InícioNotíciasEconomiaConheça as 10 carreiras mais bem remuneradas no Brasil. Veja a lista!

Conheça as 10 carreiras mais bem remuneradas no Brasil. Veja a lista!

3.7
(17)

Você sabe quais são as carreiras mais bem remuneradas do Brasil? Uma pesquisa do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getulio Vargas revela que sete são ligadas ao funcionalismo público, principalmente à área jurídica.

Para identificar as profissões mais bem remuneradas, o levantamento considerou o total de rendimentos declarados pelo contribuinte.

Isso inclui não só o salário, mas também outras fontes de renda, como aluguel e investimentos em ações.

O resultado aponta que as profissões mais bem remuneradas concentram-se nas mãos dos titulares de cartório, membros do Ministério Público e do Poder Judiciário.

A pesquisa foi produzida pelo professor Marcelo Neri.

Quais são as carreiras mais bem remuneradas?

Em primeiro lugar no ranking estão os titulares de cartório. Eles recebem, em média, R$107,6 mil por mês.

Em segundo vêm os membros do Ministério Público, já com metade do rendimento dos primeiros colocados: R$53,2 mil.

E em terceiro estão os membros do Poder Judiciário, com renda média de R$52,8 mil.

Entre as dez ocupações mais bem remuneradas, apenas três estão ligadas ao setor privado.

Médicos, pilotos de aeronave e atletas ocupam, respectivamente, a sexta, nona e décima posição na lista.

Enquanto os profissionais da saúde têm rendimento médio de R$29,7 mil, os pilotos de aeronave ganham R$24,9 mil por mês. Já os atletas têm renda média mensal de R$24 mil.

Completam a lista os diplomatas (em quarto lugar) e advogados do setor público (quinto).

Por fim, os servidores de carreira do Banco Central (sétimo) e servidores de carreira de auditoria fiscal e de fiscalização (oitavo).

Profissões com maior rendimento

1 – Titular de cartório: R$107,6 mil por mês

2 – Membro do Ministério Público: R$53,2 mil por mês

3 – Membro do Poder Judiciário: R$52,8 mil por mês

4 – Diplomata: R$35,3 mil por mês

5 – Advogado do setor público: R$29,9 mil por mês

6 – Médico: R$29,7 mil por mês

7 – Servidor de carreira do Banco Central: R$27,5 mil por mês

8 – Auditor fiscal: R$27,1 mil por mês

9 – Piloto: R$24,9 mil  por mês

10 – Atleta: R$24 mil por mês

Mulher de terno carimba papéis como titular de cartório, uma das carreiras mais bem remuneradas
Titular de cartório está no topo da lista de carreiras mais bem remuneradas

Carreiras mais bem remuneradas do setor público

1 – Titular de cartório: R$107,6 mil por mês

2 – Membro do Ministério Público: R$53,2 mil por mês

3 – Membro do Poder Judiciário: R$52,8 mil por mês

4 – Diplomata: R$35,3 mil por mês

5 – Advogado do setor público: R$29,9 mil por mês

6 – Servidor de carreira do Banco Central: R$27,5 mil por mês

7 – Auditor fiscal: R$27,1 mil por mês

Carreiras mais bem remuneradas do setor privado

1 – Médico: R$29,7 mil por mês

2 – Piloto: R$24,9 mil  por mês

3 – Atleta: R$24 mil por mês

4 – Ator e diretor de espetáculo: R$20,6 mil

5 – Engenheiro: R$16,9 mil por mês

6 – Agrônomo: R$15,8 mil por mês

7 – Professor de ensino superior: R$15,5 mil por mês

8 – Agente da Bolsa de Valores: R$15,1 mil por mês

As carreiras mais bem remuneradas da próxima década

O Bureau of Labor Statistics, da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos, fez um estudo que indica quais deverão ser as 30 carreiras mais bem remuneradas da próxima década.

A publicação restringiu o ranking a profissões que apresentassem renda acima da média no ano de 2017 nos EUA, que era de US$37.690 anuais.

Além disso, levou em conta a perspectiva de crescimento de mercado em cada uma das carreiras. Para isso, foram feitas projeções de vagas nas diversas áreas em 2026.

A instituição cruzou dados e chegou a uma estimativa de quais profissões devem ter uma demanda crescente nos próximos anos, ao mesmo tempo em que continuam pagando bons salários.

Profissionais na área de gestão, tecnologia e enfermagem saem na frente, ocupando diversos cargos indicados no levantamento.

As 30 carreiras mais bem remuneradas da próxima década

  • Enfermeiros
  • Desenvolvedores de aplicativos
  • Gerentes gerais e de operações
  • Gerentes financeiros
  • Contadores e auditores fiscais
  • Analistas de gestão
  • Médicos e cirurgiões em geral
  • Especialistas em marketing e em pesquisa de mercado
  • Gestores em geral
  • Advogados
  • Gerentes de serviços médicos e de saúde
  • Especialistas em negócios
  • Gestores de sistemas de computação e informação
  • Professores de ensino fundamental (primeiros anos)
  • Professores de ensino superior ou técnico na área da saúde
  • Técnicos em enfermagem
  • Fisioterapeutas
  • Desenvolvedores de softwares
  • Representantes de vendas com foco em serviços
  • Supervisores de construção e de trabalhos extrativistas
  • Analistas de sistemas
  • Motoristas de caminhões e reboques
  • Professores de Ensino Médio
  • Representantes de vendas de atacado e manufatura
  • Médicos assistentes
  • Gestores de obra
  • Assistentes de enfermagem
  • Encanadores e especialistas em encanamentos
  • Dentistas Clínicos gerais e médicos da família

Tecnologia terá impacto no mercado de trabalho

O mercado de trabalho irá recrutar profissionais com expertise em inteligência artificial, tecnologias imersivas, e-sports e blockchain.

É o que diz André Miceli, coordenador do MBA de Marketing Digital da Fundação Getulio Vargas (FGV).

De acordo com ele, grandes oportunidades serão abertas para os que estiverem capacitados. Além disso, muitas delas provavelmente estarão entre as carreiras mais bem remuneradas.

Miceli explica ainda que técnicas de deep e machine learning vão permitir que bots façam o atendimento e reduzam significativamente os custos de call center de empresas de todos os tamanhos.

+ Profissões na área de banco de dados: vale a pena?

Para que a iniciativa funcione, serão necessários profissionais para treinar a retórica e os tipos de resposta desses algoritmos, segundo o especialista em estratégia digital.

No entanto, André Miceli aponta que em um prazo um pouco maior veremos mais oportunidades para arquitetos e engenheiros.

Para ele, esses profissionais terão de lidar com as modificações que as cidades sofrerão.

Outro nicho em que Miceli aposta é o relacionado aos idosos. A expectativa é que terá um alto grau de procura, “uma vez que a expectativa de vida irá aumentar muito”.

Também os consultores de comunicação especializados em empatia devem ganhar oportunidades.

Afinal, “as marcas, de forma geral, ainda não sabem se comunicar, levando em consideração as mudanças sociais que se estabeleceram no mundo nos últimos anos”, constata o professor da FGV.

Gostou desse artigo? Então compartilhe com alguém que precisa saber desses dados!

E para complementar, veja uma lista com mais de 40 profissões para você ganhar dinheiro trabalhando de casa.

O que achou disso?

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 17

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui