Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira o Manual para sair das dívidas acumuladas

    Confira o Manual para sair das dívidas acumuladas

    1
    (1)

    Com a crise que o país vem passando, a inadimplência dos brasileiros é cada vez maior e, como consequência, a quantidade de contas atrasadas só cresce. Se essa é a sua situação atual preparamos um manual para sair das dívidas acumuladas. Confira diversas dicas que podem te ajudar a quitar as contas que estão em atraso.

    Publicidade

    São diversos os motivos que fazem com que as pessoas acabem ficando com dívidas acumuladas. Desde gastar mais do que ganha e não conseguir pagar até mesmo por estar desempregado. Por isso, se você está com dívidas acumuladas é importante ficar atento, para não realizar novas dívidas.

    Como sair das dívidas acumuladas?

    Renegocie as dívidas

    Esse deve ser o primeiro passo a ser tomado para quem quer sair das dívidas acumuladas. Além disso, essa etapa também te ajudará a alcançar o sucesso em melhorar a sua vida financeira. Mas para isso, a primeira coisa a ser feita é entrar em contato com as pessoas e/ou instituições financeiras com as quais você está com dívidas.

    Ao entrar em contato, tente renegociar o valor que está em atraso, caso vá pagar à vista argumente e peça desconto alegando que a dívida toda será paga em uma única vez. Porém, caso você tenha que parcelar o valor, tente quitar o quanto antes, pagando em menores parcelas os juros serão menores, como consequência.

    Outro ponto importante é que você evite fazer novas dívidas, um exemplo é solicitar um empréstimo para pagar a conta. Caso contrário, as despesas com essa nova dívida poderão acabar se tornando uma bola de neve.

    Pague as dívidas com juros maiores primeiro

    Ao começar a pagar suas dívidas acumuladas, avalie os valores delas. Isso porque você deve dar prioridade para pagar as dívidas com os juros mais altos, já que são essas que estão gastando o seu dinheiro de forma mais rápida. Lembre-se sempre de conversar com os credores e tentar abaixar um pouco o valor ou até mesmo tirar os juros da dívida.

    Publicidade

    Uma forma de saber quais dívidas acumulada têm os juros mais altos é listando todas as contas em atraso. Dessa forma, é possível fazer um ranking e saber quais estão com os juros mais altos. Após pagar essas contas, comece a quitar as de menores valores.

    Corte gastos supérfluos

    Se você começou o processo de pagar todas as dívidas acumuladas, precisa entender que alguns sacrifícios são necessários. E um deles pode ser o corte de gastos supérfluos, mas saiba que isso pode ser por um determinado tempo.

    Um desses cortes podem ser o cartão de crédito. Se você paga academia e não costuma ir muito, pode solicitar o cancelamento ou começar a se exercitar em casa ou na rua.

    Outro item que pode ser cortado é a tv a cabo e até mesmo os passeios ao shopping. Prefira locais que gastem menos como um parque que você possa fazer um piquenique, por exemplo.

    Depois de quitar todas as dívidas acumuladas, você poderá ir, gradativamente, readquirindo todos os serviços que cancelou. E poderá voltar a realizar os passeios que foram cortados.

    Publicidade

    Pense em como ganhar dinheiro extra

    Essa pode ser uma opção para quem quer quitar as dívidas acumuladas mas não tem todo o dinheiro necessário. Pense o que você sabe fazer e como isso pode ser revertido em dinheiro para você, pode ser cozinhar, fotografar ou até mesmo fazer artesanato.

    É importante que essa sua nova função não atrapalhe o seu emprego que gera uma maior renda, por isso busque realizar as atividades em horários de folga e descanso. Outro quesito importante é que esses trabalhos não podem lhe render novas dívidas. Por isso, pesquise bem antes de começar.

    Evite usar o cartão de crédito

    Esse é outro ponto importante para quem está com dívidas acumuladas. Se você quer quitar todas as suas contas em atraso, evite usar o cartão de crédito, pois ele pode ser uma das fontes de dívidas.

    Guarde o cartão em uma gaveta, para evitar de quando você sair acabar usando-o. Outra dica é pedir o cancelamento do cartão de crédito com a instituição financeira. Dessa forma, será possível evitar fazer novas contas e dívidas.

    Crie uma meta para poupar dinheiro

    Você deve estar se perguntando como é possível poupar dinheiro mesmo com as dívidas acumuladas, certo? Se você tiver uma meta de quanto pretende economizar, será mais fácil, isso porque essa quantia poderá te ajudar a pagar as dívidas acumuladas.

    Publicidade

    Pense qual é o valor necessário para poupar todo mês para que um determinado tempo depois você possa pagar as dívidas. Além disso, existe uma vantagem em poupar dinheiro enquanto se está endividado, que é continuar com esse hábito mesmo após o pagamento das contas em atraso.

    Dessa forma, você poderá viajar ou dar entrada em um carro zero, sem realizar novas dívidas com valores muito altos. Por isso, pense e avalie a possibilidade de guardar dinheiro mesmo endividado.

    6 hábitos financeiros para uma vida melhor

    Muitas pessoas têm hábitos financeiros que podem acabar prejudicando a vida financeira da família e da empresa. Esses costumes podem acontecer pela vontade de economizar dinheiro ou para ter uma vida melhor. Porém, ter uma vida financeira estabilizada exige organização e planejamento

    Esses hábitos permitem que você saiba se pode gastar menos e guardar mais, por exemplo. Além disso, abandonar algumas práticas é o primeiro passo para você adquirir uma mentalidade boa relacionada ao dinheiro. Conheça 6 hábitos financeiros para uma vida melhor.

    O que achou disso?

    Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira o Manual para sair das dívidas acumuladas

    Confira o Manual para sair das dívidas acumuladas

    1
    (1)

    Com a crise que o país vem passando, a inadimplência dos brasileiros é cada vez maior e, como consequência, a quantidade de contas atrasadas só cresce. Se essa é a sua situação atual preparamos um manual para sair das dívidas acumuladas. Confira diversas dicas que podem te ajudar a quitar as contas que estão em atraso.

    Publicidade

    São diversos os motivos que fazem com que as pessoas acabem ficando com dívidas acumuladas. Desde gastar mais do que ganha e não conseguir pagar até mesmo por estar desempregado. Por isso, se você está com dívidas acumuladas é importante ficar atento, para não realizar novas dívidas.

    Como sair das dívidas acumuladas?

    Renegocie as dívidas

    Esse deve ser o primeiro passo a ser tomado para quem quer sair das dívidas acumuladas. Além disso, essa etapa também te ajudará a alcançar o sucesso em melhorar a sua vida financeira. Mas para isso, a primeira coisa a ser feita é entrar em contato com as pessoas e/ou instituições financeiras com as quais você está com dívidas.

    Ao entrar em contato, tente renegociar o valor que está em atraso, caso vá pagar à vista argumente e peça desconto alegando que a dívida toda será paga em uma única vez. Porém, caso você tenha que parcelar o valor, tente quitar o quanto antes, pagando em menores parcelas os juros serão menores, como consequência.

    Outro ponto importante é que você evite fazer novas dívidas, um exemplo é solicitar um empréstimo para pagar a conta. Caso contrário, as despesas com essa nova dívida poderão acabar se tornando uma bola de neve.

    Pague as dívidas com juros maiores primeiro

    Ao começar a pagar suas dívidas acumuladas, avalie os valores delas. Isso porque você deve dar prioridade para pagar as dívidas com os juros mais altos, já que são essas que estão gastando o seu dinheiro de forma mais rápida. Lembre-se sempre de conversar com os credores e tentar abaixar um pouco o valor ou até mesmo tirar os juros da dívida.

    Publicidade

    Uma forma de saber quais dívidas acumulada têm os juros mais altos é listando todas as contas em atraso. Dessa forma, é possível fazer um ranking e saber quais estão com os juros mais altos. Após pagar essas contas, comece a quitar as de menores valores.

    Corte gastos supérfluos

    Se você começou o processo de pagar todas as dívidas acumuladas, precisa entender que alguns sacrifícios são necessários. E um deles pode ser o corte de gastos supérfluos, mas saiba que isso pode ser por um determinado tempo.

    Um desses cortes podem ser o cartão de crédito. Se você paga academia e não costuma ir muito, pode solicitar o cancelamento ou começar a se exercitar em casa ou na rua.

    Outro item que pode ser cortado é a tv a cabo e até mesmo os passeios ao shopping. Prefira locais que gastem menos como um parque que você possa fazer um piquenique, por exemplo.

    Depois de quitar todas as dívidas acumuladas, você poderá ir, gradativamente, readquirindo todos os serviços que cancelou. E poderá voltar a realizar os passeios que foram cortados.

    Publicidade

    Pense em como ganhar dinheiro extra

    Essa pode ser uma opção para quem quer quitar as dívidas acumuladas mas não tem todo o dinheiro necessário. Pense o que você sabe fazer e como isso pode ser revertido em dinheiro para você, pode ser cozinhar, fotografar ou até mesmo fazer artesanato.

    É importante que essa sua nova função não atrapalhe o seu emprego que gera uma maior renda, por isso busque realizar as atividades em horários de folga e descanso. Outro quesito importante é que esses trabalhos não podem lhe render novas dívidas. Por isso, pesquise bem antes de começar.

    Evite usar o cartão de crédito

    Esse é outro ponto importante para quem está com dívidas acumuladas. Se você quer quitar todas as suas contas em atraso, evite usar o cartão de crédito, pois ele pode ser uma das fontes de dívidas.

    Guarde o cartão em uma gaveta, para evitar de quando você sair acabar usando-o. Outra dica é pedir o cancelamento do cartão de crédito com a instituição financeira. Dessa forma, será possível evitar fazer novas contas e dívidas.

    Crie uma meta para poupar dinheiro

    Você deve estar se perguntando como é possível poupar dinheiro mesmo com as dívidas acumuladas, certo? Se você tiver uma meta de quanto pretende economizar, será mais fácil, isso porque essa quantia poderá te ajudar a pagar as dívidas acumuladas.

    Publicidade

    Pense qual é o valor necessário para poupar todo mês para que um determinado tempo depois você possa pagar as dívidas. Além disso, existe uma vantagem em poupar dinheiro enquanto se está endividado, que é continuar com esse hábito mesmo após o pagamento das contas em atraso.

    Dessa forma, você poderá viajar ou dar entrada em um carro zero, sem realizar novas dívidas com valores muito altos. Por isso, pense e avalie a possibilidade de guardar dinheiro mesmo endividado.

    6 hábitos financeiros para uma vida melhor

    Muitas pessoas têm hábitos financeiros que podem acabar prejudicando a vida financeira da família e da empresa. Esses costumes podem acontecer pela vontade de economizar dinheiro ou para ter uma vida melhor. Porém, ter uma vida financeira estabilizada exige organização e planejamento

    Esses hábitos permitem que você saiba se pode gastar menos e guardar mais, por exemplo. Além disso, abandonar algumas práticas é o primeiro passo para você adquirir uma mentalidade boa relacionada ao dinheiro. Conheça 6 hábitos financeiros para uma vida melhor.

    O que achou disso?

    Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?