InícioNotíciasFinanças PessoaisWhatsApp Pay: confira se é seguro enviar dinheiro pelo aplicativo

WhatsApp Pay: confira se é seguro enviar dinheiro pelo aplicativo

0
(0)

A nova funcionalidade que permite transferência de dinheiro pelo Whatsapp já chegou no Brasil, mas muitos usuários ainda têm ressalvas quanto a ela. Afinal, será que o WhatsApp Pay é seguro?

Uma pesquisa recente da plataforma MindMiners apontou que 80% dos usuários brasileiros têm medo de usar a ferramenta.

E é fácil entender de onde vem desse receio, visto a quantidade de golpes envolvendo o aplicativo de mensagens.

No entanto, usar o WhatsApp Pay é, sim, seguro para enviar e receber dinheiro. E FinanceOne vai te mostrar o por quê e como se proteger de crimes virtuais envolvendo a funcionalidade.

WhatsApp Pay usa medidas de segurança contra fraude

O famoso “golpe do WhatsApp” só em 2020 chegou a fazer 5 milhões de vítimas de clonagem. Mas o crime, que burla a autenticação de dois fatores do aplicativo, serviu para que as medidas de segurança fossem aprimoradas.

E com a chegada da ferramenta que permite transferência de dinheiro, para evitar que ainda mais golpes fossem aplicados, o app assegura mais uma medida de prevenção a esses crimes virtuais.

O que o usuário deve entender é que esses pagamentos são protegidos por várias camadas de proteção. São tecnologias e ferramentas que abarcam tanto os dispositivos (hardware) quanto os programas envolvidos (software).

Senhas e biometria:

A começar pelo PIN, que é como uma senha do Facebook Pay, um código de verificação enviado por SMS e também a biometria (nos dispositivos compatíveis). Esses dados permitem a autenticação do usuário a cada nova transação.

Sendo assim, mesmo se o seu whatsapp for clonado, o criminoso não conseguirá fazer uma transferência. Além disso, em caso de mudança do aparelho, é preciso cadastrar os dados novamente.

Logicamente o usuário também tem sua parte no papel de proteger os próprios dados e dinheiro. O WhatsApp alerta que tanto o PIN quanto o código de verificação não devem ser compartilhados com ninguém.

Tela de um celular mostrando aplicativos
WhatsApp Pay usa várias camadas de proteção para evitar golpes

Criptografia e monitoramento:

Fora as ferramentas de proteção no dispositivo, o aplicativo usa criptografia entre o telefone da pessoa e os seus servidores.

Essa tecnologia é o que “mantém os números de cartões em uma rede isolada e altamente segura”, como explica o próprio Whatsapp.

Para exemplificar como funciona, de forma básica: imagine que seus dados são como um conjunto de peças de um quebra-cabeça, que vão viajar por uma dimensão virtual até chegar ao destinatário.

Com a criptografia do WhatsApp Pay, o que acontece é que essas informações são desmontadas na hora do envio e só são remontadas quando chegam ao destino, evitando que sejam reconhecidas e traduzidas no caminho.

Nos servidores do Facebook Pay o acesso a esses dados também é extremamente limitado e monitorado o tempo todo pela companhia.

Limite de operações no Whatsapp Pay:

Os usuários não podem sair realizando quantas transações bem entenderem. Esse limite não foi imposto à toa, mas como mais uma forma de evitar golpes.

Cada pessoa só pode transferir até R$1 mil em cada transação. Além disso, só é possível receber até 20 transações por dia. E no mês, o valor das transações não pode ultrapassar R$5 mil.

Resumindo, o Whatsapp Pay é, sim, uma ferramenta segura. Mas, como qualquer outro tipo de transação (até mesmo as tradicionais e presenciais), nada é 100% seguro e demanda cuidados.

Portanto, saiba que o aplicativo tem métodos de segurança, mas o usuário também tem parte nisso.Evite:

  • usar aplicativos pirateados;
  • compartilhar dados pessoais;
  • realizar transferências para qualquer pessoa que mande mensagem pedindo dinheiro. Verifique antes.

+ Conheça os 6 golpes financeiros mais comuns na internet

Como funciona a transferência de dinheiro pelo whatsapp?

O WhatsApp Pay funciona como uma ponte na transferência de dinheiro. O serviço é realizado pelo Facebook Pay, que passa a ser integrado ao WhatsApp.

Ou seja, o aplicativo de mensagens é um iniciador do processo, mas a transação bancária em si ocorre diretamente no sistema das instituições financeiras. Por isso o usuário tem acesso a um PIN e um código de verificação que são enviados por SMS.

Por enquanto, são aceitos somente cartões de débito dos seguintes bancos e bandeiras:

  • Itaú (Mastercard)
  • Nubank (Mastercard)
  • Banco Inter (Mastercard)
  • Sicredi (Mastercard e Visa)
  • Next (Visa)
  • Mercado Pago (Visa)
  • Woop, conta digital da Sicredi (Visa)
  • Banco do Brasil (Visa)
  • Bradesco (Visa)

A funcionalidade tem sido liberada aos poucos para os brasileiros. Quem já pode usar a ferramenta recebe uma mensagem na tela inicial do app.

Mas também é possível ativar o recurso recebendo dinheiro de outra pessoa que já o tem. Os bancos parceiros também podem convidar seus clientes.

Viu como o WhatsApp Pay é seguro e pode ser uma ótima ferramenta, desde que você saiba proteger seus dados? Que tal compartilhar essas informações e dicas com seus amigos que ainda têm medo da nova funcionalidade?

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui