WhatsApp Pay: o que é e como funciona?

Escrito por: Camila Miranda em 25 de junho de 2020

O WhatsApp anunciou que o Brasil se tornará o primeiro país a receber uma atualização na ferramenta para permitir que usuários recebam e enviem dinheiro diretamente da plataforma.

O recurso promete facilitar transferências bancárias entre os clientes. A novidade também vai permitir que contas do WhasApp Business — desenvolvido especialmente para empresas — também recebam pagamentos por serviços e produtos.

A seguir, entenda como funcionará o WhatsApp Pay e como utilizá-lo.

WhatsApp Pay
WhatsApp libera pagamentos via aplicativo. Banco Central, porém, quer suspender o serviço para avaliar riscos

O que é o WhatsApp Pay?

O WhatsApp Pagamentos é uma nova categoria para que usuários consigam transferir e receber dinheiro via aplicativo.

Através do recurso, por exemplo, a pessoa poderá enviar dinheiro para algum familiar ou amigo, além de conseguir efetuar pagamentos por serviços e produtos.

De acordo com o WhatsApp, a nova modalidade será realizada por meio do Facebook Pay — serviços de pagamento do Facebook que permite comprar produtos e jogos, por exemplo.

Vale lembrar, contudo, que o Facebook Pay não é um aplicativo. Portanto, será necessário configurar um cartão de débito ou crédito na plataforma para usar a função de pagamentos do WhatsApp.

Não haverá cobrança de taxas de serviço dos usuários, seja para transferências via cartão de débito, seja para pagamentos via cartão de crédito e débito.

Além disso, os pagamentos poderão ser consultados a qualquer momento na aba “Pagamentos”, que estará disponível na própria plataforma.

+ Aprenda a utilizar o WhatsApp Business

Como funcionam os pagamentos?

Para que seja possível enviar e receber dinheiro através do aplicativo, o usuário terá que cadastrar um cartão, como já mencionamos.

Vai funcionar da seguinte maneira:

–> haverá uma aba, no mesmo lugar do envio de imagens, chamada “pagamento”;

–> o usuário deverá clicar nela, e o aplicativo vai solicitar um valor e redirecioná-lo para a criação da conta;

–> será necessário aceitar os termos de uso da plataforma e criar uma senha;

–> em seguida, o usuário vai precisar informar nome, CPF e um cartão emitido por um dos bancos parceiros do aplicativo;

–> será obrigatório verificar o cartão junto ao banco, que em seguida enviará um código ao usuário por SMS, e-mail ou aplicativo do próprio banco.

De acordo com o aplicativo, esse código servirá para impedir o cadastro de cartões furtados ou roubados, por exemplo.

De acordo com o WhatsApp, o uso da senha ou reconhecimento biométrico do celular será necessário toda vez que o usuário for enviar dinheiro.

Quem pode usar a função do WhatsApp Pay?

Inicialmente, todos os usuários poderão utilizar a função WhatsApp Pay, desde que você utilize cartões de débito ou que tenham função de débito e crédito.

As bandeiras aceitas serão Visa e Mastercard dos seguintes bancos: Nubank, Sicredi e Banco do Brasil.

A transferência, no entanto, será intermediada pela Cielo e não haverá cobrança de taxas para os usuários.

O WhatsApp informou que está aberto para receber outros parceiros futuramente.

Por que o Banco Central quer suspender o serviço?

Inicialmente, o Nubank foi o primeiro banco a liberar o pagamento pelo aplicativo.

No entanto, o Banco Central (BC) e Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiram suspender o funcionamento do serviço de transferências e pagamentos do WhatsApp.

O BC determinou que as bandeiras Visa e Mastercard, as quais permitiram as operações financeiras, paralisassem a função até o órgão avaliar os riscos e garantir funcionamento adequado ao Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Já o Cade informou ver possibilidades de riscos para a concorrência.

“A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato”, informou o Banco Central em nota.

Para criar novos serviços de pagamentos no Brasil é necessário ter autorização do BC. Para que isso seja possível, a bandeira do cartão, como Visa e Mastercard, precisa criar o acordo de pagamentos.

O que você achou deste texto? Bom? Então aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Desse jeito, você recebe as novidades diretamente na sua caixa de e-mail.

Camila Miranda

Jornalista com experiências em jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalha com produção de conteúdo e gerenciamento de mídias sociais.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Como funciona o Consórcio Honda
pib
Serviços da conta corrente gratuita
Muitas fintechs oferecem serviços de bancos digitais e de cartões de crédito
Como cancelar compra com cartão de crédito?