Calendário de pagamento do coronavoucher: confira as datas

Escrito por: Rafael Massadar em 7 de abril de 2020

O governo federal anunciou nesta terça-feira, 7, o calendário de pagamento do coronavoucher. Isto é, o auxílio emergencial de R$600 oferecido aos trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus.

Os pagamentos dos benefícios estão previstos em três etapas, com a primeira delas na próxima terça-feira, 14 de abril. Cerca de 54 milhões de brasileiros terão direito a receber o valor.

coronavoucher
A Caixa libera calendário de pagamento do coronavoucher

Os saques em espécie, porém, terão um calendário específico, que será divulgado pela Caixa na próxima segunda, 13. Serão destinados R$ 98 bilhões para o pagamento do benefício em até 45 dias, estima o governo federal.

+ Coronavoucher: o que é e quem pode receber o valor?

Quem terá direito ao pagamento do coronavoucher?

Apelidado de coronavoucher, o auxílio emergencial é destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEIs), contribuintes individuais da Previdência Social e desempregados.

Os requisitos para receber o auxílio são os seguintes:

  • Ter mais de 18 anos;
  • Não ter emprego formal;
  • Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou participar de programa de transferência de renda federal (exceto pelo Bolsa Família);
  • Ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$522,50) ou, no total, de até três salários mínimos (R$3.135);
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, explicou como será o pagamento do cornavoucher. Segundo ele, o dinheiro estará disponível para para quem tem conta-corrente no Banco do Brasil ou conta poupança na Caixa.

“Quem fizer o cadastro ainda nesta terça também poderá receber até quinta-feira, após o cruzamento das informações feito pelo Dataprev, sistema do governo, para checar se o beneficiário tem direito ao auxílio”, destacou Pedro Guimarães .

Guimarães afirmou ainda que o restante deve receber até o dia 14. Correntistas de outros bancos, com cadastro já analisado, também vão receber depósito em conta até essa data.

Os valores, porém, disponíveis já a partir de quinta-feira para parte dos beneficiários não poderão ser sacados. A exceção é para os beneficiários do Bolsa Família.

Vale destacar que a Caixa disponibilizará conta digital, sem custos para transações de pagamentos e DOCs, aos beneficiários que quiserem. A estimativa é que 35 milhões dos 45 milhões de desbancarizados queiram fazer essa conta.

Confira abaixo as datas de pagamento:

– 14 de abril – Pagamento da primeira parcela. Quem tem conta no Banco do Brasil ou na Caixa pode receber antes. O valor cai direito na conta;

– 27 de abril – pagamento da segunda parcela aos nascidos em janeiro, fevereiro e março;

– 28 de abril – pagamento da segunda parcela aos nascidos em abril, maio e junho;

– 29 de abril – pagamento da terceira parcela aos nascidos em julho, agosto e setembro;

– 30 de abril – pagamento da segunda parcela aos nascidos em outubro, novembro e dezembro;

– 26 de maio – pagamento da terceira parcela aos nascidos em janeiro, fevereiro e março;

27 de maio – pagamento da terceira parcela aos nascidos em abril, maio, junho;

– 28 de maio – pagamento da terceira parcela aos nascidos em julho, agosto e setembro;

– 29 de maio – pagamento da terceira parcela aos nascidos em outubro, novembro e dezembro.

Como será feito o saque do dinheiro?

Quem estava inscrito no Cadastro Único até o dia 20 de março e que atenda as regras do auxílio emergencial receberá sem precisar se cadastrar no site da Caixa.

Para os que não estão cadastrados, é preciso acessar o portal. Lá, a pessoa pode acompanhar se vai receber o coronavoucher, consultando no próprio site ou aplicativo para Android ou iOS.

A previsão é para quem se cadastrar pelo aplicativo é receber o valor em cerca de 48 horas após o registro. Já os beneficiários do Bolsa Família devem receber a partir do dia 16, de acordo com o calendário regular de pagamento.

O auxílio emergencial será disponibilizado diretamente na conta bancária e poderá ser sacado em lotéricas ou agências da Caixa, do Banco do Brasil, Banco da Amazônia e Banco do Nordeste.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

abrir uma empresa
coronavírus
comprar ou alugar carros
cheque especial
Como economizar na ceia de natal