Chip de celular internacional: economize na viagem | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,225
Euro R$ 3,960
Bitcoin R$ 37.149,95
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,513
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Chip de celular internacional: economize na viagem

Economizar na viagem vai além dos tempos de crise, é o que todo viajante deseja. Na comunicação, usar um chip de celular internacional pode ser uma das opções na sua lista de como viajar barato. Outras formas de economizar  incluem comprar a passagem com linhas aéreas e até mesmo com o câmbio.

Para se comunicar no exterior, ligações normais podem ser um dos maiores gastos atualmente. Mas nada que uma forcinha da tecnologia não tenha resolvido. Sim, até para receber ligações do seu país, mesmo que o seu chip seja o do seu local de origem, você pagará.

Diferentemente de ligações normais, em que o pagante é a pessoa que efetua a chamada, caso o seu celular esteja em roaming, ao receber a chamada e atendê-la, você também estará pagando. E não costuma ser barato!

Comunicar-se com a família de amigos é essencial. Para isso a utilização do wifi pode ajudar. Usar um chip local, então, vai facilitar e muito a viagem. Principalmente se você é daquele tipo de viajante que gosta de registrar tudo nas mídias sociais. Ou ainda que não consegue ficar muito tempo “afastado” desse mundo.

chip de celular internacional
Para viajar barato, é possível economizar também com o chip de celular internacional

Como economizar com ligações no exterior

É muito provável que o local que você fique hospedado tenha wifi. Além disso, bares, restaurantes, pontos turísticos e até mesmo o transporte público podem oferecer o serviço gratuitamente. Aproveite esse momento para fazer ligações usando os aplicativos de mensagem.

É também o momento de trocar mensagens e aproveitar para dar conferida nas suas mídias sociais. Assim, você mantém contato com as pessoas e não paga nada por isso.

A opção por um chip de celular internacional, chamado de simcard, pode trazer ainda mais liberdade. Isso porque você terá um pacote de dados disponível para usar a qualquer momento. As ligações costumam fazer parte do pacote, com um limite, tanto para o país visitado quanto para seu lugar de origem. Há ainda aqueles chips em que apenas a internet está habilitado ou mesmo apenas o Whatsapp.

Essa opção costuma ser mais em conta do que habilitar o roaming internacional no seu aparelho. Para adquirir o seu simcard, você pode comprar pela internet e já sair do Brasil com o seu celular habilitado. Outra opção é procurar a loja de uma operadora de telefonia local, mas até mesmo nos aeroportos já é possível comprar um chip.

Como funciona o chip de celular internacional

Os chips de celular internacionais funcionam apenas com a opção de internet, em pacotes completos como o que você possui no Brasil e até mesmo exclusivos para a troca de mensagens via aplicativo.

Esse é o caso do ChatSim. Pelo custo de R$60,00 por mês ou R$120,00 para um ano, valores que não incluem as taxas de entrega para o Brasil, a troca de mensagens é ilimitada. Esse simcard funciona para enviar mensagens via Whatsapp, Messenger, entre outros aplicativos. Anda há opções de recarregar para ter ligações, fotos e vídeos disponíveis.

O EasySim 4u tem planos que vão de $35,00 dólares, para pacotes de dados apenas, até $70,00 dólares, com dados e voz por 30 dias. A cobertura é em cerca de 140 países. Uma terceira opção de chip internacional é o mysimtravel, com planos a partir de R$159,00.

Lembrando que essas três opções apresentadas acima são simcards que você pode adquirir ainda no Brasil. A compra pode ser feita pela internet com antecedência e, ao embarcar, você já terá o chip.

Comprar também um chip de uma operadora local pode ser ainda mais vantajoso. Por isso, vale dar uma pesquisa nas opções do seu destino. Se você decidiu não adquirir um chip, entenda como é o funcionamento do roaming internacional.

Como funciona o roaming internacional

A partir do momento que você sai do Brasil, seu celular, caso esteja com o chip nacional, entrará automaticamente em roaming. Você vai reparar o símbolo na tela do celular e pode até começar a receber uma série de SMS de sua operadora no Brasil falando sobre o serviço.

Além de pagar para receber ligações, é comum você pagar por mega utilizado na franquia de internet. Portanto, se sua preferência é economizar, o roaming internacional pode não ser tão vantajoso quanto adquirir um chip local. Entenda o por quê.

As diárias costumam ser caras. Na Vivo, por exemplo, você costuma pagar pelo uso diário para Américas e Europa R$39,99 e para o restante do mundo, R$59,99. Esse pacote dá direito a 50 minutos locais e para o Brasil por dia, recebimento de ligações, franquia de internet limitada e de acordo com o destino, entre outros serviços.

Na Tim, a tarifa diária para quem possui um plano pós-pago varia de R$29,90 para os Estados Unidos até R$89,90, o mais caro. A Claro também trabalha com pacotes, inclusive diárias para internet a partir de R$29,90. Na Oi, os pacotes também variam de acordo com serviço e país, indo de R$29,90 a R$169,90.

Situações em que o chip internacional pode te salvar

Ter um celular habilitado no exterior pode ser uma grande ajuda para evitar perrengues. Ainda mais em uma era em que quase ninguém consegue ficar desconectado por muito tempo. A menos que esse seja o objetivo da sua viagem, em outros casos em que o chip de celular internacional pode ser uma mão na roda.

– Você pode se perder do seu grupo e precisar entrar em contato;
– Pode ter uma emergência e precisar acionar seu seguro viagem;
– Pode habilitar o GPS e evitar perder-se pelos lugares;
– Acessar o Google para fazer pesquisas, consultar endereços, a qualquer momento;
– Poderá ver recomendação de restaurantes e checar as atrações turísticas antes de ir;
– Se precisar usar algum aplicativo de transporte, rapidamente você vai conseguir;
– Pode registrar e compartilhar na mesma hora os momentos do seu passeio;
– Os entes queridos que você deixou no país de origem podem ser alcançados a qualquer momento, seja por mensagem ou mesmo uma ligação.







Mais lidos

Ainda dá tempo de investir em criptomoedas?
Depois da resolução divulgada pela CVM (veremos isso mais adiante), o mercado das criptomoedas fic...
7 dicas para arrumar emprego pelo LinkedIn
Arrumar emprego, hoje, é a meta de muitas pessoas. Crise, desemprego e portas se fechando assombram...
Quero dar baixa no MEI: o que eu faço?
Para dar baixa no MEI, o procedimento é simples e feito pela internet. Se você decidiu fechar o se...
Como abrir conta para filhos e investir no futuro deles?
Que pai ou mãe não está pensando no futuro dos filhos? Investir para o benefício deles é uma op...
Investir em imóveis para alugar vale a pena?
Uma forma de investimento que talvez muitos nem considere hoje são os imóveis. Investir em imóvei...
Melhores países para brasileiros trabalharem
[caption id="attachment_66944" align="alignright" width="273"] Confira três países que oferecem bo...




Publicidade