Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEmpreendedorismoCapital social da empresa: saiba o que é e como definir esse...

    Capital social da empresa: saiba o que é e como definir esse valor

    5
    (1)

    Você sabe o que é o capital social da empresa? Sabe como definir esse valor? Não? Então confira neste artigo as respostas que vão te ajudar a administrar melhor seu negócio.

    Publicidade

    Para se ter ideia, entre 2014 e 2018, o país perdeu cerca de 382,5 mil empresas e 2,9 milhões de pessoas assalariadas. Comércio é o setor que mais perdeu empresas. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Para começar, vamos iniciar pela primeira pergunta. O capital social nada mais é que o poder financeiro de uma empresa, o montante investido pelos sócios quando o negócio ainda estava no início de suas atividades.

    Esse é o valor utilizado para manter a empresa aberta enquanto ela não está resultando em lucro ainda e significa o quanto tem de patrimônio. Essa quantia servirá para situações como:

    • compra e manutenção de equipamentos;
    • contratação de serviços;
    • carros e outros transportes;
    • capital de giro;

    Ou seja, quando você ouve dizer que uma companhia vale determinada quantia de dinheiro, saiba que parte desse valor está diretamente ligado ao capital social. E se a empresa continuou de pé, isso significa que seu capital social foi bem administrado e até começou a obter lucros.

    Como definir o capital social?

    Toda organização nasce sem lucros, apenas tem à disposição os recursos dos sócios. Nesse sentido, na hora de definir o capital social de uma empresa, é importante pensar de forma estratégica.

    Publicidade

    Resumidamente, o capital social é a quantia que irá sustentar o fluxo de caixa da organização até que ela comece a obter lucros.

    Então, é preciso considerar desde a matéria-prima e publicidade até a folha de pagamento dos funcionários. Por isso, planejar as despesas é essencial para manter a contabilidade alinhada.

    O plano de negócio auxilia na tarefa de chegar ao valor de investimento necessário para as operações funcionarem, uma vez que ele prevê todos os custos até que o empreendimento comece a faturar.

    Dessa forma, saber o que significa capital social e como defini-lo é fundamental para evitar problemas na contabilidade.

    No entanto, o capital social não abrange somente a moeda oficial, além dela também podemos incluir:

    Publicidade

    1 – Bens tangíveis

    Referente a recursos físicos, palpáveis. Os bens tangíveis são ativos absorvidos pela empresa para gerar benefícios econômicos a ela. Além disso, esses bens possuem uma vida útil, posto que são bens materiais.

    Os exemplos mais comuns de bens tangíveis são: carros, imóveis e matérias-primas em geral.

    2 – Bens intangíveis

    Esses bens são mais abstratos, não necessariamente objetos materiais. Sua vida econômica pode ser definida, entretanto, há diversos exemplos de bens intangíveis perpétuos, sem limitação na vida útil.

    Além disso, os bens intangíveis precisam se submeter a diversas regras e normas impostas previamente para serem reconhecidos como tais. No mais, o que diferencia os tangíveis dos intangíveis é apenas a sua existência corpórea.

    Sendo assim, marcas, domínios na internet, nomes comerciais, patentes e vários outros itens podem ser considerados bens intangíveis.

    Publicidade
    capital social
    O capital social é o investimento inicial feito pelos sócios ou acionistas de uma empresa para colocá-la em funcionamento

    O que deve conter nesse levantamento?

    Nesse momento, algumas perguntas devem ser feitas:

    • Quais são os custos fixos e variáveis do negócio?
    • Quais são os projetos necessários nos primeiros meses para alavancar a empresa?
    • Em quanto tempo a empresa vai atingir o ponto de equilíbrio financeiro?
    • Por quantos meses o investimento inicial dos sócios vai manter a empresa?

    Ao definir o capital social da empresa, pense em uma reserva em dinheiro, já que o valor de bens e direitos não estará disponível imediatamente em caso de necessidade.

    Além disso, garanta que o valor investido por cada sócio seja compatível com a declaração do IRPF, já que o capital deve ter origem comprovada.

    Cada tipo

    A legislação contábil impõem normas para a definição do capital social de acordo com o tipo de empresa. Confira, então, quais as regras para as diferentes modalidades empresariais.

    1 – MEI, EPP e EI

    O Microempreendedor Individual, a Empresa de Pequeno Porte e o Empreendedor Individual não têm leis específicas sobre o registro do capital social. Porém, a informação pode ser solicitada no ato de cadastro da pessoa jurídica.

    No caso do MEI, é possível informar um capital social a partir de R$1 na sua formalização.

    2 – Eireli

    A Empresa Individual de Responsabilidade Limitada tem um requisito quanto ao capital social. O empreendimento precisa comprovar a integralização de, no mínimo, 100 vezes o valor do salário-mínimo vigente no país no ato de sua formalização.

    3 – S/A

    O capital social da sociedade anônima fica dividido em ações – sendo estas negociadas no mercado financeiro como capital aberto, fechado ou em debêntures. As regras específicas devem ser avaliadas caso a caso.

    4 – Sociedade LTDA

    As sociedades limitadas restringem a responsabilidade de cada sócio ao capital social integralizado individualmente. Todos eles, no entanto, respondem solidariamente pela integralização do capital social.

    E quem não possui sócios?

    Existem dois tipos de empresas individuais que não contam com sócios: o empresário individual (EI) e a empresa individual de responsabilidade limitada (EIRELI). Para cada um desses tipos de empresa, o capital social é tratado de forma diferente.

    No caso do EI, não existe uma exigência de capital mínimo para que a empresa seja constituída, por isso não existe a figura do capital social aqui.

    Já no caso da EIRELI, como o patrimônio da empresa é diverso do patrimônio do sócio, existe a necessidade de se determinar o capital social desse tipo de empresa que deve totalizar, pelo menos, 100 salários mínimos.

    Ficou fácil entender o que é o capital social e como ele é importante na abertura de uma empresa? Aproveite e veja os cinco erros de gestão financeira que podem falir sua empresa!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEmpreendedorismoCapital social da empresa: saiba o que é e como definir esse...

    Capital social da empresa: saiba o que é e como definir esse valor

    5
    (1)

    Você sabe o que é o capital social da empresa? Sabe como definir esse valor? Não? Então confira neste artigo as respostas que vão te ajudar a administrar melhor seu negócio.

    Publicidade

    Para se ter ideia, entre 2014 e 2018, o país perdeu cerca de 382,5 mil empresas e 2,9 milhões de pessoas assalariadas. Comércio é o setor que mais perdeu empresas. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Para começar, vamos iniciar pela primeira pergunta. O capital social nada mais é que o poder financeiro de uma empresa, o montante investido pelos sócios quando o negócio ainda estava no início de suas atividades.

    Esse é o valor utilizado para manter a empresa aberta enquanto ela não está resultando em lucro ainda e significa o quanto tem de patrimônio. Essa quantia servirá para situações como:

    • compra e manutenção de equipamentos;
    • contratação de serviços;
    • carros e outros transportes;
    • capital de giro;

    Ou seja, quando você ouve dizer que uma companhia vale determinada quantia de dinheiro, saiba que parte desse valor está diretamente ligado ao capital social. E se a empresa continuou de pé, isso significa que seu capital social foi bem administrado e até começou a obter lucros.

    Como definir o capital social?

    Toda organização nasce sem lucros, apenas tem à disposição os recursos dos sócios. Nesse sentido, na hora de definir o capital social de uma empresa, é importante pensar de forma estratégica.

    Publicidade

    Resumidamente, o capital social é a quantia que irá sustentar o fluxo de caixa da organização até que ela comece a obter lucros.

    Então, é preciso considerar desde a matéria-prima e publicidade até a folha de pagamento dos funcionários. Por isso, planejar as despesas é essencial para manter a contabilidade alinhada.

    O plano de negócio auxilia na tarefa de chegar ao valor de investimento necessário para as operações funcionarem, uma vez que ele prevê todos os custos até que o empreendimento comece a faturar.

    Dessa forma, saber o que significa capital social e como defini-lo é fundamental para evitar problemas na contabilidade.

    No entanto, o capital social não abrange somente a moeda oficial, além dela também podemos incluir:

    Publicidade

    1 – Bens tangíveis

    Referente a recursos físicos, palpáveis. Os bens tangíveis são ativos absorvidos pela empresa para gerar benefícios econômicos a ela. Além disso, esses bens possuem uma vida útil, posto que são bens materiais.

    Os exemplos mais comuns de bens tangíveis são: carros, imóveis e matérias-primas em geral.

    2 – Bens intangíveis

    Esses bens são mais abstratos, não necessariamente objetos materiais. Sua vida econômica pode ser definida, entretanto, há diversos exemplos de bens intangíveis perpétuos, sem limitação na vida útil.

    Além disso, os bens intangíveis precisam se submeter a diversas regras e normas impostas previamente para serem reconhecidos como tais. No mais, o que diferencia os tangíveis dos intangíveis é apenas a sua existência corpórea.

    Sendo assim, marcas, domínios na internet, nomes comerciais, patentes e vários outros itens podem ser considerados bens intangíveis.

    Publicidade
    capital social
    O capital social é o investimento inicial feito pelos sócios ou acionistas de uma empresa para colocá-la em funcionamento

    O que deve conter nesse levantamento?

    Nesse momento, algumas perguntas devem ser feitas:

    • Quais são os custos fixos e variáveis do negócio?
    • Quais são os projetos necessários nos primeiros meses para alavancar a empresa?
    • Em quanto tempo a empresa vai atingir o ponto de equilíbrio financeiro?
    • Por quantos meses o investimento inicial dos sócios vai manter a empresa?

    Ao definir o capital social da empresa, pense em uma reserva em dinheiro, já que o valor de bens e direitos não estará disponível imediatamente em caso de necessidade.

    Além disso, garanta que o valor investido por cada sócio seja compatível com a declaração do IRPF, já que o capital deve ter origem comprovada.

    Cada tipo

    A legislação contábil impõem normas para a definição do capital social de acordo com o tipo de empresa. Confira, então, quais as regras para as diferentes modalidades empresariais.

    1 – MEI, EPP e EI

    O Microempreendedor Individual, a Empresa de Pequeno Porte e o Empreendedor Individual não têm leis específicas sobre o registro do capital social. Porém, a informação pode ser solicitada no ato de cadastro da pessoa jurídica.

    No caso do MEI, é possível informar um capital social a partir de R$1 na sua formalização.

    2 – Eireli

    A Empresa Individual de Responsabilidade Limitada tem um requisito quanto ao capital social. O empreendimento precisa comprovar a integralização de, no mínimo, 100 vezes o valor do salário-mínimo vigente no país no ato de sua formalização.

    3 – S/A

    O capital social da sociedade anônima fica dividido em ações – sendo estas negociadas no mercado financeiro como capital aberto, fechado ou em debêntures. As regras específicas devem ser avaliadas caso a caso.

    4 – Sociedade LTDA

    As sociedades limitadas restringem a responsabilidade de cada sócio ao capital social integralizado individualmente. Todos eles, no entanto, respondem solidariamente pela integralização do capital social.

    E quem não possui sócios?

    Existem dois tipos de empresas individuais que não contam com sócios: o empresário individual (EI) e a empresa individual de responsabilidade limitada (EIRELI). Para cada um desses tipos de empresa, o capital social é tratado de forma diferente.

    No caso do EI, não existe uma exigência de capital mínimo para que a empresa seja constituída, por isso não existe a figura do capital social aqui.

    Já no caso da EIRELI, como o patrimônio da empresa é diverso do patrimônio do sócio, existe a necessidade de se determinar o capital social desse tipo de empresa que deve totalizar, pelo menos, 100 salários mínimos.

    Ficou fácil entender o que é o capital social e como ele é importante na abertura de uma empresa? Aproveite e veja os cinco erros de gestão financeira que podem falir sua empresa!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?