Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisQuem pode se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico)? Confira!

    Quem pode se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico)? Confira!

    0
    (0)

    Você sabe o que é Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico)? Ele é um registro do governo federal para identificar as famílias de baixa-renda e, assim, fazer com que você tenha acesso aos benefícios de programas sociais.

    Publicidade

    Em outras palavras, é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza.

    Nesse sentido, o CadÚnico permite que o governo possa ter acesso às principais informações dos membros que compõem uma determinada família, como:

    • escolaridade;
    • trabalho;
    • renda;
    • características residenciais.

    O programa da Secretaria Nacional do Cadastro Único (SECAD), foi criado pelo Governo Federal, no entanto, é operacionalizado pelas prefeituras.

    Ou seja, é uma ação federal, com gestão compartilhada e descentralizada entre a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios que são executadas de forma articulada.

    Quais são os elementos fundamentais que compõem o Cadastro?

    São elementos fundamentais:

    1 – Formulários de cadastramento, nos quais as informações das famílias são coletadas e registradas pelos entrevistadores municipais;

    Publicidade

    2 – Sistema informatizado para a inclusão e a atualização das informações das famílias cadastradas;

    3 – Rede de atendimento, composta pelos entrevistadores sociais, equipamentos públicos e equipes de gestão dos municípios e Distrito Federal; e

    4 – Base de dados, que contém as informações de todas as famílias registradas no Cadastro Único em cada município.

    + Cadastro Único: conheça os 31 benefícios que pode receber ao se inscrever

    Quem pode se inscrever no CadÚnico?

    Para se inscrever no CadÚnico a família precisa apresentar uma renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou três salários mínimos no total para sustentar todos os dependentes.

    Publicidade

    Ao se enquadrar nos requisitos solicitados, basta se dirigir ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo no município em que reside.

    Lá, é necessário apresentar pelo menos um dos seguintes documentos, de todas as pessoas da família:

    • Certidão de Nascimento ou casamento
    • CPF
    • Carteira de Identidade (RG)
    • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena
    • Carteira de Trabalho
    • Título de Eleitor
    home do site do CadÚnico
    O Cadastro Único é um registro que permite ao governo saber quem são e como vivem as famílias de baixa renda no Brasil

    Como consultar e se cadastrar no CadÚnico?

    Para conferir se você está inscrito no CadÚnico, saiba que a consulta pode ser realizada pelo site do Ministério do Desenvolvimento Social em “Consulta Cidadão Cadastro Único”, para isso é só preencher o nome completo, data de nascimento e nome da mãe para consultar.

    A consulta também pode ser realizada pelo aplicativo de celular chamado “Meu CadÚnico” que está disponível na Play Store e Apple Store, ou também por telefone ligando no número: 0800 707 2003.

    A ligação é grátis e o atendimento é de segunda a sexta das 7 às 19h e em finais de semana e feriados é das 10h às 16h.

    Publicidade

    + Como fazer atualização do Cadastro Único? Entenda!

    Já o cadastramento não é feito pela internet. É preciso ir até o setor responsável pelo Cadastro Único em sua cidade para se inscrever. Os municípios costumam fazer visitas domiciliares às famílias de baixa renda de forma periódica para fazer o cadastramento no Cadastro Único.

    Entretanto, a família que se enquadra nos requisitos e ainda não está inscrita no Cadastro Único, deve procurar o CRAS da sua cidade que é o Centro de Referência em Assistência Social.

    Ela pode ir também na prefeitura e pedir para que realize o cadastro. Contudo, em ambos os cados, o solicitante deve ter, no mínimo, 16 anos.

    Você gostou deste texto e ele foi relevante para você? Então siga o FinanceOne nas redes sociais e esteja sempre atualizado sobre o mercado financeiro. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin.

    Leia mais no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisQuem pode se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico)? Confira!

    Quem pode se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico)? Confira!

    0
    (0)

    Você sabe o que é Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico)? Ele é um registro do governo federal para identificar as famílias de baixa-renda e, assim, fazer com que você tenha acesso aos benefícios de programas sociais.

    Publicidade

    Em outras palavras, é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza.

    Nesse sentido, o CadÚnico permite que o governo possa ter acesso às principais informações dos membros que compõem uma determinada família, como:

    • escolaridade;
    • trabalho;
    • renda;
    • características residenciais.

    O programa da Secretaria Nacional do Cadastro Único (SECAD), foi criado pelo Governo Federal, no entanto, é operacionalizado pelas prefeituras.

    Ou seja, é uma ação federal, com gestão compartilhada e descentralizada entre a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios que são executadas de forma articulada.

    Quais são os elementos fundamentais que compõem o Cadastro?

    São elementos fundamentais:

    1 – Formulários de cadastramento, nos quais as informações das famílias são coletadas e registradas pelos entrevistadores municipais;

    Publicidade

    2 – Sistema informatizado para a inclusão e a atualização das informações das famílias cadastradas;

    3 – Rede de atendimento, composta pelos entrevistadores sociais, equipamentos públicos e equipes de gestão dos municípios e Distrito Federal; e

    4 – Base de dados, que contém as informações de todas as famílias registradas no Cadastro Único em cada município.

    + Cadastro Único: conheça os 31 benefícios que pode receber ao se inscrever

    Quem pode se inscrever no CadÚnico?

    Para se inscrever no CadÚnico a família precisa apresentar uma renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou três salários mínimos no total para sustentar todos os dependentes.

    Publicidade

    Ao se enquadrar nos requisitos solicitados, basta se dirigir ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo no município em que reside.

    Lá, é necessário apresentar pelo menos um dos seguintes documentos, de todas as pessoas da família:

    • Certidão de Nascimento ou casamento
    • CPF
    • Carteira de Identidade (RG)
    • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena
    • Carteira de Trabalho
    • Título de Eleitor
    home do site do CadÚnico
    O Cadastro Único é um registro que permite ao governo saber quem são e como vivem as famílias de baixa renda no Brasil

    Como consultar e se cadastrar no CadÚnico?

    Para conferir se você está inscrito no CadÚnico, saiba que a consulta pode ser realizada pelo site do Ministério do Desenvolvimento Social em “Consulta Cidadão Cadastro Único”, para isso é só preencher o nome completo, data de nascimento e nome da mãe para consultar.

    A consulta também pode ser realizada pelo aplicativo de celular chamado “Meu CadÚnico” que está disponível na Play Store e Apple Store, ou também por telefone ligando no número: 0800 707 2003.

    A ligação é grátis e o atendimento é de segunda a sexta das 7 às 19h e em finais de semana e feriados é das 10h às 16h.

    Publicidade

    + Como fazer atualização do Cadastro Único? Entenda!

    Já o cadastramento não é feito pela internet. É preciso ir até o setor responsável pelo Cadastro Único em sua cidade para se inscrever. Os municípios costumam fazer visitas domiciliares às famílias de baixa renda de forma periódica para fazer o cadastramento no Cadastro Único.

    Entretanto, a família que se enquadra nos requisitos e ainda não está inscrita no Cadastro Único, deve procurar o CRAS da sua cidade que é o Centro de Referência em Assistência Social.

    Ela pode ir também na prefeitura e pedir para que realize o cadastro. Contudo, em ambos os cados, o solicitante deve ter, no mínimo, 16 anos.

    Você gostou deste texto e ele foi relevante para você? Então siga o FinanceOne nas redes sociais e esteja sempre atualizado sobre o mercado financeiro. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin.

    Leia mais no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?