valor da sua renda mensal e o quanto geralmente você gasta por mês.

– Defina suas prioridades: todas as dívidas devem ser sanadas, no entanto, saiba separá-las conforme os seus níveis de  prioridade. Utilize qualquer economia para que o ciclo vicioso da dívida possa findar.

– Corte gastos supérfluos: reveja seus hábitos de consumo, evite fazer compras desnecessárias ou adquirir um serviço que não é a sua prioridade no momento.

– Reserva de emergência: mantenha reservas de emergência, ela certamente o ajudará em momentos propícios. Além da segurança, você estará longe de fazer a contratação de um empréstimo.

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

emprestar-o-cartão-de-crédito
Como identificar (e fugir) de um esquema de pirâmide?
cartão-de-crédito-consignado-sem-anuidade
voos cancelados da Avianca
consórcio de dinheiro